...

Prova - Monitor-matemática

by user

on
Category: Documents
3

views

Report

Comments

Transcript

Prova - Monitor-matemática
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
E DO ESPORTE DE ALAGOAS
Processo Seletivo para Contratação
Temporária de MONITORES - 2012
Cargo temporário (Nível Superior):
PROVA TIPO
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE DE ALAGOAS
MONITORES / 2012
1
Monitor/Disciplinas
6º ao 9º ano e Ensino Médio - MATEMÁTICA
Prova de Português, Raciocínio Lógico e
Conhecimentos Específicos.
CADERNO DE QUESTÕES
INSTRUÇÕES GERAIS
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
Este Caderno de Questões somente deverá ser aberto quando for autorizado pelo Fiscal.
Assine neste Caderno de Questões e coloque o número do seu documento de identificação (RG, CNH etc.).
Assine também na Folha de Respostas das questões objetivas no local indicado.
Antes de iniciar a prova, confira se o tipo da prova do Caderno de Questões é o mesmo da etiqueta da
banca e da Folha de Respostas.
Ao ser autorizado o início da prova, verifique se a numeração das questões e a paginação estão corretas.
Nesse caderno há 50 (cinquenta) questões objetivas com 5 (cinco) alternativas cada (A, B, C, D e E), caso
contrário comunique imediatamente ao Fiscal.
Você dispõe de 3h (três horas) para fazer esta prova. Faça-a com tranquilidade, mas controle seu
tempo. Esse tempo inclui a marcação da Folha de Respostas das questões objetivas. Você somente
poderá sair em definitivo do Local de Prova após decorridas 2h (duas horas) do seu início.
Na Folha de Respostas, confira seu nome, número do seu documento de identificação e cargo
escolhido.
Em hipótese alguma lhe será concedida outra Folha de Respostas.
Preencha a Folha de Respostas utilizando caneta esferográfica de tinta azul ou preta. Na Folha de
Respostas de questões objetivas, preencha completamente o círculo correspondente à alternativa
escolhida sem ultrapassar as bordas, conforme modelo:
10. Será atribuído o valor ZERO à questão que contenha na Folha de Respostas de questões objetivas: dupla
marcação, marcação rasurada ou emendada, não preenchida totalmente ou que não tenha sido
transcrita.
11. A correção da prova objetiva será efetuada de forma eletrônica e considerando-se apenas o conteúdo
da Folha de Respostas de questões objetivas.
12. Caso a Comissão julgue uma questão como sendo nula, os pontos serão atribuídos a todos os
candidatos.
13. Não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre candidatos.
14. Ao terminar a prova, devolva ao Fiscal de Sala este Caderno de Questões, juntamente com a Folha de
Respostas de questões objetivas e assine a Lista de Presença.
15. Nas salas que apresentarem apenas 1 (um) fiscal de sala, os 03 (três) últimos candidatos somente
poderão ausentar-se do recinto juntos, após a assinatura da Ata de Encerramento de provas.
Boa Prova!
Nº. do doc. de identificação (RG, CNH etc.):
Assinatura do(a) candidato(a):
Alagoas, 9 de Setembro de 2012.
Você confia no resultado!
Monitores - SEEE-AL- 2012
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
PORTUGUÊS
3. Assinale a opção que não condiz com as ações do autor no
texto acima.
1. Assinale a opção em que o fragmento do texto “Por que a
A)
Sustenta que ética e moral são sinônimos.
luz é tão cara”, de Graziele Oliveira (Revista Época.
ECONOMIA – 14/08/2012), apresenta erros gramaticais.
B)
Apresenta diferenças entre ética e moral, no senso comum e
no conhecimento sistematizado.
Na média, você paga todo mês, nessa segunda conta de
luz, camuflada, 65% mais do que é cobrado na conta de luz
normal. Além disso paga uma terceira conta, indireta, porque
as empresas gastam mais com energia e, assim, tem menos
dinheiro para crescer, contratar e remunerar melhor.
C)
Esclarece os conceitos de ética e moral.
D)
Argumenta que ética e moral não são sinônimos.
E)
Afirma que ser moral pode não ser ético.
A)
B)
C)
A indústria brasileira paga mais que os concorrentes em
outros países. E a conta de luz tradicional de sua casa
resulta na tarifa mais cara entre todas as nações
emergentes. Ela se compara à dos países nórdicos, ricos e
dependentes de aquecimento.
A família brasileira paga pela luz mais que a americana e a
britânica e muito mais que a mexicana e a sul-coreana,
segundo um estudo do pesquisador Alcides Leite, da
Trevisan Escola de Negócios. Haverá jeito de baratear a
energia no Brasil?
D)
O Brasil é o país do sol brilhante e do vento forte, dos rios
caudalosos, da Usina de Itaipu, das grandes reservas de
petróleo e urânio – e, mesmo assim, é também um país de
energia muito cara.
E)
Você paga a maior parte desse preço alto ao fazer compras
por aí, já que a energia encarece os serviços de sua
lavanderia e de seu cabeleireiro e também a produção de
roupas, sapatos, celulares, bicicletas, utensílios de cozinha e
tudo o mais a seu redor.
