...

Roubo a ônibus na cidade de São Paulo

by user

on
Category: Documents
1

views

Report

Comments

Transcript

Roubo a ônibus na cidade de São Paulo
Roubo a Ônibus na Cidade de São Paulo
- Epidemologia do Crime e Análise do Problema Policial -
José Peres Netto
José Vicente da Silva
1
Introdução
Os roubos a ônibus, geralmente direcionados aos cobradores, constituem uma
típica modalidade criminosa das grandes cidades. Costumam ser repetitivos com relação
a algumas localidades da cidade e incidem preferencialmente nas áreas periféricas onde
o transporte coletivo é mais intenso. Nessas áreas o roubo a ônibus costuma ter muito
impacto na população, pois a experiência coletiva de medo, principalmente quando é
muito frequente, tende a difundir uma sensação de impotência e de revolta na já difícil
vida dos que utilizam esse meio de transporte para voltar do trabalho ou da escola.
O roubo a ônibus é um típico crime de bandidos jovens e iniciantes que se
satisfazem com férias de pouco mais de 50 reais. Esses criminosos que cometem crimes
menos elaborados costumam ser os mais previsíveis, são muito repetitivos e, por isso,
mais sujeitos à ação eficiente da polícia. Quando a polícia se aplica nesses casos os
crimes tendem a reduzir rapidamente. O problema é que freqüentemente a polícia age às
cegas, sem antes fazer um levantamento preciso do perfil do crime e do criminoso,
fazendo espalhafatosas operações e submetendo os passageiros a constrangedoras
revistas pessoais. O que precisamos na verdade é aplicar as soluções devidas num
problema que deve ser corretamente diagnosticado.
Levantando os roubos em ônibus
Um primeiro alerta deve ser colocado. O roubo a ônibus tem mostrado um
declínio no conjunto desses crimes na cidade: foram 10.407 casos no ano 2000, uma
redução de 6,5% em relação aos 11.126 roubos ocorridos em 1999. Todavia esse tipo de
crime, como os demais deve ser estudado nas diversas áreas onde se concentra e leva
pânico às populações. E nesses locais, onde passa a ser crítico, deve receber atenção
profissional competente dos policiais civis e militares responsáveis pela segurança
pública local. Os dados com que trabalhamos foram levantados pela SPTrans, empresa
gerenciadora do sistema de transportes coletivos na Capital, que registra todos os fatos
das empresas de ônibus.
Metodologia de estudo do problema
A análise criminal é uma metodologia cada vez mais importante no
gerenciamento da polícia moderna e eficiente. Essa metodologia se vale da organização
inteligente de banco de dados a partir de cuidadosa coleta e registro dos dados
criminais. Quanto melhor a qualidade dos registros melhor se pode organizar os
detalhes de crimes que ocorrem em uma cidade ou em algumas de suas áreas. As
evidências são mais do que claras que 1) os criminosos tendem a se especializar em
determinadas modalidades de crimes; 2) os criminosos tendem a cometer o mesmo tipo
de crime do mesmo jeito (modus operandi) e no mesmo lugar; e 3) os crimes tendem a
se concentrar em algumas áreas da cidade, ao invés de serem espalhados uniformemente
pela cidade.
1. Registro dos fatos: O primeiro passo para se montar um levantamento dos
crimes é o registro no distrito policial da área onde cada fato ocorre. Esse passo
inicial é importante porque pode fornecer a qualidade dos dados para orientar
futuras ações tanto preventivas da PM, como da investigação, a cargo da Polícia
Civil. São especialmente importantes os seguintes dados:
2
●
●
●
Horário e endereço completo do local, com o nome e a numeração (número
ou km) do logradouro (rua, avenida, praça, estrada). Sem o número fica
difícil precisar os pontos críticos, principalmente de grandes avenidas ou de
estradas. Na impossibilidade da anotação do número, deve se pedir à vitima
algum tipo de referência que auxilie na localização como um ponto de
ônibus, um posto de gasolina, uma fábrica, proximidade de uma favela, etc.
Características dos assaltantes: fisionomia, compleição física, vestes.
Modus operandi: local em que entraram no ônibus, como se posicionaram,
como abordaram, trejeitos de voz e de corpo, palavras típicas usadas no ato
etc.
No registro dos assaltos a ônibus conviria que fosse adotado um boletim
eletrônico que orientasse todas as fases de entrada de dados, incluindo
opções de múltiplas alternativas para vários ítens de características dos
assaltantes e de seus modus operandi. O treinamento dos escrivães para
ampliar a qualidade da entrada de dados, por ocasião da confecção dos
boletins também deve ser programado.
2. Categorização: Se não houver um programa no computador para separar os
diferentes crimes segundo suas categorias, convém separar os levantamentos dos
roubos a ônibus de qualquer outra modalidade de roubos. Não se deve fazer, a
não ser por mera curiosidade estatística, a aglutinação, num ítem estatístico, de
diferentes modalidades de roubos que têm significado completamente diferentes
de um distrito para outro, pois num local pode estar se referindo a uma grande
quantidade de roubos a transeuntes e em outro o problema prioritário pode ser o
ônibus. A separação em categorias básicas pode permitir aos chefes policiais
locais definir suas prioridades de planejamento para ajustar as ações de
patrulhamento e de investigação. Essa é a primeira etapa de transformação de
dados brutos em informação.
3. Desdobramento: Os dados obtidos devem ser decompostos em sub-categorias
para oferecer a visão de múltiplos ângulos do problema. A título de sugestão,
neste caso concreto:
●
Quadro com o total de ocorrências por distrito policial, comparando-se
diferentes períodos. No nosso caso a comparação é anual, mas convém fazêla em cada área da cidade por mês.
