...

Prova Vestibular Unilavras 22 Novembro 2015

by user

on
Category: Documents
6

views

Report

Comments

Transcript

Prova Vestibular Unilavras 22 Novembro 2015
CADERNO DE
QUESTÕES
1. Este caderno consta de 30 (trinta) questões objetivas e 1 (uma) redação. Caso esteja incompleto ou
tenha qualquer defeito, você deverá solicitar ao(à) fiscal de sala que o substitua.
2. O Cartão-Respostas e a Folha de Redação definitiva serão distribuídos durante a realização das
provas. É responsabilidade do candidato o preenchimento de ambos, bem como sua devolução ao
fiscal de sala.
2.1. Ao preencher o Cartão-Respostas e ao transcrever a Redação para a folha apropriada, observe
as instruções específicas nelas constantes.
2.2. Ao fazer a prova, fique atento(a) aos fatores que anulam uma questão: marcar mais de uma letra
ou deixar de marcar uma das letras.
2.3. Antes de entregar o Cartão-Respostas ao(à) fiscal, verifique cuidadosamente se você marcou as
respostas de todas as questões.
3. Durante as provas, você NÃO poderá:
 Consultar livros, dicionários, anotações e apostilas.
 Usar réguas, calculadoras ou qualquer outro material.
 Utilizar telefone celular, bip, Pager ou qualquer aparelho eletrônico.
 Levantar-se sem permissão ou comunicar-se com outros(as) candidatos(as).
 Retirar-se da sala antes de decorridos 60 (sessenta) minutos do início das provas.
4. A duração máxima das provas é de 3h 30minutos (três horas e trinta minutos), já incluído o tempo
destinado ao preenchimento do Cartão-Respostas e à transcrição da Redação no impresso
apropriado.
5. O candidato deverá permanecer no local de prova por, no mínimo, 60 (sessenta) minutos após o
início da mesma, quando poderá levar este Caderno de Questões.
Boa Prova!
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
Redação
PRODUÇÃO DE TEXTO
Com base na leitura dos textos que se seguem, produza um ARTIGO DE OPINIÃO, com no mínimo 20
linhas, que busque responder à questão abaixo:
Na sociedade da imagem, o que importa de fato: o ser ou o parecer ser?
Texto 1
Imagem é tudo
O americano Andy Warhol soube explorar essa máxima melhor
do que qualquer outro artista. Uma retrospectiva ilustra por que
sua influência é onipresente – e também nefasta.
The Andy Warhol Foundation for Visual Arts, Inc/Autvis
Durante um bate-papo com uma decoradora de interiores no começo dos anos 60, o artista
plástico americano Andy Warhol (1928-1987) pediu um conselho: que tipo de obra ele deveria produzir
para se tornar famoso rapidamente? Com sua visão pragmática de decoradora, ela tascou: "Por que você
não pega um produto que todo mundo conhece, como uma lata de sopa, e faz um quadro sobre ele?".
Assim surgiu uma das criações mais célebres de Warhol – a série de telas que reproduzem as
embalagens da sopa Campbell’s. O episódio capta a essência de Warhol: mais do que qualquer outro
artista de seu tempo, ele entendeu que imagem é tudo na vida moderna. Foi um craque em manipulá-la –
como tema de seu trabalho ou como instrumento de autopromoção. Com seus retratos em série de
celebridades como Marilyn Monroe, Liz Taylor e Jackie Kennedy (além das já citadas latinhas), Warhol
se impôs como um dos nomes mais influentes da arte na segunda metade do século XX. Mas isso não o
isenta da culpa por algo terrível: foi Warhol, também, quem abriu a porteira para que boa parte da
produção contemporânea se diluísse na banalidade e na autocomplacência. A mostra Andy Warhol, Mr.
America, que abre no sábado 20 na Pinacoteca do Estado, em São Paulo, é um momento oportuno para
avaliar seu legado. Com 170 itens, é sua maior retrospectiva no país até hoje, e oferece uma perspectiva
privilegiada sobre as conquistas e os retrocessos que o artista engendrou.