As questões 2 e 3 referem-se ao texto seguinte.
Ética e moral
1
5
10
15
Na linguagem comum e mesmo culta, ética e moral são
sinônimos. Assim dizemos: "aqui há um problema ético" ou "um
problema moral". Com isso emitimos um juízo de valor sobre
alguma prática pessoal ou social, se boa, se má ou duvidosa.
Mas aprofundando a questão, percebemos que ética e moral não
são sinônimos. A ética é parte da filosofia. Considera concepções
de fundo, princípios e valores que orientam pessoas e
sociedades. Uma pessoa é ética quando se orienta por princípios
e convicções. Dizemos, então, que tem caráter e boa índole. A
moral é parte da vida concreta. Trata da prática real das pessoas
que se expressam por costumes, hábitos e valores aceitos. Uma
pessoa é moral quando age em conformidade com os costumes e
valores estabelecidos que podem ser, eventualmente,
questionados pela ética. Uma pessoa pode ser moral (segue
costumes) mas não necessariamente ética (obedece a princípios).
(http://leonardoboff.com/site/vista/2003/jul04).
2. A marca gramatical da argumentação do texto, com valor de
contraste, está explícita no enunciado:
A)
“Dizemos, então,” (linha 9)
B)
“Na linguagem comum e mesmo culta,” (linha 1)
C)
“Mas aprofundando a questão,” (linha 5)
D)
“Com isso emitimos” (linha 3)
E)
“Assim dizemos:” (linha 2)
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
As questões 4 e 5 referem-se ao texto seguinte.
1
5
10
O ministro da Educação reconheceu problemas no ensino
médio, mas disse que este é um "desafio internacional" e
não apenas do Brasil. Segundo ele, as notas baixas podem
ser explicadas, entre outros fatores, pelo excesso de
disciplinas do nível, o que dificulta a concentração nas
básicas, como língua portuguesa e matemática, além da
defasagem escolar de muitos jovens. "Parcela expressiva
dos jovens está no ensino noturno. Muitos já tiveram
repetência e chegam ao ensino médio com 18 anos.
Trabalham o dia todo e estudam à noite, o que dificulta
[o aprendizado]", disse Mercadante. O ministro defende a
ampliação de escolas integrais para melhoria do ensino
médio.
(Amanda Polato. Ideb dos anos iniciais avança, mas qualidade do ensino
médio recua em 9 Estados. Revista Época. EDUCAÇÃO - 14/08/2012.
Fragmento).
4. Uma das opções abaixo não condiz com a gramaticalidade
do texto. Assinale-a.
A)
As expressões adverbiais formadas por palavras femininas
admitem o uso do acento grave, a exemplo de “à noite”
(linha 10).
B)
O pronome demonstrativo “este” (linha 2) aponta para o
termo “desafio” (linha 2), estabelecendo a coesão textual.
C)
A forma verbal “está” (linha 8) deveria estar no plural para
concordar com o termo “jovens” (linha 8).
D)
As formas verbais “tiveram” (linha 8), “chegam” (linha 9),
“Trabalham” (linha 10) e “estudam” (linha 10) têm como
núcleo do sujeito o termo “jovens” (linha 8).
E)
O uso da vírgula na linha 4 justifica-se por isolar uma
expressão intercalada (“entre outros fatores”).
5. Assinale a opção que apresenta uma justificativa para o uso
das aspas no texto acima.
A)
Para isolar citação textual de outro texto ou autor.
B)
Para dar início a uma sequência que desenvolve ou
discrimina uma ideia anterior.
C)
Para marcar uma interrupção da sequência lógica da frase.
D)
Para mostrar que as palavras estão sendo utilizadas em
sentido diverso do usual.
E)
Para dar destaque às expressões.
2
Monitores - SEEE-AL- 2012
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
A questão 6 refere-se ao texto seguinte.
As questões de 8 a 10 referem-se ao texto seguinte.
O cérebro do bebê
A arquitetura cerebral é moldada principalmente no primeiro ano
de vida. Por isso, os estímulos recebidos nessa fase são tão
importantes
Quando o bebê nasce, o cérebro pesa pouco mais de 300
gramas. Nessa fase, estruturas internas responsáveis pelas
funções vitais e reflexos inatos são mais ativas. Até 1 ano de
idade, o cérebro vai triplicar de tamanho. Aos poucos, ele vai
criando “caminhos” para a informação, pelas conexões de
neurônios. Quanto mais novo, menos estruturado é o cérebro. A
própria falta de caminhos bem desenhados dá ao bebê mais
maleabilidade: ele tem mais ligações entre áreas diversas do
cérebro, e por isso assimila informações com muito mais
facilidade. O cérebro do bebê também tem menos substâncias
que inibem a transmissão de informações – o que facilita prestar
atenção em muitas coisas ao mesmo tempo.
Época, São Paulo, p. 83, 10 ago. 2009.
6. Observe atentamente a charge de Millôr Fernandes. O termo
apagado pela professora pode ser inferido do contexto como
uma das formas do verbo SER. Marque a opção que melhor
promove a correlação entre os tempos verbais do
enunciado.
eles têm mais acesso a informações variadas, graças à
formação mais simples do cérebro, e isso possibilita ampliar
o que ainda está pouco definido.