3
Quadro 1: Roubos a cobradores de ônibus registrados no município de São Paulo
segundo os distritos policiais em 2000
DP
Jan
Fev
Mar Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
1º
2
1
1
1
6
1
0
1
0
3
0
0
16
1,3
2º
1
1
0
0
1
0
1
0
0
0
0
0
4
0,3
3º
0
1
0
1
1
2
0
2
0
2
1
0
10
0,8
4º
0
0
0
0
4
0
0
0
2
0
0
1
7
0,6
5º
0
0
0
0
1
0
0
0
1
0
0
0
2
0,2
6º
0
2
0
1
5
3
1
3
2
3
0
1
21
1,8
8º
1
2
0
4
2
2
2
2
0
0
0
1
16
1,3
12º
0
2
1
0
1
0
2
1
1
1
2
5
16
1,3
77º
0
1
0
0
1
0
0
0
2
1
0
0
5
0,4
78º
1
0
0
0
1
0
1
1
0
0
1
0
5
0,4
1ª SEC
5
10
2
7
23
8
7
10
8
10
4
8
102
8,5
16º
2
0
1
0
4
1
2
0
0
0
1
1
12
1,0
17º
6
9
3
3
9
11
3
3
0
2
8
2
59
4,9
26º
6
6
7
4
17
19
14
6
7
17
12
10
125
10,4
27º
6
1
1
1
4
4
0
0
3
4
2
1
27
2,3
35º
13
4
2
9
14
7
1
7
5
3
3
5
73
6,1
36º
2
2
0
0
1
0
0
0
1
0
1
0
7
0,6
83º
4
9
4
4
13
7
7
29
7
11
4
3
102
8,5
95º
13
7
11
1
22
6
10
3
5
5
11
24
118
9,8
96º
1
3
0
0
0
1
0
0
0
0
0
0
5
0,4
97º
16
6
10
10
9
10
7
24
9
13
7
4
125
10,4
2ª SEC
69
47
39
32
95
64
44
72
37
55
49
50
653
54,4
7º
4
7
1
3
4
2
4
7
8
2
0
2
44
3,7
14º
2
0
2
1
4
4
5
5
6
6
3
0
38
3,2
15º
0
0
0
0
1
3
1
0
2
0
0
1
8
0,7
23º
2
1
1
1
2
1
0
3
7
6
1
0
25
2,1
33º
0
6
4
0
10
3
4
4
6
2
2
1
42
3,5
34º
4
3
0
4
4
0
3
2
2
2
0
0
24
2,0
37º
4
13
3
1
8
2
5
4
9
8
4
6
67
5,6
46º
2
0
3
9
14
6
5
10
4
1
2
4
60
5,0
51º
0
0
2
3
7
3
8
6
10
2
0
9
50
4,2
75º
24
17
26
36
31
40
55
59
31
20
31
23
393
32,8
87º
4
9
6
11
6
3
5
16
12
3
0
4
79
6,6
89º
0
0
1
0
0
0
0
0
9
1
1
1
13
1,1
4
DP
Jan
Fev
Mar Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
91º
0
0
0
1
2
0
3
0
0
0
0
0
6
0,5
93º
1
0
1
1
5
2
3
2
0
2
3
1
21
1,8
3ª SEC
47
56
50
71
97
67
103
119
104
57
47
52
870
72,5
9º
0
3
3
1
2
6
1
2
5
0
2
1
26
2,2
13º
1
2
2
2
1
2
4
2
3
2
1
2
24
2,0
19º
1
1
1
1
0
4
6
2
2
2
1
1
22
1,8
20º
3
2
3
8
6
2
2
0
1
2
1
0
30
2,5
28º
4
7
4
5
3
10
11
6
4
10
6
5
75
6,3
38º
1
6
6
6
2
5
19
10
5
6
15
4
85
7,1
39º
0
3
0
3
3
18
1
1
3
2
2
1
37
3,1
40º
1
3
5
2
5
11
4
15
7
15
7
4
79
6,6
45º
0
11
1
6
6
4
5
3
3
2
7
8
56
4,7
72º
22
30
11
11
2
6
9
14
13
18
10
9
155
12,9
73º
23
7
13
16
14
14
4
3
9
20
24
2
149
12,4
74º
6
12
8
16
11
16
31
21
32
15
12
8
188
15,7
90º
3
7
5
4
2
2
4
3
1
3
1
4
39
3,3
4ª SEC
65
94
62
81
57
100
101
82
88
97
89
49
965
80,4
10º
5
3
2
8
13
7
7
14
4
3
6
10
82
6,8
18º
1
0
0
1
2
2
0
0
2
2
2
0
12
1,0
21º
2
11
3
8
2
7
2
2
1
4
1
6
49
4,1
29º
5
7
3
1
1
5
3
6
3
3
0
11
48
4,0
30º
1
2
3
5
4
0
0
1
2
0
0
0
18
1,5
31º
1
1
1
5
3
2
0
1
2
1
1
2
20
1,7
42º
4
27
9
12
5
4
9
8
4
5
2
2
91
7,6
52º
2
0
0
0
7
0
1
0
3
1
0
5
19
1,6
56º
2
7
8
3
3
3
1
2
4
19
1
0
53
4,4
57º
0
2
1
1
1
0
0
0
0
0
0
1
6
0,5
58º
0
5
11
10
4
9
13
3
9
18
2
6
90
7,5
81º
3
0
1
0
0
0
1
0
1
0
0
0
6
0,5
5ª SEC
26
65
42
54
45
39
37
37
35
56
15
43
494
41,2
11º
5
6
3
3
2
7
5
9
11
12
7
3
73
6,1
25º
8
12
13
15
15
4
25
5
10
2
7
6
122
10,2
43º
2
0
0
1
1
1
0
0
1
0
1
1
8
0,7
47º
14
7
12
13
16
9
13
17
12
17
5
7
142
11,8
48º
5
3
1
1
0
1
2
2
1
3
0
0
19
1,6
5
DP
Jan
Fev
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
80º
1
0
4
1
0
2
1
0
2
2
5
7
25
2,1
85º
1
5
3
9
6
2
3
2
4
1
4
2
42
3,5
92º
6
12
14
22
16
11
8
10
16
8
10
8
141
11,8
98º
23
22
18
32
19
6
1
12
19
25
22
32
231
19,3
99º
1
1
1
0
0
1
0
0
0
0
5
0
9
0,8
100º
16
36
38
25
38
57
25
21
35
21
25
11
348
29,0
101º
8
11
6
2
1
3
7
9
9
4
10
3
73
6,1
102º
4
6
8
12
4
7
4
2
1
2
3
4
57
4,8
6ª SEC
94
121
121
136
118
111
94
89
121
97
104
84
22º
51
27
30
27
97
107
32
45
11
10
9
10
456
38,0
24º
12
4
5
4
2
5
4
14
5
4
9
14
82
6,8
32º
37
29
23
