...

Tumefacção submandibular rapidamente progressiva

by user

on
Category: Documents
2

views

Report

Comments

Transcript

Tumefacção submandibular rapidamente progressiva
0873-9781/12/43-2/84
Acta Pediátrica Portuguesa
Sociedade Portuguesa de Pediatria
Imagens em Pediatria
Tumefacção submandibular rapidamente progressiva
Marisa Inácio Oliveira, João Farela Neves, Maria João Rocha Brito
Unidade de Infecciologia, Área de Pediatria Médica, Hospital de Dona Estefânia – Centro Hospital de Lisboa Central, Lisboa
Uma criança de cinco anos com um abcesso dentário inferior,
medicada com amoxicilina/ácido clavulânico, surge com febre
e tumefacção dura submandibular (Figura 1) com rubor e calor
de instalação rapidamente progressiva, disfagia, sialorreia e
trismus. Na inspecção da cavidade oral observava-se elevação
do pavimento bucal. Apresentava leucocitose 22 060/uL (88%
neutrófilos) e proteína C reactiva elevada (269 mg/L).
Figura 1 – Criança com edema duro submandibular extenso e sinais
inflamatórios.
Pela gravidade e rápida evolução do quadro clínico, foi realizada tomografia computorizada cervical que mostrou lesão
mal delimitada nos espaços parafaríngeo, submandibular e
sublingual esquerdos, com áreas centrais de necrose e espessamento do tecido celular subcutâneo (Figura 2).
A clínica e os achados radiológicos permitiram o diagnóstico
de angina de Ludwig, entidade caracterizada por uma celulite
rapidamente progressiva do pavimento bucal, com extensão
ao espaço submandibular.1 Trata-se de uma patologia rara mas
potencialmente fatal, que pode complicar-se de obstrução da
via aérea.1-3 Em 90% dos casos a etiologia é odontogénica.1 A
Recebido:27.12.2011
Aceite:07.02.2012
84
Figura 2 – Tomografia computorizada cervical com extensa lesão
adjacente ao ramo esquerdo mandibular com captação heterogénea
de contraste, condicionando desvio interno dos músculos do pavimento bucal e envolvendo a glândula submaxilar. Inexistência de
repercussão sobre as vias aéreas.
gravidade exige reconhecimento atempado e terapêutica imediata com antibioterapia dirigida a infecção polimicrobiana
pelos microorganismos que colonizam a cavidade oral.3
Neste caso foi iniciada penicilina G cristalina e clindamicina,
verificando-se drenagem transcutânea submentoniana espontânea e posteriormente procedeu-se ao alargamento cirúrgico
do trajecto fistuloso e extracção dentária de dois molares com
cáries perfurantes, registando-se melhoria clínica.
Correspondência:
Marisa Inácio Oliveira
maris[email protected]
Acta Pediatr Port 2012:43(2):84-5
Referências
1.Britt J, Josephson G, Gross C. Ludwig’s angina in the pediatric
population: report of a case and review of the literature. Int J Pediatr
Otorhinolaryngol 2000; 52 : 79-87.
Oliveira MI et al. – Tumefacção submandibular
2.Boscolo-Rizzo, P; Mosto MC. Submandibular space infection: a
potencially lethal infection. Int J Infect Dis 2009; 13: 327-33.
3.Reynolds S, Chow A. Life-threatening infections of the peripharyngeal and
deep fascial spaces of the head and neck. Infect Dis Clin Am 2007; 21 :557-76.
85
Fly UP