B)
o que lhes permite ampliar seus caminhos ainda pouco
definidos é a transmissão de informações exageradas.
C)
quanto mais novo eles são, mais estruturado é o cérebro.
D)
Que bom SERIA se a ignorância e a dor pudessem se
apagar com o apagador.
eles têm menos acesso a informações variadas, graças à
formação mais complexa do cérebro.
E)
Que bom SEJAM se a ignorância e a dor pudessem se
apagar com o apagador.
eles apresentam uma arquitetura cerebral que somente será
moldada após os primeiros anos de vida.
9. No que concerne ao emprego dos pronomes demonstrativos
Que bom É se a ignorância e a dor pudessem se apagar
com o apagador.
B)
Que bom SERMOS se a ignorância e a dor pudessem se
apagar com o apagador.
C)
Que bom ÉRAMOS se a ignorância e a dor pudessem se
apagar com o apagador.
E)
se explicam porque
A)
A)
D)
8. Segundo o texto, as condições de aprendizagem dos bebês
nestas frases do texto: “Nessa fase, estruturas internas
responsáveis pelas funções vitais[...]” / “[...]e por isso assimila
informações com muito mais facilidade”, é incorreto dizer que
A questão 7 refere-se ao texto seguinte.
O baixo astral
Enquanto dura o baixo astral, perco tudo. As coisas caem dos
meus bolsos e da minha memória: perco chaves, canetas,
dinheiro, documentos, nomes, caras, palavras. Eu não sei se
será mau-olhado. Pura casualidade, mas às vezes a depressão
demora em ir embora e eu ando de perda em perda, perco o que
encontro, não encontro o que eu busco, e sinto medo que numa
dessas distrações, acabe deixando a vida cair. (Eduardo Galeano. O
A)
“isso”, no texto, apresenta emprego análogo a “(n)essa”.
B)
a coesão textual se estabelece, no caso de “isso”, porque tal
pronome retoma o que foi dito antes: “[...]ele tem mais
ligações entre áreas diversas do cérebro”, resumindo essas
ideias.
C)
os dois pronomes “(n)essa” e “isso”, no texto, referem-se a
algo que ainda será mencionado (futuro próximo).
D)
“(n)essa” e “isso” se referem a algo já mencionado na frase
anterior (passado próximo).
E)
“(n)essa” funciona como elemento coesivo do texto, uma vez
que retoma a frase anterior, sintetizando a ideia: “Quando o
bebê nasce, o cérebro pesa pouco mais de 300 gramas”.
baixo astral, em O Livro dos Abraços. Porto Alegre: L&PM, 2003, 170).
7. Pela sua linguagem subjetiva, caracterizada por sensações,
opiniões e tom confessional, a função da linguagem
predominante no texto acima é
A)
referencial, ou denotativa.
B)
poética, ou estética.
C)
metalinguística.
D)
conativa, ou apelativa.
E)
emotiva, ou expressiva.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
10. Os termos em destaque no período: “O cérebro do bebê
também tem menos substâncias que inibem a transmissão
de informações[...]” exercem a função, respectivamente, de
A)
complemento nominal / objeto direto / complemento nominal.
B)
adjunto adnominal / sujeito / complemento nominal.
C)
complemento nominal / sujeito / adjunto adnominal.
D)
adjunto adnominal / objeto direto / complemento nominal.
E)
adjunto adnominal / objeto direto / adjunto adnominal.
3
Monitores - SEEE-AL- 2012
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
As questões de 11 a 15 referem-se ao texto seguinte.
13. Dadas as afirmativas sobre o custo das companhias aéreas,
I. É alto com a bagagem extraviada, porque as malas vão para
um depósito cujo espaço é pago pelas empresas aéreas.
Como as malas se perdem nos aeroportos?
Pelas estatísticas, não parece um grande problema: 99%
da bagagem aérea do mundo chega ao destino. Acontece que
1% restante representa uma pilha anual de 8 milhões de volumes
que somem por causa de procedimentos-padrão ou por erros de
percurso.
A maioria dos sumiços é uma questão de etiqueta – o
adesivo identificador colado na hora do check-in é a única
informação sobre o destino na mala. Se a etiqueta estiver errada
ou se cair durante o embarque e o desembarque, a mala vai para
um lado e o dono para outro. Mas às vezes o dono da bagagem
também tem culpa: se a mala é despachada tarde demais pode
ficar pelo caminho por restrições de peso. Imagine que existem
vários guichês recebendo malas acima do peso permitido.
Conforme o check-in avança, os quilos a mais vão se
acumulando e só mais tarde descobre-se que algumas bagagens
não podem entrar porque o limite de carga do avião foi
ultrapassado.
As malas desgarradas são normalmente reunidas em
grandes depósitos bancados por muitas empresas. Por causa da
quantidade de volumes, pode demorar semanas até que a mala
volte de um desses lugares para seu dono. Como cada
devolução de mala perdida custa em média US$ 100 para as
companhias – US$ 8 bilhões por ano –, elas estudam medidas
para diminuir as perdas, como banco de dados global e trocar as
etiquetas por chips com radiofrequência.