24
45
71
79
90
35
24
45
58
560
46,7
50º
39
33
56
45
63
40
28
71
53
77
40
65
610
50,8
59º
21
13
16
7
24
20
11
24
13
5
5
8
167
13,9
62º
6
5
5
13
6
30
11
13
5
3
0
14
111
9,3
63º
10
11
9
20
19
46
17
23
8
7
7
8
185
15,4
64º
26
22
10
9
12
42
13
20
15
14
21
17
221
18,4
65º
1
4
2
0
3
1
2
6
6
7
3
1
36
3,0
67º
11
29
38
37
33
92
35
111
36
40
20
23
505
42,1
68º
7
10
8
14
9
53
35
67
21
27
15
12
278
23,2
103º
4
10
15
21
47
17
31
29
19
24
46
32
295
24,6
197
217
221
360
524
298
513
227
242
220
262
7ª SEC 225
Mar Abr
1.290 107,5
3.506 292,2
41º
15
31
26
8
15
50
30
13
27
27
21
28
291
24,3
44º
13
7
11
18
16
15
13
33
60
41
20
10
257
21,4
49º
30
18
14
24
32
40
38
25
28
37
24
5
315
26,3
53º
4
6
3
5
9
11
6
4
6
2
3
10
69
5,8
54º
28
13
14
12
9
23
27
26
22
34
25
16
249
20,8
55º
17
5
17
17
20
12
8
10
8
4
11
11
140
11,7
66º
3
3
10
5
15
15
8
19
13
4
7
7
109
9,1
69º
32
35
32
51
65
110
86
50
50
39
42
45
637
53,1
70º
23
24
21
20
31
93
59
41
51
37
30
30
460
38,3
8ª SEC 165
142
148
160
212
369
275
221
265
225
183
162
732
681
762
1.007 1.282 959 1.143 885
839
711
710 10.407 867,3
MSP
696
2.527 210,6
6
Quadro 2: Roubos a cobradores de ônibus registrados no município de São Paulo
segundo os distritos policiais em 1999
DP
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
1º
2
0
1
0
3
0
1
0
1
1
1
0
10
0,8
2º
0
0
1
1
0
0
0
0
1
0
0
0
3
0,3
3º
1
2
0
3
2
1
1
1
2
1
0
2
16
1,3
4º
0
0
0
1
1
0
0
0
1
1
0
0
4
0,3
5º
0
1
0
1
0
0
0
0
0
0
1
0
3
0,3
6º
1
2
1
2
2
1
0
0
1
1
0
1
12
1,0
8º
1
1
2
0
3
1
1
4
7
0
0
3
23
1,9
12º
1
0
0
2
1
1
1
2
0
1
1
2
12
1,0
77º
1
1
1
3
2
0
0
0
1
0
0
3
12
1,0
78º
0
0
0
0
1
0
0
0
0
0
0
0
1
0,1
1ª SEC
7
7
6
13
15
4
4
7
14
5
2
12
96
8,0
16º
0
2
2
3
1
4
3
3
1
1
2
0
22
1,8
17º
0
7
2
8
14
16
3
3
2
10
5
1
71
5,9
26º
4
7
9
1
5
5
5
4
5
4
5
0
54
4,5
27º
1
3
3
4
5
0
3
3
3
2
12
12
51
4,3
35º
9
15
15
33
13
17
12
10
8
3
6
1
142
11,8
36º
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
1
1
2
0,2
83º
4
18
5
7
0
24
30
16
5
2
5
4
120
10,0
95º
7
6
10
6
5
6
5
6
5
8
7
8
79
6,6
96º
1
1
0
2
0
0
0
1
2
1
2
0
10
0,8
97º
18
9
11
20
18
18
21
24
11
8
10
0
168
14,0
2ª SEC
44
68
57
84
61
90
82
70
42
39
55
27
719
59,9
7º
0
3
8
4
3
3
10
5
17
3
6
2
64
5,3
14º
0
1
2
6
2
2
4
3
5
0
1
1
27
2,3
15º
1
3
2
2
1
0
0
0
0
1
1
0
11
0,9
23º
0
1
3
1
3
0
3
0
0
0
1
0
12
1,0
33º
3
3
3
3
2
4
6
2
3
3
0
4
36
3,0
34º
0
1
1
2
1
3
2
3
1
1
2
2
19
1,6
37º
10
4
6
13
6
12
14
5
4
4
1
4
83
6,9
46º
10
1
4
3
5
10
4
4
3
1
0
3
48
4,0
51º
2
3
3
9
2
12
5
10
10
8
4
3
71
5,9
75º
16
8
11
12
22
39
60
44
18
18
22
40
310
25,8
87º
9
6
9
9
6
6
6
6
14
9
4
3
87
7,3
89º
1
1
0
0
0
0
0
1
0
0
1
0
4
0,3
7
DP
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
91º
3
1
1
0
0
2
1
4
0
0
0
0
12
1,0
93º
4
5
2
3
7
1
2
3
2
1
1
1
32
2,7
3ª SEC
73
54
65
81
75
105
136
96
77
52
47
74
935
9º
6
1
1
3
1
2
4
2
0
3
2
1
26
2,2
13º
3
4
8
3
3
1
3
4
10
0
2
1
42
3,5
19º
0
6
2
0
1
14
3
2
1
2
3
1
35
2,9
20º
4
4
3
2
3
0
5
2
12
0
0
2
37
3,1
28º
4
12
7
3
4
1
5
2
1
2
1
3
45
3,8
38º
5
4
10
3
3
4
4
5
4
0
11
21
74
6,2
39º
11
6
5
4
4
1
4
5
4
4
2
4
54
4,5
40º
10
6
2
8
4
0
1
5
19
3
8
3
69
5,8
45º
8
4
13
10
12
18
7
3
2
2
3
4
86
7,2
72º
7
19
24
27
16
11
13
10
3
11
17
30
188
15,7
73º
27
33
20
25
14
4
17
6
14
9
6
8
183
15,3
90º
0
4
0
0
1
4
0
1
1
1
6
1
19
1,6
4ª SEC
85
103
95
88
66
60
66
47
71
37
61
79
858
71,5
10º
5
4
7
1
5
7
7
10
3
3
2
5
59
4,9
18º
1
0
1
4
7
4
2
2
2
0
0
0
23
1,9
21º
23
1
5
4
7
3
6
11
12
16
6
5
99
8,3
29º
1
0
1
0
4
10
3
2
2
2
4
9
38
3,2
30º
3
0
0
3
1
1