–3–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
O pop – movimento que extraía seus temas da cultura de massa americana – já começara a se
delinear quando Warhol trocou a publicidade pela arte, no fim dos anos 50. Desse período até 1968, ele
produziu a parte fundamental de sua obra, e felizmente a exposição paulista (cujo acervo vem do Museu
Andy Warhol, em Pittsburgh, sua cidade natal) enfatiza essa fase. Para se ter uma dimensão do impacto
que ele causou nos anos 60, é preciso cotejá-lo com a tendência que até então pontificava na arte
americana, o expressionismo abstrato. Warhol e os artistas dessa vertente (como Jackson Pollock) eram,
em tudo, opostos. Enquanto os expressionistas viam suas telas como uma manifestação da subjetividade,
o pop valorizava o aspecto superficial do mundo. "Se você quiser saber quem é Andy Warhol, olhe
apenas para meu rosto, ou para a superfície de minhas obras", dizia ele. Essa mudança de enfoque
passava ainda pela transformação em tema artístico de itens que até então pertenciam apenas à esfera da
vida cotidiana. "Ele se tornou um artista para pessoas que não entendiam nada de arte. Vendia-lhes uma
ilusão de como a vida deveria ser", afirma o crítico americano Arthur C. Danto em um livro recémlançado sobre o artista.
Warhol levou tais premissas um passo além de outros pioneiros do
pop, como Roy Lichtenstein – e essa é, sem dúvida, uma das razões pelas
quais se sobrepôs a todos eles. Seu achado consistiu em expor como, na
sociedade atual, pessoas, eventos e produtos dependem da projeção
contínua de sua imagem nos meios de comunicação para "existir" aos
olhos do público – um fenômeno que se aprofundaria na era do YouTube.
Tomem-se os retratos de Marilyn presentes na mostra. Warhol fez a série
sobre a atriz logo após a morte dela. Enfileirou reproduções de uma
mesma foto que a mostra como a loira sensual dos filmes, aplicando-lhe
cores que vão do rosa-choque aos tons sombrios. A Marilyn real poderia
ter muitos matizes – mas estava aprisionada numa imagem só.
O mundo das celebridades não era objeto apenas das telas ou das
reflexões de Warhol. Ele fez de sua própria vida uma obra nesse sentido.
Se o modernista espanhol Pablo Picasso foi um pintor famoso, Warhol foi
o primeiro pop star das artes na acepção moderna. Gay assumido,
circulava ao lado de socialites em discotecas e restaurantes e aguçava a
curiosidade da imprensa com suas perucas e os excessos de festas na
Factory, seu estúdio em Nova York. Numa mostra nos anos 60, as obras
tiveram de ser retiradas, como precaução contra a turba que se aglomerou
na entrada. Mas, abertas as portas, descobriu-se que o público não estava
nem aí para as telas: assim como ocorria com os Beatles, tudo o que a
multidão queria era acenar para o próprio Warhol.
SOPÃO
A lata da Campbell’s:
obra foi dica de uma
decoradora
Em 1968, uma feminista maluca chamada Valerie Solanas – que defendia nada menos do que o
extermínio dos homens – invadiu a Factory e deu dois tiros em Warhol. O artista chegou a ser dado
como clinicamente morto e só sobreviveu graças a uma ressuscitação artificial. O atentado foi um divisor
de águas entre o Warhol inovador e o Warhol que estabeleceria um padrão de conduta narcisista hoje
disseminado pela arte contemporânea (e do qual o inglês Damien Hirst, com seus cadáveres de bichos
em formol, é o mais aplicado discípulo). Transmutado numa paródia de si mesmo, Warhol consumiria o
resto de seus dias imitando suas criações. Entre os poucos rasgos de criatividade dessa etapa posterior
está o retrato feito em apoio ao democrata George McGovern na campanha presidencial americana de
1972. Ao aplicar manchas de lilás e verde ao rosto de seu adversário, o republicano Richard Nixon,
Warhol lhe conferiu o aspecto de um extraterrestre. [...] Warhol falava com conhecimento de causa.
