...

capítulo 4 - dos distintivos - Corpo de Bombeiros Militar do Estado

by user

on
Category: Documents
12

views

Report

Comments

Transcript

capítulo 4 - dos distintivos - Corpo de Bombeiros Militar do Estado
CAPÍTULO IV
Dos Distintivos
Art. 44. O presente Capítulo trata do uso e da descrição geral dos distintivos que são usados
nos uniformes básicos ou peças complementares.
Art. 46. Para efeito de aplicação e uso, tendo como finalidade o
equilíbrio e angulação adequados, os distintivos deverão possuir
linhas verticais e horizontais imaginárias que coincidirão
respectivamente com a linha média da largura e altura dos
referidos distintivos, orientando o seu correto posicionamento.
Fig. xx
Art. 46 - Os dis tintivos em vigor são os seguintes:
I – Bandeira em miniatura da República Federativa do Brasil;
II – Bandeira em miniatura do Estado do Rio de Janeiro;
III – Símbolo do Corpo de Bombeiros;
IV – Emblema do Corpo de Bombeiros;
V – Insígnia Base da Corporação;
VI – Cursos do CBMERJ;
VII – Quadro, Especialidade e Qualificação de Bombeiro Militar;
VIII – Organização de Bombeiro Militar;
IX – Comando Operacional de Organização de Bombeiro Militar.
Art. 47 – A bandeira em miniatura da República Federativa
do Brasil terá as dimensões de 90 x 60 mm, conservada a
proporcionalidade entre as dimensões de suas figuras.
§ 1º – este distintivo será usado nas túnicas, camisa bege
escuro, jaquetas, vestia, blusa de brim e macacões, quando
o militar estiver em trânsito, desempenhando missões ou
cursando fora do país.
§ 2º – sua aplicação se dará na manga direita, tendo seu
topo colocado a 40 mm abaixo da costura do ombro das
túnicas, camisa bege-escuro meia manga, jaquetas; e a 65
mm nas véstias, blusas de brim e macacões.
48 – A bandeira em miniatura do Estado do Rio de
Janeiro terá as dimensões de 90 x 60 mm, conservada a
proporcionalidade entre as dimensões de suas figuras.
§ 1º – este distintivo será usado nas túnicas, camisa bege
escuro meia manga, jaquetas , vestia, blusa de brim e
macacões.
§ 2º – sua aplicação se dará na manga direita, tendo seu
topo colocado a 35 mm abaixo da costura do ombro das
túnicas, camisa bege-escuro meia manga, jaquetas; e a 60
mm nas véstias, blusas de brim e macacões.
Fig xx.
Art.
63
Fig xx.
§ 3º - quando o militar estiver em trânsito, desempenhando
missões ou cursando fora do país, a bandeira em miniatura
do Estado do Rio de Janeiro deverá ser substituída pela
bandeira em miniatura da República Federativa do Brasil.
Art. 49 - O símbolo do Corpo de Bombeiros será composto
por duas machadinhas de prata com cabos dourados
ensarilhadas a um facho, também dourado, sustentando
chamas vermelhas, os quais estarão emoldurados, na
base e nas laterais, por um enlaçamento de duas
mangueiras prateadas com esguichos dourados, e, tendo,
ao centro, um escudo orlado de prata e de fundo vermelho,
brocado sobre tudo, onde estará contida uma estrela
singela dourada.
Fig xx.
Art. 32 E – O Emblema do Corpo de Bombeiros :
Será confeccionado em tecido, constituído do símbolo do Corpo
de Bombeiros, com 46 mm de altura, conservando suas
dimensões, inserido e centralizado em duas circunferências
concêntricas com contornos em linhas pretas, e diâmetro de 50 e
70 mm, a interseção entre elas com fundo cinza claro e entre a
maior e a menor com fundo vermelho, onde estará inscrito, de
forma também concêntrica, “CORPO DE BOMBEIROS MILITAR
DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – 1856 -”,em letra tipo
bastão, de cor banca, com 3 mm de altura e linha de 0,5 mm ,
Fig xx.
acompanhando e ocupando todo o entorno da referida área.
O referido distintivo será afixado na manga esquerda das túnicas
e camisa bege meia manga, a 60 mm da costura superior da
manga.