2
1
0
0
1
2
14
1,2
31º
0
0
1
2
3
3
2
1
2
3
1
0
18
1,5
42º
17
19
18
18
62
53
18
17
7
8
7
4
248
20,7
52º
0
1
0
1
1
1
1
1
2
1
1
2
12
1,0
56º
8
19
17
19
20
43
22
13
1
8
0
0
170
14,2
57º
0
0
0
1
1
4
0
0
1
1
0
0
8
0,7
58º
8
3
3
3
1
1
6
3
4
11
4
4
51
4,3
81º
0
1
1
0
2
0
0
1
0
0
2
0
7
0,6
5ª SEC
66
48
54
56
114
130
69
62
36
53
28
31
747
62,3
11º
5
11
11
9
2
7
7
4
7
9
10
2
84
7,0
25º
10
8
13
20
15
13
14
26
24
16
9
9
177
14,8
43º
2
2
2
8
9
5
2
0
1
1
3
0
35
2,9
47º
5
15
8
7
14
18
13
9
2
14
13
14
132
11,0
48º
11
7
5
5
9
12
3
7
7
7
5
1
79
6,6
80º
1
0
1
2
6
2
7
2
2
3
0
0
26
2,2
8
DP
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
85º
32
29
25
12
13
12
4
8
92º
15
20
19
28
72
48
48
98º
9
26
23
50
61
53
99º
11
2
8
2
2
100º
15
23
14
25
101º
28
29
30
102º
6
12
6ª SEC 150
Ago Set
Out
Nov
Dez
Total
MM
8
8
0
4
155
12,9
18
13
8
10
2
301
25,1
44
34
35
19
17
10
381
31,8
1
0
5
2
4
1
0
38
3,2
20
26
32
18
17
18
21
19
248
20,7
8
21
21
15
18
13
18
16
7
224
18,7
9
9
36
34
21
22
8
10
9
1
177
14,8
184
168
185
280
252
210
171 139
135
114
69
2.057 171,4
22º
29
26
33
29
24
27
32
40
33
17
22
36
348
29,0
24º
14
5
15
6
7
4
9
14
7
3
4
4
92
7,7
32º
8
64
44
83
118
48
55
49
57
89
43
24
682
56,8
50º
9
16
19
7
24
47
24
37
33
49
49
18
332
27,7
59º
7
7
11
14
13
13
4
3
10
9
15
10
116
9,7
62º
11
2
7
5
3
1
6
13
6
2
1
2
59
4,9
63º
3
2
4
10
20
25
11
22
4
8
7
6
122
10,2
64º
21
5
20
20
17
14
15
27
17
46
14
19
235
19,6
65º
9
6
3
0
10
13
11
12
8
8
2
8
90
7,5
67º
16
18
31
25
39
31
14
16
25
8
9
7
239
19,9
68º
8
6
19
12
13
5
3
5
4
6
3
2
86
7,2
103º
20
26
37
18
28
35
29
30
40
31
12
12
318
26,5
7ª SEC 155
183
243
229
316
263
216
268 244
276
181
148
2.719 226,6
41º
13
18
20
26
43
52
59
21
19
25
23
16
335
27,9
44º
19
17
63
55
28
22
14
13
20
14
7
30
302
25,2
49º
25
33
33
37
39
36
33
22
41
27
20
12
358
29,8
53º
8
11
17
6
17
13
11
13
7
18
6
7
134
11,2
54º
30
6
38
30
25
28
23
14
17
8
21
16
256
21,3
55º
45
31
48
42
20
15
13
14
10
6
9
7
260
21,7
66º
17
20
14
20
33
16
13
22
12
20
9
3
199
16,6
69º
41
63
58
69
70
69
52
51
56
62
61
27
679
56,6
70º
48
43
90
56
36
44
34
27
42
19
18
15
472
39,3
8ª SEC 246
242
381
341
311
295
252
197 224
199
174
133
889 1.069 1.077 1.238 1.199 1.032 918 847
796
662
573 11.126 927,2
MSP
826
2.995 249,6
9
Quadro 3: Roubos a cobradores de ônibus registrados no município de São Paulo
segundo os distritos policiais em 1998
DP
Jan
Fev Mar Abr Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
1º
1
2
0
10
2º
0
0
0
3º
4
2
4º
1
5º
Nov Dez Total
MM
4
4
0
2
2
1
1
2
29
2,4
2
0
0
1
0
0
0
0
0
3
0,3
2
3
0
0
0
1
2
2
2
1
19
1,6
0
0
1
0
1
1
0
2
0
0
0
6
0,5
2
1
0
0
1
0
1
1
0
0
1
0
7
0,6
6º
1
0
0
4
0
0
2
0
2
0
1
2
12
1,0
8º
0
3
1
1
1
0
1
2
2
0
0
0
11
0,9
12º
2
0
0
3
1
0
0
3
0
0
1
0
10
0,8
77º
2
0
1
1
1
0
1
0
1
0
1
0
8
0,7
78º
0
0
1
0
0
0
1
1
0
0
1
0
4
0,3
1ª SEC
13
8
5
25
7
6
9
10
9
3
8
6
109
9,1
16º
3
8
6
1
3
3
1
5
2
0
6
1
39
3,3
17º
4
4
1
2
8
6
6
5
6
5
8
1
56
4,7
26º
11
16
23
8
5
3
3
3
4
15
14
8
113
9,4
27º
8
10
2
4
3
7
10
8
5
5
11
0
73
6,1
35º
18
15
10
19
56
35
49
24
28
32
24
15
325
27,1
36º
1
1
0
0
3
0
0
0
1
0
0
0
6
0,5
83º
1
4
14
8
9
12
6
6
3
15
9
1
88
7,3
95º
6
3
4
1
3
24
9
7
15
15
11
9
107
8,9
96º
1
1
0
1
1
2
1
1
2
0
1
5
16
1,3
97º
3
4
4
8
11
14
17
15
17
30
30
13
166
13,8
2ª SEC
56
66
64
52
102
106
102
74
83
117
114
53
989
82,4
7º
2
2
10
5
1
0
2
4
7
1
2
7
43
3,6
14º
1
4
2
1
2
4
0
1
4
2
1
2
24
2,0
15º
0
0
0
1
3
1
0
0
1
1
2
0
9
0,8
23º
1
2
1
2
0
2
2
1
4
3
1
0
19
1,6
33º
13
10
6
10
5