–4–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
Fotos The Andy Warhol Foundation for Visual Arts, Inc/Autvis
e Bernard Gotfryd/Getty Images
ARTISTA E MONSTRO
Warhol em seu estúdio, o retrato de Mao maquiado (à dir.) e o de Nixon
transmutado em extraterrestre: as manipulações inovadoras deram lugar
à autocomplacência.
Fonte: MARTHE, Marcelo. A imagem é tudo. Veja, São Paulo, n. 2156, p. 120-122, 17 mar. 2010.
Texto 2
–5–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
Leia o texto que se segue para responder às
questões 2 e 3.
Língua Portuguesa
1. A peça publicitária abaixo foi elaborada a
partir de uma construção linguística que, se
realizada de maneira desavisada, constitui-se
como um vício de linguagem; se elaborada de
maneira intencional, estabelece-se como recurso
estilístico.
Estabelecidas a partir da intenção com a qual se
produz um texto, as funções da linguagem
direcionam-se a cada um dos elementos que
compõem o processo comunicativo (emissor,
receptor, mensagem, referente, canal e código).
Diante disso, pode-se afirmar que, na
propaganda, predomina a função
Disponível em:
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/ga
lerias/imagem/ 0000000441/0000003180.jpg. Acesso em:
23 out. 2015.
QUESTÃO 2)
A) fática, uma vez que a intenção é verificar se o
leitor está atento ao processo comunicativo
proposto pela sinalização de trânsito.
B) emotiva, dado o propósito de chamar a
atenção do leitor para um problema que é
bastante recorrente no trânsito: o desrespeito à
sinalização.
C) metalinguística, tendo em vista que, ao
utilizar diferentes códigos linguísticos, o autor
busca explicá-los para que o leitor entenda a
necessidade de se comportar adequadamente no
trânsito.
D) conativa, haja vista a preocupação em fazer
com que o leitor venha a aderir a um
comportamento que seja benéfico ao trânsito.
E) referencial, porque o produtor do texto
intenciona informar o leitor sobre uma campanha
em curso voltada para o respeito à sinalização de
trânsito.
QUESTÃO 1) À construção linguística descrita
denominamos
A) solecismo.
B) catacrese.
C) ambiguidade.
D) aforismo.
E) pleonasmo.
–6–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
QUESTÃO 3) Dentre os elementos utilizados na
composição da propaganda, só não se verifica
bastante séria: fui fazer reportagem na frente de
guerra da Mantiqueira missão aventurosa porque
a direção de meu jornal era favorável à
Revolução Constitucionalista dos paulistas, e eu
estava na frente getulista. Acabei preso e
mandado de volta.
A essa altura eu já era um profissional de
imprensa, e nunca mais deixei de ser.
A) o emprego de recursos visuais.
B) o uso de verbos no imperativo.
C) a exploração de um contexto.
D) o emprego da exortação.
E) o uso da paródia.
BRAGA, Rubem. Como comecei a escrever. In: Para
Gostar de Ler. v. 4. São Paulo: Ática: 1980. p. 4.
Leia o texto abaixo para responder às questões 4
e 5.
QUESTÃO 4) Em relação ao gênero textual,
afirma-se que o texto “Como comecei a
escrever” pertence
Como comecei a escrever
Já contei [...] a primeira vez que vi meu
nome em letra de forma: foi no jornalzinho "O
ltapemirim", órgão oficial do Grêmio Domingos
Martins, dos alunos do colégio Pedro Palácios,
de Cachoeiro de Itapemirim. O professor de
Português passara uma composição "A Lágrima"
— e meu trabalho foi julgado tão bom que
mereceu a honra de ser publicado.
Eu ainda estava no curso secundário
quando um de meus irmãos mais velhos —
Armando — fundou em Cachoeiro um jornal que
existe até hoje — o "Correio do Sul". Fui
convidado a escrever alguma coisa, o que
também aconteceu com meu irmão Newton, que
fazia principalmente poemas.
Eu escrevia artigos e crônicas sobre
assuntos os mais variados; no verão mandava da
praia de Marataízes uma crônica regular,
chamada "Correio Maratimba". Quando fui para
o Rio (na verdade para Niterói) por volta dos 15
anos, mandava correspondência para o Correio.