II. Torna-se alto, porque se acrescenta o envio da mala a seu
dono.
III. Não é alto, porque as malas desgarradas são reunidas em
grandes depósitos bancados por empresas de grande poder
aquisitivo.
IV. Torna-se baixo, uma vez que já existe um banco de dados
global organizado pelas empresas aéreas.
verifica-se que estão corretas
A)
II, III e IV, apenas.
B)
II e III, apenas.
C)
I, II e III, apenas.
D)
I, II, III e IV.
E)
I e II, apenas.
14. A respeito da concordância do verbo “chegar” em: “... 99%
da bagagem aérea do mundo chega ao destino”, é correto
afirmar:
A)
a razão de o verbo “chegar” estar no singular é o núcleo do
sujeito referente também se encontrar no singular –
“destino”.
B)
sujeito com referência numérica, indicando porcentagem,
admite sempre verbo na 3ª pessoa do singular.
C)
sujeito com expressão indicadora de porcentagem, a
tendência é usar o verbo concordando com o termo
preposicionado que especifica a referência numérica.
D)
o verbo concorda com o antecedente “aérea do mundo”.
E)
se atentarmos para o que se prescreve a norma culta da
língua, a forma verbal deveria estar no plural.
Superinteressante, São Paulo, n. 267, p. 52, jul. 2009. (Fragmento).
11. Segundo o texto, o volume de bagagens perdidas ainda não
é alarmante; entretanto, um dos motivos do desvio de
grande número de malas se dá pelo fato de
15. Analisando as assertivas que seguem acerca do período:
A)
a etiqueta, mesmo com uma significativa quantidade de
malas, jamais sumiu.
“Imagine que existem vários guichês recebendo malas acima
do peso permitido”,
B)
a bagagem ser despachada muito depois do passageiro.
C)
se despachar a bagagem sem um olhar atencioso de seu
dono.
D)
E)
se despachar a bagagem na última hora, porque já pode
haver excesso de peso, e as últimas malas são excluídas.
a etiqueta que é preenchida traz sempre informações
incompletas.
12. Assinale a opção cujas conjunções podem substituir,
I. O termo “vários guichês” desempenha função sintática de
objeto direto do verbo “existir”.
II. O verbo “existir” pode ser substituído pela locução verbal
“devem haver”, sem prejuízos semânticos.
III. A 2ª oração do período classifica-se como subordinada
substantiva objetiva direta.
IV. O núcleo do sujeito do verbo “existir” é “guichês”, e o
vocábulo “vários” assume função sintática de adjunto
adnominal desse núcleo.
respectivamente, sem alteração de significado, as que se
encontram destacadas em: “Conforme o check-in avança,
os quilos a mais vão se acumulando...” e “Como cada
devolução de mala perdida custa em média US$ 100 para as
companhias...”.
verifica-se que estão corretas
A)
A)
II e IV, apenas.
B)
III e IV, apenas.
C)
II, III e IV, apenas
Conquanto / Caso.
D)
I e III, apenas.
B)
À proporção que / Embora.
E)
I, II, III e IV.
C)
Caso / Visto que.
D)
Embora / Ainda que.
E)
À medida que / Uma vez que.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
4
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
RACIOCÍNIO LÓGICO
16. Três filhos de um candidato a vereador decidiram ajudar o
pai divulgando a sua campanha nas redes sociais. Dessa
forma, cada filho enviou 10 mensagens contendo a proposta
do pai a 10 colegas. Na mensagem também era solicitado
que ela fosse repassada a mais 10 colegas com os mesmos
dizeres. Supondo que cada colega tenha recebido uma
única mensagem e tenha atendido ao pedido, atribuindo:
1ª geração de colegas: as pessoas que receberam as
mensagens dos filhos; 2ª geração de colegas: as pessoas
que receberam as mensagens da 1ª geração; e assim por
diante, qual o impacto desta divulgação ao atingir a
11ª geração?
A)
300.000
B)
300.000.000.000.000
C)
3.000.000.000.000
D)
300.000.000.000
E)
300.000.000
17. A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte de
Alagoas selecionou em seu último concurso 100 professores
para lecionarem em pelo menos três escolas, A, B e C, que
o Estado possui. A distribuição das disciplinas aos
professores foi feita de maneira que:
I. 62 professores lecionam na escola A;
II. 60 professores lecionam na escola B;
III. 59 professores lecionam na escola C;
IV. 37 professores lecionam nas escolas A e B;
V. 38 professores lecionam nas escolas A e C;
VI. 33 professores lecionam nas escolas B e C.
Quantos desses professores lecionam nas três escolas: A, B e C?
A)
73
B)
42
C)
71
D)
62
E)
108
18. Qual opção abaixo apresenta uma estrutura de argumento
inválida?
A)
Não é verdade que Fernando foi ao show ou Rita foi ao show.
Assim, Fernando não foi ao show ou Rita não foi ao show.
B)
Se Fernando não foi ao show, Rita não foi ao show. Portanto,
não é verdade que, se Fernando foi ao show, Rita foi ao
show.