7
9
6
14
8
18
4
110
9,2
34º
2
0
2
0
1
0
1
0
1
2
3
3
15
1,3
37º
4
4
6
3
5
10
10
6
6
5
5
8
72
6,0
46º
1
0
1
0
0
1
2
5
18
6
1
1
36
3,0
51º
3
2
1
1
5
2
4
10
4
4
4
5
45
3,8
74º
12
12
11
15
8
14
17
8
26
16
7
9
155
12,9
75º
3
5
2
7
8
2
11
21
48
12
17
6
142
11,8
87º
5
3
6
4
12
12
3
6
10
8
7
13
89
7,4
10
DP
Jan
Fev Mar Abr Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
89º
1
4
2
1
91º
0
1
8
93º
3
0
3ª SEC
51
9º
Nov Dez Total
MM
0
0
0
1
0
0
3
2
14
1,2
3
9
7
6
1
2
0
0
0
37
3,1
1
1
4
1
0
3
1
5
3
3
25
2,1
49
59
54
63
63
67
73
146
73
74
63
835
69,6
0
2
2
0
0
1
5
2
4
4
1
1
22
1,8
13º
2
8
2
16
5
4
6
2
1
2
0
0
48
4,0
19º
4
6
2
3
4
0
7
13
5
7
11
4
66
5,5
20º
1
2
2
0
1
3
2
5
3
3
7
2
31
2,6
28º
19
3
2
5
1
12
8
9
6
4
2
0
71
5,9
38º
5
2
8
12
1
4
16
8
4
4
3
2
69
5,8
39º
2
1
2
4
1
2
4
3
7
9
11
6
52
4,3
40º
1
8
12
27
9
12
17
4
7
7
14
7
125
10,4
45º
7
4
6
6
3
4
6
9
19
11
2
4
81
6,8
72º
12
3
22
21
9
18
25
10
13
11
5
8
157
13,1
73º
10
25
12
9
14
12
12
14
10
21
26
20
185
15,4
90º
2
1
5
1
2
1
6
2
4
1
11
1
37
3,1
4ª SEC
65
65
77
104
50
73
114
81
83
84
93
55
944
78,7
10º
12
12
6
2
11
12
9
11
8
10
21
2
116
9,7
18º
1
0
4
2
3
0
1
2
7
2
2
0
24
2,0
21º
5
9
10
30
19
16
19
18
19
11
5
3
164
13,7
29º
11
6
1
1
4
2
5
6
5
3
2
1
47
3,9
30º
6
4
1
1
3
3
0
2
2
1
0
3
26
2,2
31º
13
2
7
2
4
3
6
7
2
0
1
4
51
4,3
42º
11
5
13
20
18
12
14
28
19
12
9
11
172
14,3
52º
0
2
2
0
2
1
3
3
0
2
5
1
21
1,8
56º
15
12
19
12
20
4
14
12
40
12
2
5
167
13,9
57º
1
0
0
0
0
1
1
0
1
0
0
0
4
0,3
58º
5
1
4
5
6
13
10
13
5
1
2
5
70
5,8
81º
1
1
1
0
2
2
3
1
0
0
0
0
11
0,9
5ª SEC
81
54
68
75
92
69
85
103
108
54
49
35
873
72,8
11º
8
1
4
3
12
8
7
6
5
5
10
5
74
6,2
25º
10
4
10
6
10
8
4
13
10
9
17
6
107
8,9
43º
3
2
2
1
3
7
10
3
9
16
13
4
73
6,1
47º
5
3
17
25
21
43
32
26
22
14
21
15
244
20,3
48º
9
13
10
12
8
6
9
13
15
10
12
2
119
9,9
11
DP
Jan
Jun
Jul
Ago
Set
Out
80º
2
4
6
0
2
3
5
2
6
11
5
2
48
4,0
85º
4
7
28
11
15
16
15
20
22
45
29
3
215
17,9
92º
13
12
23
20
15
34
37
22
35
11
7
7
236
19,7
98º
21
29
26
53
44
56
44
11
42
59
61
26
472
39,3
99º
2
0
5
0
2
1
4
2
2
11
8
1
38
3,2
100º
19
20
30
13
10
9
12
7
24
16
21
28
209
17,4
101º
1
12
28
6
19
14
16
24
34
32
28
8
222
18,5
102º
2
3
1
2
2
5
1
8
8
6
6
19
63
5,3
6ª SEC
99
110
190 152
163
210
196
157
234
245
238
126 2.120
176,7
22º
20
18
12
33
33
27
9
31
33
23
18
38
295
24,6
24º
26
3
6
6
17
14
10
6
18
31
9
6
152
12,7
32º
34
37
54
17
9
14
8
26
15
23
23
13
273
22,8
50º
13
7
9
7
52
31
25
59
14
17
26
11
271
22,6
59º
3
5
8
5
5
4
5
8
9
12
3
16
83
6,9
62º
1
10
6
4
6
3
4
5
4
6
5
1
55
4,6
63º
3
3
4
4
3
2
3
3
2
1
3
1
32
2,7
64º
36
12
20
28
33
20
32
41
24
43
18
21
328
27,3
65º
4
6
8
22
14
10
14
13
20
11
9
2
133
11,1
67º
2
20
22
6
18
29
12
9
14
3
18
9
162
13,5
68º
11
7
10
9
4
8
7
13
9
2
4
5
89
7,4
103º
24
33
13
18
10
30
12
20
15
24
31
12
242
20,2
7ª SEC
177
161
172 159
204
192
141
234
177
196
197
135 2.115
176,3
41º
23
31
28
32
27
24
33
41
19
29
43
23
353
29,4
44º
22
60
29
17
16
18
25
24
36
34
18
23
322
26,8
49º
94
40
49
44
108
71
81
80
79
25
30
24
725
60,4
53º
21
13
7
21
23
20
34
38
23
14
19
8
241
20,1
54º
48
66
20
13
46
40
48
26
14
3
29
54
407
33,9
55º
55
56
34
17
78
56
82
93
60
22
14
23
590
49,2
66º
26
32
25
26
27
13
37
46
39
19
27
13
330
27,5
69º
88
121
100
43
53
60
65
64
65
89
91
70
909
75,8
70º
88
92
68
81
52
54
50
73
72
67
48
44
789
65,8
8ª SEC
465
511
360 294
430
356
455
485
407
302
319
282 4.666
MSP
Fev Mar Abr Mai
Nov Dez Total
MM
388,8