Continuei a fazer o mesmo em 1931, quando
mudei para Belo Horizonte.
A essa altura meu irmão Newton
trabalhava na redação do "Diário da Tarde" de
Minas. Em começo de 1932 ele deixou o
emprego e voltou para Cachoeiro; herdei seu
lugar no jornal.
Passei então a escrever diária e
efetivamente, e fui aprendendo a redigir com os
profissionais como Octavio Xavier Ferreira e
Newton Prates. Quando terminei meu curso de
Direito, resolvi continuar trabalhando em jornal.
Fazia crônicas, reportagens e serviços de
redação. Ainda em 1932 tive uma experiência
A) à crônica, uma vez que é um texto literário
breve, narrativo, de trama quase sempre pouco
definida e motivos gerais extraídos do cotidiano.
B) ao conto, haja vista que se trata de narrativa
breve e concisa, contendo um só conflito, uma
única ação, com espaço geralmente limitado a
um ambiente, unidade de tempo e número
restrito de personagens.
C) à novela, visto que é uma narrativa breve,
maior do que um conto e menor do que um
romance, e que se caracteriza por apresentar uma
espécie de concentração temática em torno de
um número restrito de personagens.
D) à lenda, tendo em vista o fato de ser uma
narrativa de caráter maravilhoso em que um fato
histórico se amplifica e transforma sob o efeito
da evocação poética ou da imaginação popular.
E) à notícia, por ser uma informação a respeito
de acontecimentos ou mudança recentes.
QUESTÃO 5) No excerto “Ainda em 1932 tive
uma experiência bastante séria: fui fazer
reportagem na frente de guerra da Mantiqueira,
missão aventurosa, porque a direção de meu
jornal
era
favorável
à
Revolução
Constitucionalista dos paulistas, e eu estava na
frente getulista.”, o trecho destacado exerce a
função sintática de
A) sujeito.
B) aposto.
C) objeto direto.
D) complemento nominal.
E) adjunto adnominal.
–7–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
QUESTÃO 7) According to the text, the woman
stood up with difficulty because
Inglês
A) then she had only two legs.
B) she had worked hard all day.
C) she hurt one of her legs.
D) she saw herself in the mirror.
E) she was naked.
TEXT I - METAMORPHOSIS
One day a cockroach woke up as a
human being. She stood up with difficulty (as
she now had only two legs) and saw herself in
the mirror. Her first human thought: "Shame on
me! I'm naked!"
She needed a name, so she called herself
Donna Bharat.
In a short time Donna Bharat realized it
was not easy to be a human being, specially a
woman. It was a hard task to survive. She had to
work a lot and earned very little money.
Fortunately one day she met a handsome
intelligent rich man (In fact he was rather stingy
as well.) They got married and had ten healthy
lovely children.
But Donna Bharat soon realized it was
not easy to be a wife and mother. She had to
buy food, cook it, do the dishes, clean the house
and so on. She didn't have much time for herself.
She used to think: "What a boring world! Life
itself is tedious!"
Many years later her children left home
to live by themselves. Donna Bharat went on
living her tedious life till one day she woke up as
a cockroach. Her last thought: "My goodness! I
have to protect myself!" She was going to hide
under the bed as an act of pure instinct when her
husband stepped on her...
(Inspired by Luis
"Metamorfose")
Fernando
QUESTÃO 8) The moral (main idea) of the text
is
A) To be a woman it isn’t a hard task to survive.
B) Don’t' behave like an insect, or you'll turn
into one.
C) It’s easy to be a human being, specially a
woman.
D) Life itself is tedious.
E) The world is very boring.
Matemática
QUESTÃO 9) Cinco
impressoras
iguais
produzem 1000 panfletos em 30 minutos. Assim,
três dessas impressoras produzirão 2000 desses
panfletos em:
A) 100 minutos
B) 90 minutos
C) 70 minutos
D) 30 minutos
E) 10 minutos
Verissimo's
QUESTÃO 10) O número de alunos de uma
classe está entre 30 e 42. Dividindo os alunos em
grupos de 4 sobram 2 alunos e dividindo em
grupos de 6 também sobram 2 alunos. O número
de alunos dessa classe é:
Answer questions 1 to 5 according to text I
QUESTÃO 6) According to the text, Donna
Bharat
A) considered life tedious and preferred to be a
cockroach.
