...

Combate ao Incêndio e Pânico

by user

on
Category: Documents
1

views

Report

Comments

Transcript

Combate ao Incêndio e Pânico
COMBATE AO INCÊNDIO E PÂNICO
Combate ao Incêndio e Pânico
Combate ao Incêndio e Pânico
Cristiano Resende
Lorena de Freitas
N
L
it
Nayara
Leite
Tatiana de Paula
Legislação
• Lei Estadual 14.130/01
• Normas Regulamentadoras
• Corpo de Bombeiros
Disposições Gerais
Disposições Gerais
•
•
•
•
Rapidez;
Preparo;
Disponibilidade;
Controle.
Classes de Fogo
Classes de Fogo
•
•
•
•
Classe A
Classe B
Classe B
Classe C
Classe D
SAÍDAS DE EMERGÊNCIA
SAÍDAS DE EMERGÊNCIA
Saídas de Emergência
Saídas de Emergência
• Garantir que as pessoas possam abandonar a ç
p
g
ç
edificação com rapidez e segurança;
• P
Permite o acesso dos bombeiros para o i
d b b i
combate ao fogo ou retirada das pessoas.
Dimensionamento
• A largura dos acessos, escadas, descargas, e p
g
outros, é dada pela seguinte fórmula:
N = P / C
O d
Onde:
N = Número de unidades de passagem
p
g
P = População ocupante, coeficiente tabelado
C = Capacidade da unidade de passagem conforme tabela
Larguras mínimas
Larguras mínimas
• 1,10 m para as ocupações em geral
• 1,65 m para as escadas, os acessos e descarga, 1,65 m para as escadas, os acessos e descarga,
nas ocupações do grupo H, divisão H‐2 e H‐3
• 1,65 m para as rampas, acessos e descarga, 1 65
d
nas ocupações do grupo H, divisão H‐2
• 2,20 m para as rampas, acessos às rampas e descarga das rampas nas ocupações do grupo
descarga das rampas, nas ocupações do grupo H, divisão H‐3
Acessos
Corredores e passagens da edificação que g
ç
devem satisfazer às seguintes condições:
• permitir o escoamento fácil de todos os ii
fá il d
d
ocupantes da edificação
• permanecer desobstruídos em todos os d b t íd
t d
pavimentos
• ter pé direito mínimo de 2,50 m, com exceção p
p
g
g
de obstáculos representados por vigas, vergas de portas, e outros, cuja altura mínima livre deve ser de 2 00 m
deve ser de 2,00 m
• ser sinalizados e iluminados (iluminação de ê
b l
)
emergência de balizamento) com indicação clara do sentido da saída
• respeitar distâncias máximas a serem percorridas conforme tabela
percorridas, conforme tabela
Portas
• As portas das rotas de saída e aquelas das p
p
,
salas com capacidade acima de 50 pessoas, em comunicação com os acessos e descargas devem abrir no sentido do trânsito de saída
devem abrir no sentido do trânsito de saída
• Se as portas dividem corredores que constituem rotas de saída, devem:
– ter condições de reter a fumaça, ou seja, devem ç
ç ,
j ,
ser corta‐fogo e a prova de fumaça;
– abrir no sentido do fluxo de saída;
abrir no sentido do fluxo de saída;
– abrir nos dois sentidos, caso o corredor possibilite saída nos dois sentidos
saída nos dois sentidos
Escadas
• Constituídas com material estrutural e de Constituídas com material estrutural e de
compartimentação incombustível;
• Oferecer resistência ao fogo nos elementos Of
i ê i
f
l
estruturais;
• Dotadas de guarda‐corpos em seus lados abertos e de corrimãos em todos os lados;
abertos e de corrimãos
• Atender a todos os pavimentos, acima e abaixo da descarga mas terminando obrigatoriamente
da descarga, mas terminando obrigatoriamente no piso da descarga;
EQUIPAMENTOS
Extintores
• Instrução Técnica 16 (IT 16) ‐ “Sistema de
Proteção por Extintores de Incêndio” – Critérios
para proteção contra incêndio por meio de
extintores de incêndio
• Tem o objetivo de combater o incêndio em seu
início
• Devem ser apropriados à classe do fogo a
extinguir
g
Extintores
Para conter o início do incêndio, devem:
•
•
•
•
Estarem com carga
g ep
pressurização
ç em ordem
Estarem bem instalados e bem distribuídos
Adequados ao risco cujo incêndio devem conter
Operados adequadamente quando o incêndio
i i i
iniciar
Tipos de Extintores
Tipos de Extintores
• Extintores de Água:
Incêndios Classe A
• Extintores de Espuma:
p
Incêndios Classe A e B
Tipos de Extintores
Tipos de Extintores
• Extintores de CO2:
Incêndios Classe B e C
• Extintores de Pó Multi‐Uso:
Incêndios Classe B e C
Capacidade dos Extintores
Capacidade dos Extintores
• Os extintores possuem um selo que descreve sua capacidade
sua capacidade
Validade dos Extintores
Validade dos Extintores
• Especificada pelo fabricante ou recarregador
• Cada extintor deverá ter uma etiqueta de
identificação presa ao seu bojo, com data em
que foi carregado,
q
g
data p
para recarga
g e número
de identificação
Distribuição dos Extintores
Distribuição dos Extintores
Os extintores deverão ser colocados em locais:
a) De fácil visualização;
b) De fácil acesso;
c) Onde haja menos probabilidade de o fogo
bloquear o seu acesso.
Distribuição dos Extintores