1.007 1.024 995 915 1.111 1.075 1.169 1.217 1.247 1.075 1.062 755 12.652 1.054,3
12
●
Mapa com os distritos críticos, diferenciados os diferentes graus de
incidência por algum recurso gráfico
13
14
●
Gráfico geral da cidade sobre a incidência mensal de roubo em ônibus ao
longo do ano
15
16
●
Gráfico geral da cidade sobre a incidência mensal de roubo em ônibus ao
longo do ano
17
18
19
20
●
Gráfico sobre os horários de maior incidência, na área de cada distrito com
elevado número de ocorrências
21
22
23
●
Gráfico sobre o período de maior incidência, na área de cada distrito com
elevado número de ocorrências
24
25
26
●
Relação das ruas, em cada distrito, com as maiores incidências.
Logradouros do 22º DP
Ocorrências
Porcentagem
Av. Marechal Tito
116
25,4
Av. São Miguel
55
12,1
Av. Dr. José Artur da Nova
51
11,2
Pça. Pe. Aleixo Monteiro Mafra
32
7,0
Av. Pires do Rio
41
9,0
Av. Nordestina
31
6,8
Soma
326
71,3
Demais 44 Logradouros
130
28,5
Total
456
100,0
Ocorrências
Porcentagem
R. Damasio Pinto
242
43,2
Av. Pires do Rio
151
27,0
R. Criuva
33
5,9
R. Cardon
28
5,0
R. Suzana de Melo
27
4,8
Soma
481
85,9
Demais 26 Logradouros
79
14,1
Total
560
100,0
Logradouros do 32º DP
27
Logradouros do 22º DP
Ocorrências
Porcentagem
Av. Marechal Tito
107
17,5
R. Itajuibe
97
15,9
R. Dr. José Pereira Gomes
54
8,9
Av. Academia de São Paulo
34
5,6
Estr. Dom João Nery
26
4,3
Av. Fernando Pacheco Jordão
24
3,9
R. Manoel Bueno da Fonseca
24
3,9
R. Padre Virgilio Campelo
24
3,9
Av. Bandeira do Cataguases
22
3,6
Praça Damasco Coelho de Pinho
16
2,6
R. Domingos de Martins Pacheco
16
2,6
R. Tiburcio de Souza
14
2,3
Av. Barão de Alagoas
13
2,1
Av. Dr. Almiro Leal da Costa
10
1,6
Soma
481
78,9
Demais 59 Logradouros
129
21,1
Total
610
100,0
Ocorrências
Porcentagem
Av. Teodoro Bernardo do Nascimento
83
16,4
Av. Flamingo
64
12,7
Av. Nordestina
55
10,9
Av. João Batista Santiago
39
7,7
R. João Correa de Magalhães
38
7,5
R. Jerônimo Barbosa da Silva
23
4,3
R. Cônego Antonio Manzi
21
4,2
R. Romualdo de Souza Brito
21
4,2
Estr. Dom João Nery
20
4,0
Av. Dois
12
2,4
Praça Mãe Preta
12
2,4
R. Rio Caleguai
11
2,2
R. Aricanga
10
2,0
R. Pe. Vicente de Araújo
10
2,0
Soma
419
83,0
Demais 39 Logradouros
86
17,0
Total
505
100,0
Logradouros do 67º DP
28
Logradouros do 69º DP
Ocorrências
Porcentagem
Av. Sapopemba
401
63,0
Av. Arq. Vilanova Artiga
42
6,6
Estr. da Barreira Grande
39
6,1
R. Barra da Caete
25
3,9
R. Nova Brasília
25
3,9
Soma
532
83,5
Demais 30 Logradouros
105
16,5
Total
456
100,0
Ocorrências
Porcentagem
Av. Sapopemba
235
51,1
Av. Manoel Pimentel
35
7,6
Av. Primavera de Caiena
35
7,6
Av. do Oratório
23
5,0
Estr. da Casa Grande
20
4,3
Soma
348
75,7
Demais 36 Logradouros
112
24,3
Total
460
100,0
Ocorrências
Porcentagem
Rodovia Raposo Tavares
124
31,6
Av. Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia
73
18,6
R. Nazir Miguel
27
6,9
Av. Vaticano
23
5,9
R. José Porfírio de Souza
22
5,6
Av. Eng. Hugo Takahashi
13
3,3
R. Pe. João da Cunha
13
3,3
Soma
295
75,1
Demais 42 Logradouros
98
24,9
Total
393
100,0
Logradouros do 70º DP
Logradouros do 75º DP
Esta etapa refina a informação pois começa a oferecer padrões de
compreensão do fenômeno pois permite observar onde os crimes ocorrem com
maior intensidade (ruas, trechos, empresas), os dias e horários preferidos pelos
assaltantes.
4. Análise dos dados: A etapa mais importante é o estabelecimento de relações
entre as informações. Começando com os dias e horários mais incidentes em