Art. 50 - A insígnia base compõe-se de um facho vertical
ensarilhado a duas machadinhas cruzadas, contendo uma
estrela singela sobre o cruzamento;
Fig. xx
64
Art. 51 – Os distintivos dos cursos de formação, habilitação, especialização e
extensão seguirão as seguintes prescrições:
I – Distintivos dos cursos de formação:
a) Curso de Formação de Oficiais (CFO) - compõe-se
da insígnia base dourada, contendo sobre as chamas do
facho, uma águia prateada de asas abertas, com a
cabeça voltada para a direita. Na parte inferior, dentro de
uma faixa, estarão contidos os dizeres "ALIENAM
VITAM ET BONA SALVARE". A efígie da Fênix deverá
sobrepor o símbolo do CBMERJ, o que representará a
bravura e a nobreza do oficial, acima das chamas do
símbolo do CBMERJ, aflorará a cabeça e o corpo da
Fênix em formato flamejante.
Fig xx.
Dimensões: 25 mm de altura por 44 mm de largura.
a) Curso de Formação de Oficiais de saúde (CFOS) -
Aguardando remessa da descrição heráldica
e regulamentação.
Dimensões: 35 mm de diâmetro.
Fig xx.
b) Curso de Formação de Sargentos (CFS) – será
constituído de um círculo prateado, com diâmetro
medindo 2,0 cm, borda em relevo medindo 1 mm,
possuindo em seu interior, também em relevo, o símbolo
do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças
(CFAP), que terá, ao seu redor, chamas com 0,5 cm
simbolizando a luz do conhecimento que levou os
concludentes do CFS a mudarem de círculo pela 1ª vez
em sua carreira de Bombeiro-Militar
§ 1º - será confeccionado em metal quando usado nos
uniformes administrativos e bordado para os uniformes
operacionais.
Fig xx.
Dimensões: 40 mm de altura por 40 mm de largura.
65
c) Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS)
– o distintivo do CURSO ESPECIAL DE FORMAÇÃO DE
SARGENTOS é semelhante ao do CEFC, diferenciandose deste por possuir, em acréscimo, ao seu redor,
chamas com 0,5 cm simbolizando a luz do conhecimento
que habilitou os concludentes do CEFS ao desempenho
das funções administrativas e operacionais próprias da
graduação.
Fig xx.
Dimensões: 40 mm de diâmetro.
d) Curso de Formação de Cabos (CFC):
O distintivo do CURSO DE FORMAÇÃO DE CABOS é
semelhante ao do CFSd, diferenciando-se deste por ter
em seu interior, em relevo, o símbolo do Centro de
Formação e Aperfeiçoamento de Praças, representando
o fato de ser este, o 1º Curso do BM realizado
obrigatoriamente naquele Centro.
Dimensões: 36 mm de altura por 36 mm de largura.
Fig xx.
e) Curso Especial de formação de Cabos (CEFC):
o distintivo do CURSO ESPECIAL DE FORMAÇÃO DE
CABOS será constituído de um círculo prateado, com
diâmetro medindo 2,0 cm, borda em relevo medindo 1
mm, possuindo em seu interior, também em relevo o
símbolo do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de
Praças, representado o fato de ser este, o 1º Curso do
BM realizado obrigatoriamente naquele Centro. Para uso
nos uniformes, será em metal para uniformes
administrativos e bordado para uniformes operacionais.
Dimensões: 35 mm de diâmetro.
f) Curso de Formação de Soldados (CFSd):
O distintivo do CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS
será constituído de uma figura geométrica losangular
prateada com medidas de diagonais iguais, lados
medindo 2,5 cm, bordas em relevo medindo 1 mm,
possuindo em seu interior, também em relevo o Brasão
do CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO
RIO DE JANEIRO (CBMERJ), representando a formação
do Soldado BM que, sendo feita em qualquer unidade da
Corporação, ressalta no novo Bombeiro Militar os seus
valores profissionais e morais necessários aos exercícios
da profissão. Para uso nos uniformes, será em metal para
uniformes administrativos e bordado para uniformes
operacionais.
Dimensões: 36 mm de altura por 36 mm de largura.
66
Fig xx.
Fig xx.
II – Cursos de Habilitação:
1 - Do Curso Superior de Bombeiro-Militar – CSBM
Dois ramos de louro dourado, tendo ao centro uma
insígnia base do Corpo de Bombeiros, tudo sobreposto a
uma espada.