C)
Não é verdade que, se Fernando não foi ao show, Rita foi ao
show. Logo, Rita não foi ao show.
D)
É falso que, se Fernando foi ao show, Rita foi ao show.
Portanto, se Fernando não foi ao show, Rita não foi ao show.
E)
Fernando não foi ao show e Rita não foi ao show. Assim,
concluímos que ambos não foram ao show.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
5
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
19. A proposição contrária da sentença: “Se não chover, irei à
praia” é:
A)
Não irei à praia, se chover.
B)
Não irei à praia, se não chover.
C)
Se não chover, não irei à praia.
D)
Se chover, eu não irei à praia.
E)
Irei à praia, se não chover.
20. Dada as seguintes proposições,
I. (~P ^ ~R) ^ (Q ^ R)
II. (P ^ R) → (~Q v R)
III. (P ↔ Q) v (Q ^ ~R)
a tabela verdade das proposições acima são classificadas,
respectivamente, como,
A)
contraditória, tautologia e contingente.
B)
contraditória, tautologia e contraditória.
C)
tautologia, contraditória e contingente.
D)
tautologia, contingente e contraditória.
E)
contraditória, tautologia e tautologia.
21. Se os valores lógicos (V, se verdadeiro; F, se falso) das
sentenças (A→B)^C e C v B ↔ A são falsos; então, os
valores lógicos das proposições A, B e C são,
respectivamente,
A)
FFF
B)
VFV
C)
VVV
D)
VFF
E)
VVF
22. O tempo de enchimento do reservatório de água da
Tempo em horas
COPEVE depende do número de bombas d’água utilizadas,
conforme pode ser observado no gráfico abaixo.
14
7
Tempo(horas)
0
1
2
Número de Bombas
Em quanto tempo o reservatório estará completo se a COPEVE
utilizar uma terceira bomba? (considere que as três bombas são
idênticas e tem a mesma vazão)
A)
42 minutos
B)
4 horas e 40 minutos
C)
6 horas e 44 minutos
D)
60 minutos
E)
4 horas e 60 minutos e 6 segundos
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
6
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
23. Considere a sucessão de valores da figura abaixo.
10
600
60
50
1200
20
200 240
1200
x
Qual opção corresponde ao valor x da tabela?
A)
20
B)
200
C)
10
D)
1200
E)
50
24. Quantos triângulos podem ser determinados pelos pontos
das retas abaixo?
A
B
G
H
A)
73
B)
18
C)
63
D)
125
E)
12
C
D
E
F
I
p
q
25. Qual é a proposição contraditória a “Alguns políticos não são
honestos”?
A)
Nenhum político é honesto.
B)
Nenhum honesto é político.
C)
Algum político é honesto.
D)
Todo político é honesto.
E)
Todo honesto é político.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
7
Monitores - SEEE-AL- 2012
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
29. Assinale a opção correta.
A)
A Comissão de Ética é responsável pela instauração do
procedimento administrativo disciplinar contra servidor,
sempre que sua conduta ou a reincidência ensejarem
imposição de penalidade.
B)
Quando a conduta do servidor público ou sua reincidência
ensejar imposição de penalidade, a Comissão de Ética
poderá encaminhar a sua decisão à autoridade competente
para instaurar o processo administrativo disciplinar, nos
termos do Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos
do Estado de Alagoas.
C)
Quando a conduta do servidor público ou sua reincidência
ensejar imposição de penalidade, a Comissão de Ética
deverá encaminhar a sua decisão à autoridade competente
para instaurar o processo administrativo disciplinar, nos
termos do Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos
do Estado de Alagoas.
D)
O encaminhamento da decisão da Comissão de Ética à
autoridade competente para instaurar o processo
administrativo disciplinar contra servidor público estadual
obsta a comunicação do mesmo fato à entidade em que, por
exercício profissional, o servidor público esteja inscrito.
E)
O encaminhamento da decisão da Comissão de Ética à
entidade em que, por exercício profissional, o servidor
público esteja inscrito obsta a instauração de processo
administrativo disciplinar contra servidor público estadual por
autoridade competente.
26. Sobre a moralidade da Administração Pública Estadual,
marque a opção correta.
A)
A moralidade administrativa está plenamente configurada
quando o servidor público, na prática de um ato
administrativo, faz a distinção entre o bem e o mal.
B)
O bem comum é o único elemento que configura a
moralidade dos atos administrativos.
C)
O ato administrativo respeitará a moralidade administrativa
quando o servidor observar estritamente a legalidade.
D)
A moralidade administrativa está configurada quando
observadas, de forma equilibrada, a legalidade e a finalidade
do ato administrativo.
E)
A moralidade administrativa está plenamente configurada
quando observadas, exclusivamente, a finalidade do ato
administrativo e a distinção entre o bem e o mal.
27. Sobre a publicidade de atos administrativos, marque a opção
correta.
A)
A publicidade dos atos administrativos impede que qualquer
ato dessa natureza seja praticado sigilosamente.
B)
Os atos administrativos praticados em casos de
investigações policiais ou interesse superior do Estado e da
Administração Pública Estadual podem ser preservados em
processo previamente declarado sigiloso.