cada rua ou micro-região e examinando o modus operandi mais comum (existem
29
dois modos mais típicos: 1) o assaltante toma o ônibus bem antes do local do
assalto, pratica o crime e desce no local; 2) o assaltante invade o ônibus a partir
do ponto de parada, executa o assalto e desce ali mesmo). A essas informações
podem ser agregados dados de análise que demandam conhecimento da
dinâmica de cada local: bares, danceterias, saídas de escola, volume de trânsito,
iluminação etc. Outros fatores que possam ser agregados para a compreensão do
problema devem ser considerados para se cogitar a participação de outros
responsáveis: uso de catraca eletrônica e de passes, utilização de cofres,
treinamento de motoristas e cobradores, etc.
A partir dessa etapa cabe importante levantamento adicional, que não
consta do presente trabalho, o trabalho da equipe de investigação de cada
distrito em identificar os principais assaltantes. Para isso é importante a primeira
etapa de levantamento de características dos assaltantes, que pode permitir
refinamento da identificação através de fotografias e retratos falados com as
vítimas, além de informações adicionais com informantes.
Definindo e implantando estratégias
5. As estratégias: Da análise do problema surgem possibilidades variadas de
intervenção para sua redução, o que deve ser examinado no planejamento
conjunto do delegado titular do distrito e do comandante do policiamento da PM
da mesma área. O ajuste das ações deve ser definido estritamente em bases
locais e deve buscar a sintonia das ações. Nos casos em que os principais
assaltantes estão identificados, pode caber a tentativa de detenção. Se os crimes
ocorrem durante o trajeto, podem caber (nas linhas, ruas, dias e horários mais
prováveis): 1) a colocação de policiais em atividade sigilosa; 2) a operação de
constranger os passageiros a descer do coletivo para uma revista geral. Se os
crimes ocorrem a partir da invasão dos ônibus nos pontos de parada, pode ser
melhor a revista de pessoas nos pontos mais visados, segundo o mapeamento
feito. Podem ser examinadas as possibilidades de adoção de medidas adicionais:
negociar com as empresas de ônibus a instalação de cofres, solicitar melhoria de
iluminação, instalação de luzes externas de alarme nos ônibus etc.
6. Disseminação: Esta fase se refere à distribuição de relatórios e análises
compreensivas para o pessoal operacional para a adoção das medidas
operacionais adequadas às estratégias adotadas.
7. Acompanhamento: O crime é dinâmico e a cada ação da polícia podem surgir
diferentes reações dos bandidos. A revista de passageiros em ônibus pode
resultar na busca de novas táticas como assaltar a partir do ponto de parada;
linhas mais tranqüilas nas proximidades podem receber a migração dos bandidos
afugentados das áreas de maior incidência; assaltantes de ônibus podem começar
a atacar pequenos comércios. Portanto, a partir da aplicação das ações
operacionais os chefes policiais devem refinar a observar sobre a mudança de
local e de modalidade dos crimes na área, para ajuste das ações.
30
A Situação Concreta em São Paulo
Breve Análise Geral
A análise dos últimos três anos (1998 a 2000) mostra uma leve redução dos
roubos a ônibus na Capital, porém com um média mensal superior a 860 roubos
registrados nos distritos policiais. Há que se considerar que nem todos os casos são
registrados na polícia.