Serão bordados na manga direita das túnicas, a 165 mm
do limite inferior da manga. Será bordado em linha
amarelo ouro para a túnica branca e linha cinza claro para
a túnica cinza.
Dimensões: 47 mm de altura por 44 mm de largura.
Fig xx.
Fig xx.
2 – Superior de Comando (combatente):
- A efígie da Fênix deverá subpor o símbolo do CBMERJ, ela
representa a bravura e a nobreza do Oficial, acima das
chamas do símbolo do CBMERJ, aflorará a cabeça e o corpo
da Fênix em formato flamejante, uma espada subposta à
Fênix, e passando pelo eixo de simetria vertical do distintivo.
Esta espada representará o aperfeiçoamento do Oficialato, em
toda a sua abrangência, dois ramos de louros formando uma
coroa ao redor do conjunto composto pela efígie da Fênix, o
símbolo do CBMERJ e a espada, a fim de simbolizar o
coroamento da sabedoria do Oficial no ensino da Corporação,
em nível de comando.
Serão bordados na manga direita das túnicas, a 165 mm
do limite inferior da manga. Será bordado em linha
amarelo ouro para a túnica branca e linha cinza escuro
para a túnica cinza.
67
Fig xx.
Dimensões: 47 mm de altura por 44 mm de largura.
Fig xx.
2 – Superior de Comando (saúde):
Aguardando remessa da descrição heráldica
Dimensões: 47 mm de altura por 44 mm de largura.
Fig xx.
Fig xx.
3- De Aperfeiçoamento de Oficiais – CAO (Fig. 105)
- Dois ramos de louro encimando duas espadas cruzadas
e, no centro, uma águia de asas abertas com a insígnia
base do Corpo de Bombeiros, conforme o desenho.
Dimensões: 44 mm de altura por 44 mm de largura.
68
Fig xx.
4 – Superior de Aperfeiçoamento (combatente):
A efígie da Fênix deverá subpor o símbolo do CBMERJ,
ela representa a bravura e a nobreza do Oficial, acima
das chamas do símbolo do CBMERJ, aflorará a cabeça e
o corpo da Fênix em formato flamejante, uma espada
subposta à Fênix, e passando pelo eixo de simetria
vertical do distintivo. Esta espada representará o
aperfeiçoamento do Oficialato, em toda a sua
abrangência.
Dimensões: 47 mm de altura por 44 mm de largura.
Fig xx.
4 – Supe rior de Aperfeiçoamento (saúde):
Aguardando remessa da descrição heráldica
Dimensões: 47 mm de altura por 35 mm de largura.
Fig xx.
4 – Capacitação ao Oficialato Superior:
Aguardando remessa da descrição heráldica
Dimensões: 47 mm de altura por 35 mm de largura.
Fig xx.
5 – habilitação ao Oficialato Administrativo e Especialista:
O distintivo do CURSO DE HABILITAÇÃO AO
OFICIALATO ADMINISTRATIVO E ESPECIALISTA é
semelhante ao do CAS, distinguindo -se deste por possuir
em seu ângulo superior, em acréscimo uma estrela na cor
dourada com 5 pontas, cada uma com 0,4 cm de distância
de seu ápice ao centro, simbolizando a conquista da
condição de Oficial BM.
Dimensões: 43 mm de altura por 41 mm de largura.
69
Fig xx.
Art. 38 - Os distintivos dos Quadros, Especialidade e Qualificações são os a seguir
discriminados:
I - QUADROS:
- Oficiais:
A -Combatente - Insígnia Base.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig. xx
b – Saúde:
1 – Especialidades
Médico - Uma serpente enleando um sabre.
Dimensões: 30 mm de altura por 8 mm de largura.
Fig xx.
Farmacêutico - Uma ânfora com uma serpente.
Dimensões: 30 mm de altura por 20mm de largura.
Fig xx.
Dentista – Um bordão enleado por duas serpentes .
Dimensões: 30 mm de altura por 12 mm de largura.
Fig xx.
70
Fonoaudiólogo –
Aguardando remessa da descrição heráldica
Dimensões: 30 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
Enfermeiro – Uma lamparina sobreposta a um sabre.
Dimensões: 30 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
Psicólogo – A letra grega PSI.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
Assistente Social – Uma tocha servindo de pendulo para uma
balança de pratos.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
Nutricionista – Aguardando
remessa da descrição heráldica
Aguardando
remessa da figura
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
Fig xx.