Distribuição dos Extintores
• Deve ser instalado a não mais de 5 metros da porta de entrada
porta de entrada
• A quantidade é determinada de acordo com a á
área, com o risco de fogo e a classe de ocupação
i
d f
l
d
ã
• Independentemente da área ocupada, deverá p
p
,
existir pelo menos 2 (dois) extintores para cada pavimento
Distribuição dos Extintores
Distribuição dos Extintores
• D
Devem ser colocados obedecendo a distância l d
b d
d di tâ i
máxima a ser percorrida para se atingir “um” extintor (varia de 10 a 25 metros)
Distribuição dos Extintores
Distribuição dos Extintores
EExtintor instalado tintor instalado
considerando a distância entre o extintor e o ponto mais distante (em planta) (
p
)
de no máximo 15 metros
Localização e Sinalização de Extintores
• Os
locais
destinados
aos
extintores devem ser assinalados
por um círculo vermelho ou por
uma seta larga, vermelha, com
bordas amarelas. Deverá ser
pintada de vermelho uma larga
área do piso embaixo do extintor,
a qual não poderá ser obstruída
por forma nenhuma. Essa área
deverá ser no mínimo de 1,00m x
1,00m
Localização e Sinalização de Extintores
• Permite‐se a instalação de extintores sobre o piso
acabado, apoiados em suportes apropriados, com
altura recomendada entre 0,10 m e 0,20 m do piso
Localização e Sinalização de Extintores
• Os extintores não deverão ter sua parte superior a
mais de 1,60m
,
acima do p
piso. A p
parte inferior do
extintor deve permenacer no mínimo 0,2 m do piso
acabado
E i
Extintor
i
instalado
l d “elevado”
“ l d ”
Localização e Sinalização de Extintores
• O extintor pode ser instalado
em abrigos na parede ou em
nichos. Instalados em abrigos,
devem possuir uma superfície
transparente que permita sua
visualização
Localização e Sinalização de Extintores
• Postos de abastecimento de serviço
(postos de gasolina) e outros exigem
extintores sobre‐rodas, também
conhecidos como carretas
EXTINÇÃO POR MEIO DE ÁGUA
Extinção por Meio de Água
Extinção por Meio de Água
• Hidrantes
S i kl
• Sprinklers
Extinção por Meio de Água
Extinção por Meio de Água
• Os pontos de captação de água deverão ser
facilmente acessíveis,
acessíveis porém protegidos
• Os pontos de captação de água e os
encanamentos de alimentação deverão ser
testados freqüentemente
q
• Sprinklers devem ter seus registros sempre
abertos e ter espaço livre de 1,00
1 00 metro
abaixo e ao redor
Extinção por Meio de Água
Extinção por Meio de Água
A água não poderá ser empregada:
• Incêndio Classe B, salvo quando
pulverizado em forma de neblina
C salvo pelo mesmo caso
• Incêndio Classe C,
anterior
• Incêndio Classe D
COMBATE AO FOGO
COMBATE AO FOGO
Procedimentos
• acionar o sistema de alarme
• chamar imediatamente o Corpo
o be os
Bombeiros
• desligar máquinas e aparelhos elétricos
• atacá‐lo, pelos meios adequados
de
COMBATE AO PÂNICO
COMBATE AO PÂNICO
Combate ao Pânico
Combate ao Pânico
Treinamento de um grupo de pessoas que
possam aplicar os procedimentos mais
adequados em caso de qualquer emergência.
Combate ao Pânico
Combate ao Pânico
Simulações
• gravar o significado do sinal de alarme
• que a evacuação do local se faça em boa
o de
ordem
• que seja evitado qualquer pânico
• que
sejam
atribuídas
tarefas
e
p
aos empregados
p g
responsabilidades
• que seja verificado se a sirene de alarme foi
ouvida em todas as áreas
SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIAS
SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIAS
Sinalização de Emergências
Sinalização de Emergências
Reduzir o risco de ocorrência de incêndio,,
alertando para os riscos existentes
Sinalização de Proibição
Sinalização de Alerta
Proibido produzir chama
Proibido produzir chama
C id d i
Cuidado, risco de incêndio d i ê di
Aplicação: Todo o local onde a
utilização de chama pode aumentar o
risco de incêndio
Aplicação: Próximo a locais onde
houver presença de materiais
altamente inflamáveis.
Sinalização de Emergências
Sinalização de Emergências
Garantir que sejam
adotadas
ações
adequadas à situação
de risco, que orientem
as ações de combate
Sinalização de Emergências
Sinalização de Emergências
Facilitar a localização
ç dos equipamentos
q p
e das rotas
de saída para abandono seguro da edificação em caso
de incêndio
Sinalização de extintores extintores
Sinalização de hidrante
hidrante Sinalização de saída
Sinalização de Emergências
Requisitos q
• destacar‐se em relação ao ambiente
• as sinalizações de indicação das rotas de saída e de
indicação
ç
de obstáculos devem p
possuir efeito
fotoluminescente
• os equipamentos de origem estrangeira utilizados
na segurança contra incêndio, devem possuir as
orientações necessárias à sua operação na língua
portuguesa
Fly UP