B) one day she woke up as a human being.
C) realized it was very easy to be a wife and
mother.
D) didn’t have to work much and earned a lot of
money.
E) didn’t get married.
A) 32
B) 34
C) 36
D) 38
E) 40
–8–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
QUESTÃO 11) Na figura a seguir, AC = 8 dm e
CD = 4 dm. A medida de BD em decímetros, é:
QUESTÃO 14) Quase três quartos da superfície
da Terra é coberta por um corpo de água global,
interconectado e dividido pelos continentes e
grandes arquipélagos em quatro partes: Oceano
Pacífico, Atlântico, Índico e Glacial Ártico.
I - O Oceano Índico tem uma área de 77 milhões
de km². Sob suas águas, há fossas submarinas
que podem chegar a 6000m de profundidade,
além de outras áreas submetidas a intensas
atividades tectônicas.
II - O Oceano Pacífico é o mais extenso e
profundo dos oceanos. Seus 166 milhões de km²
representam quase metade da superfície e do
volume
de
todos
os
oceanos.
III - O Oceano Atlântico começou a se formar há
mais de 150 milhões de anos, em decorrência do
afastamento dos continentes africano e sul
americano. Esse oceano se destaca por receber
um enorme volume de água doce de alguns dos
maiores rios do mundo, como o Mississipi e o
Amazonas.
IV - O Oceano Glacial Ártico se estende sobre a
região norte do globo, situada no interior do
Círculo Polar Ártico. Grande parte desse oceano
é recoberta por banquisas. Por isso, é navegável
somente durante o verão, já que durante o
inverno encontra-se quase todo congelado.
A) 9
B) 10
C) 12
D) 15
E) 16
QUESTÃO 12) Considere
as
proposições:
Todo quadrado é um losango.
Todo quadrado é um retângulo.
Todo retângulo é um paralelogramo.
Todo triângulo equilátero é isóscele.
seguintes
Pode-se afirmar que:
A) Só uma é verdadeira.
B) Todas são verdadeiras.
C) Só uma é falsa.
D) Duas são verdadeiras e duas são falsas.
E) Todas são falsas.
Sobre os oceanos estão CORRETAS as
seguintes afirmativas:
A) I, II e III
B) I, III e IV
C) II e III
D) II, III e IV
E) Todas as afirmativas são verdadeiras
Geografia
QUESTÃO 13) Um professor do Curso de
Licenciatura em Geografia do Instituto Federal
de Pernambuco (IFPE) entregou aos seus alunos
um mapa feito na escala 1:1.000.000 cuja
distância em linha reta entre duas cidades é de 5
cm. O professor pergunta: qual a distância real,
em km, entre as cidades?
QUESTÃO 15) Leia os versos que se seguem
para responder à questão:
“O vento passa a rir, torna a passar,
Em gargalhadas ásperas de demente;
E esta minh’alma trágica e doente
Não sabe se há de rir, se há de chorar!
A) 10
B) 20
C) 50
D) 500
E) 5.000
–9–
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
Vento de voz tristonha, voz plangente,
Vento que ris de mim, sempre a troçar,
Vento que ris do mundo e do amor,
A tua voz tortura toda a gente!
Vale-te mais chorar, meu pobre amigo!
Desabafa essa dor a sós comigo,
E não rias assim... Ó vento, chora!”
[...]
(Versos do poema Ao Vento, de Florbela
Espanca)
Sobre
o
fenômeno
natural,
poeticamente explorado por Florbela Espanca, é
CORRETO dizer que
1) os ventos sopram dos centros de altas pressões
para os centros de baixas pressões ou ciclonais.
2) o ar em deslocamento é o resultado direto da
ausência de desequilíbrios barométricos na baixa
atmosfera de uma região.