O distrito policial de maior incidência em 1998 foi o 69º DP (Teotônio Vilela, na
zona leste) com 909 registros. Seguiu-se o distrito vizinho, o 70º DP (Sapopemba) com
789 registros. Em 1999 a maior incidência aparece no 32º DP (Itaquera) com 682 casos
e o segundo distrito nessa modalidade de crime foi o 69º DP, o campeão do ano
anterior, com 679 registros. No ano 2000 o 69º DP voltou a ser o de maior incidência
com 637 casos, ficando o 50º DP em segundo lugar, com 610 registros. Os cartogramas
1, 2 e 3 mostram a localização dessas unidades policiais, evidenciando que o problema
se concentra nas franjas da zona leste da Capital.
O exame dos cartogramas mostra que houve redução na parte sul e aumento na
parte norte da zona leste da cidade. Na zona sul da cidade houve declínio de maneira
geral nos distritos policiais, com exceção do 100º DP (Jardim Herculano). Na região
oeste o único distrito policial que teve crescimento desse delito - e em níveis
preocupantes foi o 75º DP (Jardim Arpoador). Na zona norte essa modalidade de crime
é pouco freqüente, restringindo-se a três distritos policiais, todos com baixa incidência:
72º DP (Vila Penteado), 73º DP (Jaçanã) e 74º DP (Parada de Taipas). A zona centro, a
parte "nobre" da zona leste, quase toda a oeste, a parte central da zona sul e a maior
parte da norte mostram baixíssima incidência desse tipo de crime.
A análise do 75º DP (Jardim Arpoador)
A título de exemplo parcial de levantamento de dados e desenvolvimento de
informações básicas separamos o caso do 75º DP, o único da zona oeste que é
problemático nos roubos a ônibus.
Principais tópicos de interesse:
1. Dias da semana críticos: destacadamente sextas e sábados, sendo domingos e
quartas feiras os dias de menor incidência.
2. Horários críticos - das 20 às 23 horas (graf.75c), detalhando que o período de maior
incidência é o noturno.
3. Locais de maior incidência.
● Rodovia Raposo Tavares, nos quilômetros 15 (onde ocorreram 73% dos casos
dessa rodovia), km 16 (11% dos casos da rodovia);
● Avenida Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, entre os números 7.000 a 7.999
(49% dos casos nessa avenida), entre 4.000 e 4.999 (15% dos casos);
● Rua Nazir Miguel, entre os números 100 e 199 (48% dos casos nessa rua) e
entre os números 500 a 599 (33% dos casos);
● Avenida Vaticano, sem especificação de localização foram anotados 47% dos
casos (veja-se a necessidade de registrar o detalhe da localização) e entre os
números 100 a 199 (39 % dos casos ocorridos nessa rua);
● Avenida José Porfírio de Souza, entre os números 100 a 199 (54% dos casos).
31
A análise do problema na área do 75º Distrito Policial deveria levar em
consideração os pontos mencionados da metodologia, com cuidadoso exame de cada
um desses locais de maior incidência para se estudar as estratégias necessárias. O
acompanhamento da dinâmica do crime deve ser tratado para se verificar as alterações
de locais, dias e horários, bem como os locais e estratégias que mostraram a redução dos
eventos criminosos.
Demais distritos policiais com média mensal superior a 40 ocorrências em 2000
Foram considerados como de alta ou altíssima incidência os seguintes distritos
policiais: 22º DP - São Miguel Paulista, 32º DP - Itaquera, 50º DP - Itaim Paulista, 67º
DP - Jardim Robru, 69º DP - Teotônio Vilela e 70º DP - Sapopemba.
Os gráficos destes distritos correspondentes aos dias da semana, horário e
período, além dos róis dos logradouros prediletos dos ladrões, estão presentes no
trabalho. Através deles pode-se notar a acentuada predileção pelo período noturno (das
18 ás 24 horas), no entanto os dias da semana preferidos variam de distrito para distrito,
e que só a análise pontual de cada um servirá para direcionar a ação policial. Se
houvesse ação direcionada o 69º DP deixaria rapidamente de ser o campeão, pois nele
dois terços dos roubos ocorrem na Av. Sapopemba e metade de todos os registros
acontecem entre os números 11.000 e 12.500.
Conclusão
A metodologia de análise de que tratamos não difere muito da abordagem dos
demais crimes em cada área de policiamento, no caso os distritos policiais.
A polícia moderna deve trabalhar com variáveis específicas, ao invés de fazer
policiamento preventivo e repressivo genéricos. É evidente que existem muitas
modalidades de crime ocorrendo em qualquer área, mas as organizações policiais locais
devem selecionar as de maior incidência e gravidade para ajustar esforços direcionados
para sua redução. Um programa de trabalho baseado em diagnósticos mais precisos
pode permitir a racionalização dos recursos e aumento da eficácia. Se roubos a ônibus
ocorrem predominantemente às sextas feiras e sábados, entre 20 e 23 horas e em
determinados locais, o policiamento deve ter outros planos para outros dias, horários e
localidades referentes a outros crimes preocupantes na área. Provavelmente se houver
um ataque direcionado aos roubos a ônibus, cairá a incidência desse delito, porém
poderá crescer o roubo a perueiros. Diagnosticar, selecionar, planejar, agir, avaliar
devem ser comportamentos de uma polícia voltada para a eficácia, no caso a redução
dos crimes em sua área de responsabilidade.
Os níveis superiores de supervisão e apoio, como as delegacias seccionais da
Polícia Civil e os batalhões da PM, devem acompanhar o desempenho de suas unidades
subordinadas e apoiar suas ações com recursos de forças táticas e de investigação. Cabe
também a essas instâncias superiores de administração do policiamento territorial
acompanhar a evolução do roubo em ônibus, como de outros crimes típicos da região,
para verificar a eventual migração para distritos policiais vizinhos, acionando as forças
policiais para contê-los.
32
Fly UP