71
Fisioterapeuta – duas cobras enleando um raio.
Dimensões: 30 mm de altura por 16 mm de largura.
Fig xx.
C - Músico - Uma lira
Dimensões: 20 mm de altura por 15 mm de largura.
Fig xx.
D - Comunicação -- Um círculo irradiando quatro setas ortogonais
Músico .
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
e – Capelão
1 - Especialidade
católico - Uma cruz latina.
Dimensões: 30 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
72
2 - protestante – um livro aberto com um facho em chamas.
Dimensões: 30 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
f - Administrativo - Duas penas que se encontram no punho de um
sabre.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
II - QUALIFICAÇÕES:
- Praças:
a - QBMP/0 (Combatente) - Um facho.
Dimensões: 30 mm de altura por 7 mm de largura.
Fig xx.
b - QBMP/1 (Busca e Salvamento) - Uma bóia.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
73
c - QBMP/2 (Condutor e Operador de viaturas) - Uma roda dentada.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
d - QBMP/3 (Manutenção de Motomecanização e Equipamento
Especializado) - Uma engrenagem contendo no centro um pistão
engraxado numa árvore de manivela.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
e - QBMP/4 (Músico) - Uma lira.
Dimensões: 20 mm de altura por 15 mm de largura.
Fig xx.
f - QBMP/5 (Operador e Manutenção de Comunicação) - Um círculo
irradiando quatro setas ortogonais.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
74
g - QBMP/6 (auxiliar de Saúde) - Uma cruz na cor vermelha.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
h - Q BMP/7 (Corneteiro) - Uma corneta.
Dimensões: 30 mm de altura por 15 mm de largura.
Fig xx.
i - QBMP/8 (Marítimo) - Três elos enlaçados.
Dimensões: 20 mm de altura por 20 mm de largura.
Fig xx.
j - QBMP/9 (Hidrante) - Um hidrante.
Dimensões: 30 mm de altura por 15 mm de largura.
Fig xx.
75
l - QBMP/10 (Guarda-vidas) - um par de nadadeiras cruzadas e,
sobre estas, uma cruz.
Dimensões: 20 mm de altura por 26 mm de largura.
Fig xx.
m - QBMP/11 (Técnico em emergências médicas) - Um círculo, com
fundo branco, circunscrevendo uma figura, em forma de curativo, na
cor azul, de seis pontas, em cujo centro há uma haste enleada por
uma serpente.
Dimensões: 20 mm de diâmetro.
Fig xx.
Art. 29 - Os distintivos de que trata o inciso I do art. 28 são us ados:
1 - Em metal dourado:
Em simetria nas golas das túnicas, jaquetas e japonas e nas golas das camisas bege meia
manga.
Fig xx.
76
Na gola direita da camisa bege com colarinho duplo.
Fig xx.
2 – bordados em simetria nas golas d as véstias e blusas de brim.
Fig xx.
Art. 30 - Os distintivos de que trata o inciso II do art. 28 são usados:
1 - Bordados cheios para Sargentos, cb e sd.:
acompanhando a cor das divisas, sobre o ângulo superior das
mesmas a 15 mm destas.
Exceção quando as divisas forem am arelas, a cruz do distintivo
da QBMP 6 – enfermagem, será vermelha e a cruz do distintivo
da QBMP 11 - Técnico em Emergências Médicas será de cor azul.
Usado na túnica, jaqueta, camisa bege escuro meia manga,
blusas de brim e véstias .
Fig xx.
77
2 - Miniatura em metal dourada, para Subtenentes e prateado para os Sargentos, cb e sd.
Em simetria nas golas das túnicas, jaquetas, japonas e camisas bege escuro meia manga.
Fig xx.
Na gola direita da camisa bege com colarinho duplo.
Fig xx.
Cursos de especialização ou extensão :
4 - Do Curso de Mergulhador Autônomo - CMAut(Fig. 107)
O distintivo é constituído de um escafandro (símbolo dos
mergulhadores) boleado, de cor prata ( branco ), tendo na sua
área inferior a sigla CBMERJ em letras maiúsculas prata ( branco
). Ladeando o escudo, temos dois cavalos marinhos (nadam
sempre em posição ereta, cabeça erguida, como nossos
profissionais) em prata ( branco ), voltados para o centro (
escafandro). Por trás de toda essa estrutura, temos duas
nadadeiras de calcanhar fechado, com as palas voltadas para o
exterior, na cor prata ( branco ), simbolizando que podem
conduzir nossos mergulhadores a atuarem em qualquer local no
meio liquido ( rios, mares , lagoas ).