C)
Somente os atos administrativos praticados em casos de
investigações policiais podem ser preservados em processo
previamente declarado sigiloso.
D)
A publicidade de atos administrativos não constitui requisito
de eficácia e moralidade.
E)
A omissão da publicidade do ato administrativo representa
comprometimento ético contra o bem comum, mas não é
imputável a quem a negar.
30. A evasão escolar e os índices de repetência –
especialmente do aluno trabalhador – são temas que
historicamente têm ganhado destaque nacional e que nos
levam a pensar e refletir sobre a qualidade educacional
brasileira, sobretudo no âmbito da educação pública
brasileira que, infelizmente, ainda ranqueia os baixos índices
qualitativos educacionais. Neste contexto, as discussões
acerca da evasão escolar e dos índices de repetência, em
parte, têm tomado como ponto central as políticas de
atendimento e garantia à educação. Desse modo, no que
tange à educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional – LDBEN nº 9394/96, em seu artigo 2º é muito
clara quando define: “A educação, dever da ______ e do
_____________, inspirada nos princípios de ___________ e
nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o
__________________ do educando, seu preparo para o
exercício da ____________ e sua qualificação para o
_______________.” Qual opção completa corretamente o
texto?
28. Dadas as assertivas abaixo,
I. A moderação é elemento fundamental do exercício das
prerrogativas funcionais dos servidores da Administração
Pública Estadual.
II. O servidor da Administração Pública Estadual, no exercício
de suas prerrogativas, deve abster-se de contrariar os
legítimos interesses dos usuários dos serviços públicos
estaduais e dos jurisdicionados administrativos.
III. O servidor da Administração Pública Estadual deve
abster-se, de forma absoluta, de exercer sua função, poder
ou autoridade com finalidade estranha ao interesse público,
mesmo que observando as formalidades legais e não
cometendo qualquer violação expressa à Lei.
verifica-se que está(ão) correta(s)
A)
I e II, apenas.
B)
I e III, apenas.
C)
II, apenas.
D)
III, apenas.
E)
I, II e III.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
A)
família – Estado – liberdade – pleno desenvolvimento –
cidadania – trabalho.
B)
escola – estudante – liberdade – pleno desenvolvimento –
cidadania – estudo.
C)
escola – Estado – cidadania – pleno desenvolvimento –
liberdade – trabalho.
D)
família – Estado – liberdade – pleno desenvolvimento –
cidadania – estudo.
E)
escola – Estado – cidadania – pleno desenvolvimento –
liberdade – estudo.
8
Monitores - SEEE-AL- 2012
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
31. Os saberes docentes ou os saberes do trabalho docente são
33. A avaliação do processo ensino-aprendizagem tem sido
focos dos estudos de pesquisadores da área da formação de
professores que têm ganhado destaque nacional, estando
estes associados muitas vezes aos resultados que
representam os baixos índices da qualidade educacional
brasileira. Dentre estes estudiosos, Selma Garrido Pimenta
tem se dedicado a pesquisar a formação de professores e os
saberes docentes. Para ela, os saberes necessários ao
exercício da docência são:
exaustivamente discutida no Brasil e no mundo nos últimos
anos, principalmente. Tal como tem sido concebida e
vivenciada em grande parte das escolas brasileiras, ela se
tem constituído o principal mecanismo de sustentação e
organização do trabalho escolar, vindo a ser em
considerável parte das vezes um legitimador do fracasso
escolar. Dadas as inferências seguintes sobre o texto,
I. A avaliação é parte integrante do processo educativo,
imprescindível em qualquer proposta de educação.
A)
saberes da experiência empírica, saberes de uma teoria
generalizada e saberes pedagógicos.
B)
saberes da experiência, saberes dos conhecimentos e
saberes pedagógicos.
C)
saberes de uma teoria especializada,
experiência e saberes pedagógicos.
da
III. A avaliação no contexto escolar, muitas vezes tem se
resumido à ação de atribuir notas e conceitos, rotulando o
aluno por meio de um atributo.
D)
saberes da experiência, saberes de uma prática acrítica e
saberes pedagógicos.
IV. É consenso teórico e prático o uso de instrumentos de
avaliação emancipatória nas escolas brasileiras.
E)
saberes da docência, saberes teóricos, saberes empíricos
exclusivamente.
V. A avaliação no contexto escolar constitui-se indicativo
importante para que o professor redimensione, repense e
replaneje sua prática pedagógica.
32. A qualidade educacional brasileira certamente tem sido uma
VI. É relevante ter presente uma avaliação consciente e
atualizada que leve o professor a uma visão restrita de como
direcionar o aluno para novas notas, exclusivamente nos
campos de conhecimento de um conteúdo.
saberes
preocupação para educadores de modo geral e
pesquisadores que têm discutido, dentre outras questões os
indicadores de qualidade de ensino, a escola como espaço
social de formação da cidadania e de valores da vivência
democrática, de produção do conhecimento e de formação
para o trabalho. Dentre estes, Antônio Carlos Libâneo (1996)
propõe a discussão de um conjunto de objetivos para uma
educação básica de qualidade. São eles, exceto:
A)
preparação para o mundo do trabalho em que a escola se
organize para atender às demandas econômicas e de
emprego, inclusive para formas alternativas, visando à
flexibilização que caracteriza o processo contemporâneo e
adaptação dos trabalhadores às complexas condições de
exercício profissional no mercado de trabalho.