3) o vento tem “voz plangente” porque a sua
velocidade aumenta com a diminuição do
gradiente de pressão.
4) os alísios e as monções, que atuam em amplas
áreas do planeta, são exemplos marcantes de
ventos periódicos que transportam umidade para
os continentes.
5) os alísios de sudeste e de nordeste se originam
em centros de altas pressões semifixos das faixas
subtropicais e se deslocam para a faixa
equatorial.
Está(ão) CORRETA(s) apenas:
A) 2, 3 e 5
B) 1
C) 4
D) 1 e 5
E) 2, 3 e 4
A) Condenação do modo de produção feudal
pela Igreja Católica Apostólica Romana.
B) Declínio do comércio a longa distância,
florescimento
da
pequena
indústria
e
enfraquecimento do poder central dos monarcas.
C) Equilíbrio entre o ritmo da produção e do
consumo.
D) Exigências senhoriais sobrecarregando os
camponeses e a substituição de obrigações
antigas por contratos de arrendamento da terra e
por pagamento em dinheiro.
E) Predomínio do modo assalariado de trabalho
acarretando, em curto prazo, mudanças
profundas na Europa Oriental.
QUESTÃO 17) Entre 1835 e 1840, no Pará,
aconteceu uma grande revolta conhecida como
Cabanagem. O período brasileiro da história
brasileira em que ocorreu tal revolta é:
A) Da política do café-com-leite
B) Das Regências Unas de Feijó e de Araújo
Lima
C) Do parlamentarismo às avessas
D) Da Confederação do Equador
E) Do Governo do Marechal de Ferro
QUESTÃO 18) O fim da Ditadura Militar no
Brasil (1964 – 1985) foi marcado por um
processo de abertura lento, gradual e seguro, mas
intensificado no inicio da década de 1980. NÃO
faz parte desse processo:
A) Campanha Diretas-Já
B) Eleição de Trancredo Neves pelo Colégio
Eleitoral como Presidente do Brasil
C) Impeachment de Fernando Cooler de Melo
D) Posse de José Sarney como presidente da
República
E) Reprovação, no Congresso nacional, da
Emenda Dante de Oliveira.
História
QUESTÃO 16) Por Baixa Idade Média,
entende-se o período entre os séculos XI e XV
da era cristã, marcado pela dissolução do modo
de produção feudal. Assinale a alternativa
diretamente relacionada com a crise e a
desagregação do sistema feudal:
– 10 –
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
Química
Biologia
QUESTÃO 19) Um sistema formado por uma
“pedra de gelo”, água líquida, sal dissolvido na
água e três bolinhas da substância chamada
polietileno (um plástico menos denso que água),
apresenta:
QUESTÃO 23) Em relação à entrada de
moléculas para dentro da célula, podemos
constatar que à medida que a concentração de
moléculas no exterior da célula aumenta, mais e
mais moléculas entram na célula. Essas
moléculas são capazes de entrar porque
A) 1 fase
B) 2 fases
C) 3 fases
D) 4 fases
E) 5 fases
QUESTÃO 20) Ao atritar um pedaço de lã e um
bastão de vidro:
A) ambos ficam eletrizados com cargas do
mesmo sinal.
B) ambos ficam eletrizados com cargas de sinais
opostos.
C) só a lã fica eletrizada.
D) só o vidro fica eletrizado.
E) nenhum fica eletrizado.
QUESTÃO 21) O modelo atômico de Bohr
introduziu importantes inovações em relação aos
modelos anteriores. Entre elas, podemos citar:
A) A matéria é descontínua.
B) Existência de nêutrons.
C) A matéria possui natureza elétrica.
D) Quantização da energia.
E) Explicação da experiência de Rutherford.
QUESTÃO 22) A liberação ou consumo de
energia:
A) só ocorre em transformações físicas.
B) só ocorre em transformações químicas.
C) em geral, é menor nos fenômenos físicos do
que nos químicos.
D) em geral, é maior nos fenômenos físicos do
que nos químicos.
E) nunca ocorre nas transformações materiais.
– 11 –
A) São polares.