Dimensões: 28 mm de altura por 70 mm de largura.
78
Fig xx.
5 - Do Curso de Investigação e Perícia de Incêndio – CIPI (Fig.
108)
- Formado por um escudo de duas circunferências concêntricas,
tendo na parte externa, duas chamas e uma espada que se
cruzam, tudo na cor dourada, sendo que cada chama é constituída
de cinco pontas. As chamas partem da circunferência maior para
as extremidades; comprimento das chamas, de uma extremidade a
outra, 70 mm.
- A circunferência central em dourado esmaltado, contendo em
relevo, a figura de um livro aberto com inscrições, diâmetro da
circunferência 12mm.
Aguardando
da figura.
remessa
Fig xx.
- O espaço entre as circunferências é de 2mm em preto
esmaltado, e tem em seu interior, as seguintes inscrições: na
parte inferior "CBMERJ" e nas demais partes "CURSO DE
INVESTIGAÇÃO E PERÍCIA DE INCÊNDIO", cinzeladas em ouro.
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
11 - Do Curso de Salvamento no Mar - CSMar (Fig.114)
- Feito todo em metal dourado esmaltado, com uma circunferência
de 14 mm de diâmetro, tendo no seu interior uma cruz em cujo
centro há um círculo circunscrevendo uma outra cruz, tudo sobre
dois ramos de louro, tendo ainda abaixo deste uma flâmula
contendo uma inscrição, em relevo, “CBMERJ”. A presente figura
está sobreposta a uma insígnia de combatente, tendo ainda, em
cada lateral um golfinho nadando em superfície.
Aguardando
da figura.
Fig xx.
Dimensões: 26 mm de altura por 78 mm de largura.
12 - Do Curso de Salvamento em Alturas - CSAlt (Fig. 115)
O distintivo é constituído de um escudo boleado, envolto por um
anel feito de cabo terminado em nó direito, tendo na sua área
central a figura de dois edifícios, de oito pavimentos, em
perspectiva, encimado pela sigla CBMERJ em letras maiúsculas.
Ladeando o escudo, temos duas molas tipo “mosquetão”
esmaltadas em prata ( branco ), com seu fecho de segurança em
sinoble (negro) transpassando o anel feito de cabo de prata
(branco).
Dimensões: 32 mm de altura por 55 mm de largura.
79
Fig xx.
remessa
13 - Do Curso de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal CPCInF (Fig.116)
Feito todo em metal dourad o esmaltado, formado por uma estrela
de oito pontas, tendo ao centro um círculo com uma figura de um
helicóptero carregando um “bambi -bucket” Sobre uma chama de
quatro pontas. A estrela é circundada por um cabo e está
sobreposta a uma insígnia base do Corpo de Bombeiros.
- Partem das laterais da figura duas folhas típicas da Mata
Atlântica.
Fig xx.
Dimensões: 42 mm de altura por 70 mm de largura.
14 - Do Curso de Especialização em Prevenção de Incêndios CEPrevI (Fig.117)
- Feito todo em metal dourado esmaltado, formado por um
triângulo eqüilátero de lados medindo 16 mm, tendo em seu centro
um bico de chuveiro automático em relevo e, em seu vértice
superior, uma estrela de cinco pontas. Externamente, partem do
triângulo duas chamas, sendo que cada uma é constituída de
cinco pontas.
Aguardando
da figura.
remessa
Fig xx.
Dimensões: 22 mm de altura por 60 mm de largura.
16 – Do Curso de Formação de Sargento Técnico em Emergências
Médicas - CFSTEM (Fig. 119)
Aguardando remessa da descrição heráldica.
Dimensões: 30 mm de altura por 70 mm de largura.
Aguardando
da figura.
Fig xx.
16 – Do Curso de Salvamento em Montanha - CSMont (Fig. 119)
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
Fig xx.
80
remessa
16 – Do Curso de Monitor de Educação Física - CMEF (Fig. 119)
Distintivo forjado em metal prateado, formado por uma figura
humana que representa a educação física, Discóbolo de Miron,
posto ao centro do distintivo.
Sete raios solares, sobrepostos, partindo do centro do distintivo
em direção ao ramo, na cor amarela, representando a luz, o progresso,
a evolução.