B)
formação ética, explicitando valores e atitudes por meio das
atividades não escolares. Trata-se de formar valores e
atitudes ante o mundo da política e da economia, o
consumismo, o sexo, a droga, a predação ambiental, a
violência, e perante, também as formas de exploração que
se mantêm no capitalismo contemporâneo.
C)
formação para a cidadania crítica, isto é, formar um
cidadão-trabalhador capaz de interferir criticamente na
realidade para transformá-la e não apenas formar para
integrar o mercado de trabalho.
D)
E)
preparação para a participação social, em termos de
fortalecimento de movimentos sociais, não apenas os que
envolvem setores amplos da sociedade, mas também
aqueles localizados, baseados em interesses comunitários
mais restritos, no bairro, na região, nos pequenos grupos,
organizados
em
associações
civis,
entidades
não-governamentais etc.
formação ética, explicitando valores e atitudes por meio das
atividades não escolares. Trata-se de formar valores e
atitudes ante o mundo da política e da economia, o
consumismo, o sexo, a droga, a predação ambiental, a
violência, e perante, também as formas de exploração que
se mantêm no capitalismo contemporâneo.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
II. A avaliação deverá está intimamente ligada ao processo
ensino e aprendizagem.
verifica-se que são verdadeiras
A)
I, III, IV e V, apenas.
B)
II, IV, V e VI, apenas.
C)
I, II, III e IV, apenas.
D)
I, II, III e V, apenas.
E)
I, II, III, IV, V e VI.
34. Há considerável reconhecimento entre os estudiosos sobre o
impacto das atuais transformações econômicas, políticas,
sociais e culturais na educação e no ensino no Brasil, o que
nos tem levado a uma reavaliação do papel da escola e dos
professores na educação de crianças, jovens e adultos
principalmente no que se refere às políticas inclusivas. Neste
sentido, considerando-se os princípios que regem os
processos de inclusão social e educacional, não é papel do
professor da educação básica, no processo de inclusão:
A)
promover o desenvolvimento integral dos sujeitos incluídos
nos processos educacionais.
B)
mediar a construção do conhecimento de todos os sujeitos
incluídos indistintamente.
C)
garantir a efetivação do direito à educação a todos
indistintamente.
D)
planejar, desenvolver e avaliar práticas pedagógicas que
promovam as interações de todos os sujeitos incluídos no
processo
educacional,
de
modo
a
garantir
o
desenvolvimento máximo das potencialidades destes.
E)
planejar, executar e avaliar práticas pedagógicas
homogêneas que neguem os princípios da diversidade.
9
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
35. As assertivas abaixo tratam da instauração de processo para
a apuração da prática de ato em desrespeito ao Código de
Ética Funcional do Servidor Civil do Estado de Alagoas.
Analisando cada uma delas,
I. A instauração de processo pode ocorrer mediante denúncia
de qualquer autoridade ou servidor público.
II. A instauração de processo pode ocorrer mediante denúncia
de qualquer cidadão que se identifique ou quaisquer
entidades associativas regularmente constituídas.
III. Não há instauração de ofício.
verifica-se que está(ão) correta(s)
A)
I e II, apenas.
B)
I e III, apenas
C)
I, apenas.
D)
II, apenas.
E)
I, II e III.
Os dados e considerações seguintes serão utilizados nas
questões 36 e 37.
Sejam a e n dois inteiros com n > 0 e 0 < a < 10.
36. A soma dos algarismos de x = a.10n – 1 é igual a
A)
a – 1.
B)
9n + a.
C)
9n + a – 1.
D)
9a + n.
E)
9a + n – 1.
37. Se a é par, a soma dos algarismos de y = a.10n – a é um
inteiro
A)
primo.
B)
múltiplo de 18.
C)
quadrado perfeito.
D)
ímpar.
E)
potência de 10.
38. Sejam A e B dois conjuntos, m o número de elementos de A
e n o número de elementos de B, com m < n. Sobre as
afirmações
m
I. O número de funções de A em B é n .
II. O número de funções bijetivas de A em B é zero.
III. O número de funções injetivas de A em B é n.(n – 1). ... . (n
– m + 1).
temos que
A)
todas são corretas.
B)
todas são falsas.
C)
apenas I e II são corretas.
D)
apenas I e III são corretas.
E)
apenas II e III são corretas.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
10
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
39. A circunferência x2 + y2 + 8x – 4y + 11 = 0
A)
está contida no primeiro quadrante.
B)
está contida nos primeiro e segundo quadrantes.
C)
está contida no segundo quadrante.
D)
está contida nos segundo e terceiro quadrantes.
E)
contém a origem dos eixos cartesianos.
40. Seja x um número real maior que zero. Se Ve é o volume da
esfera de diâmetro x centímetros, Vc é o volume do cilindro
reto de altura x centímetros e base com diâmetro x
centímetros e Vcubo é o volume do cubo de aresta x
centímetros, então
A)
Ve < Vc < Vcubo.