B) o movimento das moléculas é a favor do
gradiente de concentração.
C) a membrana celular é semipermeável.
D) o núcleo regula o movimento.
E) B e C estão corretas.
QUESTÃO 24) O óvulo fecundado por um
espermatozoide dará origem a uma estrutura
denominada
A) folículo
B) fenótipo
C) mórula
D) ovócito
E) zigoto
QUESTÃO 25) Os insetos são representado por
invertebrados que apresentam todas as
características abaixo em comum, EXCETO:
A) A maioria das espécies vive em ambiente
terrestre.
B) Adultos possuem três pares de pernas.
C) Corpo geralmente dividido cabeça, tórax e
abdome.
D) Na cabeça há um par de antenas.
E) Possuem quelíceras para picar.
QUESTÃO 26) Em relação ao aquecimento
global podemos assumir que:
A) A criação de grandes quantidades de gado
confinado aumenta indiretamente seu efeito.
B) Pode não afetar a temperatura nos polos, pois
ocorre somente nas regiões tropicais.
Vestibular UNILAVRAS –22. Novembro. 2015
C) Está relacionado diretamente ao buraco na
camada de ozônio.
D) Não vai afetar os oceanos.
E) Pode ser facilmente eliminado.
Física
QUESTÃO 27) Um bloco de gelo, cuja
densidade é igual a 0,9 g/cm³, flutua na água de
densidade igual a 1,0 g/cm³. Nesta situação,
podemos afirmar que a porcentagem do volume
total do bloco que permanece imersa é
A) 10%
B) 50%
C) 75%
D) 90%
E) 100%
QUESTÃO 29) Logo após saltar do avião, um
paraquedista atingiu a velocidade de 53 m/s.
Quando abriu o paraquedas, essa velocidade foi
reduzida para 5,0 m/s em um intervalo de tempo
igual a 6,0 s. Considerando a massa do conjunto
paraquedista e paraquedas igual a 70 kg, a
intensidade média da força resultante, em
newtons, que atuou no conjunto, nesse intervalo
de tempo, foi igual a:
A) 58
B) 560
C) 620
D) 700
E) 880
QUESTÃO 30) Dois corpos de massa M1 e M2,
com M1 < M2, estão em queda livre ( despreze a
resistência do ar ). Em relação a esta afirmação,
qual das afirmativas abaixo é a CORRETA?
QUESTÃO 28) O diagrama P x V da figura
ilustra uma transformação cíclica que um gás
ideal realiza através de um sistema cilindropistão.
Podemos afirmar que o trabalho realizado pelo
gás em todo o ciclo, em joules, é igual a:
A) 2 x 105
B) 1 x 105
C) 1 x 106
D) 2 x 106
E) 2,5 x 106
– 12 –
A) O de massa M1 flutua, e o de massa M2 desce
acelerado.
B) Os dois corpos caem com aceleração
proporcional às suas massas.
C) Em queda livre, a aceleração dos dois corpos
independe de suas massas, sendo constante e
igual a g.
D) A aceleração escalar de M1 é sempre
negativa.
E) A aceleração escalar de M2 é sempre positiva.
GABARITO
QUESTÃO 1
C
QUESTÃO 16
D
QUESTÃO 2
D
QUESTÃO 17
B
QUESTÃO 3
E
QUESTÃO 18
C
QUESTÃO 4
A
QUESTÃO 19
C
QUESTÃO 5
B
QUESTÃO 20
B
QUESTÃO 6
B
QUESTÃO 21
D
QUESTÃO 7
A
QUESTÃO 22
C
QUESTÃO 8
B
QUESTÃO 23
E
QUESTÃO 9
A
QUESTÃO 24
E
QUESTÃO 10
D
QUESTÃO 25
E
QUESTÃO 11
C
QUESTÃO 26
A
QUESTÃO 12
B
QUESTÃO 27
D
QUESTÃO 13
C
QUESTÃO 28
ANULADA
QUESTÃO 14
E
QUESTÃO 29
B
QUESTÃO 15
D
QUESTÃO 30
C
22.Novembro.2015.
Fly UP