Também sobrepostas na parte inferior, cinco circunferências
rebatidas e entrelaçadas, simbolizando a união dos povos através do
esporte, tendo diâmetro de 14.4mm em vermelho esmaltado, inserida
ainda, a seguinte inscrição: CEFiD, sendo cada letra ao centro de cada
circunferência, na cor azul.
Contornando toda a figura, externamente, tem-se dois ramos
que tem a mesma origem e partem em direções opostas, chegando no
mesmo ponto. Suas bordas mais distantes medem 75mm, na cor
prateada(figura 1).
Fig xx.
Dimensões: 35 mm de altura por 65 mm de largura.
16 – Do Curso de Operação com Produtos Perigosos - COPP (Fig.
119).
Será constituído de uma figura geométrica losangular, na área central,
com seus vértices coloridos nas cores vermelho, azul cyan, amarelo e
branco, simbolizando o “DIAMANTE DE ROMEL”, representação
universal para os produtos 2781 perigosos. Os demais detalhes serão
em metal amarelo, com detalhamento e escritos na cor preta, com
centro nas cores acima descritas, tudo conforme anexo; no setor
superior do referido plano geométrico, terá a figura de uma chama, cuja
representação internacional é para líquidos inflamáveis, representando
o risco iminente de inflamabilidade; no setor lateral esquerdo do referido
plano geométrico, terá a figura de uma caveira, cuja representação
internacional é para perigo, representando o risco iminente à vida; no
setor lateral direito do referido plano geométrico, terá a figura de uma
esfera com fragmentos, cuja representação internacional é para
matérias explosivas, representando o risco iminente de explosividade;
no setor inferior do referido plano geométrico, terão as imagens
representativas para os materiais ácidos e radioativos, representando
os riscos específicos; o referido plano losangular será circundado com
um anel, representando a continuidade e perpetuidade dos
ensinamentos, tendo em seu interior a inscrição superior “PRODUTOS
PERIGOSOS” e inferior “CBMERJ”; em suas laterais, terão as asas de
fênix em metal dourado, representando a bravura e a nobreza do
bombeiro-militar;
Dimensões: 28 mm de altura por 80 mm de largura.
81
Fig xx.
16 – Do Curso de Especialização em Dentística - CED (Fig. 119)
Aguardando remessa da descrição heráldica.
Aguardando
da figura.
remessa
Fig xx.
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
16 – Do Curso de Especialização em Emergência Radiológico e
Nuclear - CEERN (Fig. 119)
Aguardando
da figura.
remessa
Aguardando remessa da descrição heráldica.
Fig xx.
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
16 – Do Cu r s o d e E s p e c i a l i z a ç ã o d e T é c n i c o s d e E n f e r m a g e m e m
U r g ê n c i a P r é -hospitalar - CETEUP (Fig. 119)
Aguardando remessa da descrição heráldica.
Aguardando
da figura.
remessa
Fig xx.
Dimensões: xx mm de altura por xx mm de largura.
Art. 31 – O uso de distintivos de curso:
a) O número de distintivos de curso permitidos fica limitado a cinco, sendo:
I - um para os cursos relativos aos vários níveis de ensino, prevalecendo o curso de
nível mais elevado, na seguinte seqüência :
- formação;
- aperfeiçoamento;
- habilitação;
- superior ou capacitação.
II - três de especialização ou extensão realizados nas Escolas das Forças Armadas ou
Auxiliares em território nacional.
III - um de especialização ou extensão realizado nas Escolas das Forças Armadas ou
Auxiliares em nações estrangeiras.
b) - Os distintivos de cursos relativos aos vários níveis de ensino serão aplicados no
bolso direito, sobre o macho;
- Será confeccionado em metal dourado para oficiais e prateado para praças, afixado em
suporte de couro corrugado, cujo formato obedecerá ao respectivo distintivo excedendo
os seus limites em 3 mm, para as camisas beges meia manga e túnicas, exceção ao
CSBM e CSC que será bordado na manga direita.
82
- Será bordado em linha 100% poliéster, número 120, amarela para oficiais e b ranca para
praças, sobre base de tecido preta cujo formato obedecerá ao respectivo distintivo
excedendo os seus limites em 2 mm, para as blusas e brim e véstias.