B)
Vcubo < Ve < Vc.
C)
Vcubo < Vc < Ve.
D)
Vc < Ve < Vcubo.
E)
Ve < Vcubo < Vc.
41. Consideremos A e B dois subconjuntos de um universo U e
representemos por n(X) o número de elementos do conjunto
X. Dadas as afirmações,
I. n(A  B) = n(A) + n(B)
II. n(A – B) = n(A) – n(B)
III. n(A  B) = n(A  B) – n(A) + n(B)
temos que
A)
todas são verdadeiras.
B)
apenas a I é verdadeira.
C)
apenas a II é verdadeira.
D)
apenas a III é verdadeira.
E)
todas são falsas.
42. Se preenchermos a segunda coluna da tabela
Afirmação
V/F
Se A é uma matriz simétrica, então At = A.
Se A é uma matriz de ordem mxn e O é a matriz
nula de ordem mxn, então A . O = O.
Se todos os elementos da diagonal principal de
uma matriz quadrada A são nulos, então o
determinante de A é nulo.
com V (Verdadeiro) ou F (Falso) de acordo com o fato de a
afirmação correspondente da primeira coluna ser ou não
verdadeira, teremos, de cima para baixo,
A)
V–V–F
B)
F–V–F
C)
F–F–F
D)
V–F–F
E)
V–V–V
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
11
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
43. Sejam x e y dois inteiros positivos cujo produto é 12.600. Se
o máximo divisor comum de x e y é 15, então o mínimo
múltiplo comum de x e y é
A)
840.
B)
12.600.
C)
15.
D)
1.680.
E)
6.300.
44. Se um capital de R$ 1.000,00 produziu um montante de
R$ 1.040,40 em dois meses, a taxa de juros compostos da
aplicação foi de
A)
0,52 ao mês.
B)
1% ao mês.
C)
2% ao mês.
D)
1,04% ao mês.
E)
4% ao mês.
45. Sobre a função f(x) = ax, com a > 0 e a ≠ 1, é correto afirmar
que
A)
ela é crescente.
B)
ela é decrescente.
C)
ela é injetiva.
D)
sua imagem é o conjunto dos reais.
E)
seu gráfico não intercepta o eixo Oy.
46. Seja k um número real. O sistema linear constituído pelas
equações kx + y + z = 6, x – z = -2 e ky + 2z = 5 é possível e
determinado para
A)
qualquer valor de k.
B)
k = 1 ou k = -2.
C)
k ≠ 1.
D)
k ≠ -2.
E)
k ≠ -2 e k ≠ 1.
47. O gráfico abaixo apresenta a distribuição de frequência das
notas de uma avaliação que constava de cinco questões,
cada uma delas valendo zero ou um ponto.
12
10
8
6
Frequência
4
2
0
1
2
3
4
5
A média das notas da avaliação foi igual a, aproximadamente,
A)
3,00.
B)
2,73.
C)
16,40.
D)
2,50.
E)
3,20.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
12
Monitores - SEEE-AL- 2012
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
48. Sejam a, b e c três números reais, com a > 0 e b2 – 4ac < 0.
2
Se a abscissa do vértice da parábola y = ax + bx + c é igual
2
a 5, então o gráfico da função f(x) = ax + bx + c está contido
A)
no primeiro quadrante.
B)
no segundo quadrante.
C)
em todos os quadrantes.
D)
nos primeiro e segundo quadrantes.
E)
nos terceiro e quarto quadrantes.
49. Se o quadrilátero ABCD é um quadrado e M é um ponto do
lado CD, então
A)
o triângulo AMB pode ser equilátero.
B)
o ângulo ABM é igual a 45°.
C)
a área do triângulo AMB é a metade da área do quadrado
ABCD.
D)
os triângulos AMD e BMC têm áreas iguais.
E)
a figura ABMD não é um trapézio.
50. Quantas filas distintas podem ser formadas por quatro
professores de Matemática, três professores de Português e
dois professores de História de modo que dois professores
da mesma disciplina fiquem juntos?
A)
9!.
B)
288.
C)
38.
D)
1.728.
E)
864.
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
13
Monitores - SEEE-AL- 2012
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
Prova tipo 1
9 – SET – 2012
14
Monitores - SEEE-AL- 2012
9 – SET – 2012
Prova tipo 1
ATENÇÃO!
O candidato está proibido de destacar esta folha com o gabarito, sob pena
de eliminação do processo. Somente o Fiscal de Sala está autorizado a fazer
isso no momento de sua saída em definitivo do Local de Prova.
Gabarito do Candidato
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
EDITAL N.º 009/2012 – SEEE-AL de 18/7/2012
6.1
A FUNDEPES/COPEVE-UFAL divulgará o gabarito preliminar, juntamente
com as provas objetivas, no endereço eletrônico: www.copeve.ufal.br, a
partir das 21 horas do dia 09/09/2012.
GABARITO OFICIAL
www.copeve.ufal.br
Monitor – 6º ao 9º ano e Ensino Médio de MATEMÁTICA
15
REALIZAÇÃO
www.ufal.edu.br
www.fundepes.br
Estado de Alagoas
www.copeve.ufal.br
Fly UP