3.2 - Os distintivos de cursos de especialização e extensão, devidamente
regulamentados, realizados em escolas das Forças Armadas ou Auxiliares nacionais
serão aplicados acima do bolso superior direito, sendo que o primeiro distintivo deve ficar
a 10mm da borda superior, numa posição centrada, e os demais devem guardar a
distância vertical de 1 0 mm entre si.
I- Serão confeccionados em metal, afixado em suporte de couro corrugado, cujo formato
obedecerá ao respectivo distintivo excedendo os seus limites em 3 mm, para as camisas
beges meia manga e túnicas
II- Será bordado de acordo com as cores d a sua descrição, sobre base de tecido preta
cujo formato obedecerá ao respectivo distintivo excedendo os seus limites em 3 mm,
para as blusas e brim e véstias
3.3 – os distintivos de cursos realizados nas Forças Armadas ou Auxiliares e nas
Corporações de Bombeiros de nações estrangeiras serão usados, acima do bolso
superior esquerdo, devendo ficar a 10mm da borda superior, numa posição centrada.
Serão confeccionados em metal, para a camisa bege meia manga e as túnicas, quando
não estiverem sendo usadas medalhas, e a 10 mm acima das passadeiras quando estas
forem usadas; e bordados para as blusas de brim e vestias, de acordo com as dimensões
e características estabelecidas pela organização onde foi realizado o referido curso.
Fig xx.
83
Art. 32 – As características do distintivo da Organização de Bombeiro Militar são as
seguintes:
1) Semicírculo (Fig. 89 c.)
Medindo 30 mm de altura e 120 mm de largura, é um
segmento? de círculo com 71 mm de raio, e angulação de 120º
, confeccionado em tecido vermelho com bordadura e legenda
na cor amarelo-ouro, com o indicativo da OBM, a ser colocada
30mm abaixo da costura do ombro, sobre a manga esquerda,
centralizada,
Será utilizado nas blusas de brim, macacões e véstias, sendo
vedado o seu uso nas demais peças de uniforme.
Fig xx.
Fig xx.
Fig xx.
2) Escudo
Estilo português, metálico, esmaltado, em fundo branco,
onde estará centralizado o símbolo da Organização Militar,
quando houver (na hipótese negativa, será utilizado o
Símbolo do Corpo de Bombeiros), com 40 mm de altura e 30
mm de largura. No limite da parte superior existira uma faixa
em fundo vermelho, com 10 mm de altura, seguindo a
largura do emblema, onde será inscrito o prefixo da
Organização de Bombeiro Militar, em fonte tipo Arial
amarela, com dimensões que permitam ajustar o prefixo da
OBM no referido espaço.
Este distintivo será utilizado nas túnicas e camisa bege meia
manga, afixado em suporte de couro corrugado com
dispositivo para adaptar no macho do bolso esquerdo
através do botão, por baixo da pestana do bolso.
Serão confeccionados e distribuídos às OBM, sendo
apanhado e/ou devolvido, sempre que o militar for
movimentado.
A sigla das Unidades será definida em regulamentação
complementar, sendo atualizadas sempre que houver alterações.
84
Fig xx.
Art. 33 – OS DISTINTIVOS DE COMANDO : (Fig.89 e.)
Estrela de 5 pontas angulares simétricas com 2 cm
de diâmetro, metálica dourada e prateada com dispositivo
para fixação em tecido.
Usarão os distintivo os oficiais superiores somente
durante o efetivo exercício do comando de unidades
operacionais e direção de unidades administrativas. O
distintivo será dourado para
o comando operacional e
prateado para o comando administrativo.
Quando usado o referido distintivo, poder-se-á utilizar
somente 2 distintivos de extensão.
Fig xx.
Serão afixados na parte superior do bolso direito
centralizado a 2 cm da costura superior deste ou a 2 cm do
distintivo de curso que.
Usada nas túnicas e camisa bege meia manga,
sendo vedado o seu uso nas demais peças de uniforme.
Art. 110. Os distintivos de cursos de especialização ou extensão só poderão ser usados por
militares os que tenham realizado com aproveitamento.
Art. 111. Para o uso dos distintivos nos uniformes femininos, para os quais não foram feitas
referências específicas neste Capítulo, será observada, quando for o caso, a correspondência
com as prescrições estabelecidas para os uniformes masculinos, ou para situações semelhantes
descritas para a aplicação de distintivos da mesma natureza.
85
Fly UP