...

Luz Intensa Pulsada com Crioproteção

by user

on
Category: Documents
4

views

Report

Comments

Transcript

Luz Intensa Pulsada com Crioproteção
Luz Intensa Pulsada
com
CRIOPROTEÇÃO
www.ibramed.com.br/lyra
Vantagens do Lyra
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Crioproteção
Custo diferenciado
Energia alta (alta luminescência do flash)
Lâmpada (1 milhão de disparos)
Filtros de corte (específicos/versatilidade)
Tamanho do spot (ponteira 7,5 cm2)
Usabilidade
Tutorial informativo
Design e mobilidade (rodízios)
LIP
X
LASER
• Laser: Monocromático, coerente, colimado, várias aplicações
na medicina, maior potência, menor área de ação e maior
temperatura.
• Luz Intensa Pulsada: Policromática, não coerente, não
colimada, aplicações dermatologia, angiologia e estética,
menor potência, maior área de ação, menor temperatura,
modulação por filtros de corte e menor custo.
Especificações técnicas
Troca do filtro: objetivo terapêutico
• Filtro 480 nm 480 nm ~ 1200 nm
• Filtro 530 nm 530 nm ~ 1200 nm
• Filtro 640 nm 640 nm ~ 1200 nm
Ponteira da peça de mão (spot): 7,5 cm2 (15 x 50 mm)
• Energia emitida (máxima): 95 J
• Modo de pulso por disparo: simples (1 pulso) ou duplo
(fracionamento do pulso)
• TRT segurança para uso de doses maiores e/ou fototipos
maiores (evitar reações adversas).
Resfriamento da peça de mão:
• Método termoelétrico e água.
• Volume de água desmineralizada armazenado : ~ 4 L
LIP
X
LASER
• Absorção não depende da coerência.
• Monocromaticidade não é requisito para fototermólise.
• Potência (bancos capacitores)
• Cooling (água/peltier)
Babilas et al., 2010
Histórico da LIP
• 1ª geração (alta incidência de efeitos colaterais)
• 2ª geração (filtros de corte)
• 3ª geração (cooling a ar)
• 4ª geração (cooling água/peltier + bancos de capacitores)
Babilas et al., 2009
Luz Intensa Pulsada LIP
Foliculite
Rejuvenescimento
Telangiectasias
Rosácea
Fotoepilação
Manchas
Acne
Luz Intensa Pulsada LIP
Fotoepilação de pelos indesejados
Luz Intensa Pulsada
Energia óptica
Banco de capacitores
Energia técnica
Luz Intensa Pulsada
Hemoglobina
Espectro:
400 – 1200 nm
Luz policromática
Melanina
Filtros - seletividade
Água
Luz Intensa Pulsada
Profundidade de penetração dos diferentes comprimentos de onda.
Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Parâmetros:
• Comprimento de onda (400 a 1200 nm)
• Duração do pulso (ms)
• Intervalo entre os pulsos (TRT)
• Fluência (J/cm2) ou Energia (J)
• Ajuste em função do objetivo, fototipo,
cor e espessura do pelo
FOTOTIPO – FITZPATRICK
Quanto menor o fototipo:
• Maior energia pode ser aplicada
• Menor reação adversa
X
Asiático = IV ou V
Lyra = crioproteção?
Extremamente importante a avaliação correta do fototipo!
Classificação de Fitzpatrick e avaliação do tom da pele no momento da sessão.
Remoção de pelos
• Fotermólise seletiva: maior concentração de melanina
• Intervalo entre as sessões: 30 a 60 dias
1 Absorção pela melanina da raiz do pelo, 2 conversão de energia em calor
e 3 com necrose do bulbo.
Fuchs, 2007
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Mecanismo
• Fotermólise seletiva: maior concentração de melanina
• Células tronco
A
B
Fase mais sensível: ANÁGENA (80% dos pelos/ bulbo contém mais melanina).
Fuchs, 2007
Telangiectasias
• Fotermólise seletiva/cromóforo alvo: hemoglobina
• Intervalo entre as sessões: 3 a 4 semanas (~30dias)
1 Absorção pela hemoglobina, 2 coagulação do vaso e 3 absorção dos resíduos.
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Telangiectasias
Telangiectasias corpo
Telangiectasias face
Rejuvenescimento
• Fotermólise seletiva/cromóforo alvo: água, oxihemoglobina e
melanina
• Intervalo entre as sessões: 3 a 4 semanas (~30dias)
1 Termolesão controlada induz ativação dos fibroblastos, 2 e 3 com consequente
produção de neocolágeno associado a diminuição das telangiectasias e de lesão
pigmentares.
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Rejuvenescimento
Goldman et al, 2005
Manchas
• Fotermólise seletiva/cromóforo alvo: melanina
• Intervalo entre as sessões: 3 a 4 semanas (~30 dias)
1 Absorção pelos melanossomas, 2 conversão de energia em calor e 3 absorção
dos resíduos.
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Melanócito
Slominski, et al 2004
• Melanossomas
• Síntese de melanina
• Aminoácido Tirosina
• Tirosinase
• Complexo de Golgi
Toledo, 2004
Lentigo solar
Yamashita et al, 2006
Acne
Cromóforo alvo : Porfirina (Propionibacterium acnes)
Resultados mais visíveis de 4 a 6 meses após o tratamento
Filtro de Rejuvenescimento
1 absorção da luz pela porfirina (especialmente protoporfirina IX)., 2 e 3 com
consequente produção de radicais livres e TGF-β e associado a fotermolise
seletiva dos vasos e atrofia das glândulas sebáceas.
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
Rosácea
Cromóforo alvo : Porfirina (Propionibacterium acnes)
Resultados mais visíveis de 4 a 6 meses após o tratamento
TelangiectasiasFiltro
corpo
de Rejuvenescimento + Telangiectasias
1 absorção da luz pela porfirina (especialmente protoporfirina IX)., 2 e 3 com
consequente produção de radicais livres e TGF-β e associado a fotermólise
seletiva dos vasos e atrofia das glândulas sebáceas.
Adaptado de Gonzalez-Rodriguez AJ, Lorente-Gual R. 2015
x
Asiático = IV ou V
Crioproteção
• Cooling (resfriamento da ponteira)
– Evitar dano epidérmico/Conforto ao paciente
– Fototipos altos: minimizar dor e eritema
• Pré
• Paralelo
• Pós
Crioproteção
Cooling
• Minimiza desconforto
• Resfriamento da pele
• Diminuição do risco de
queimaduras
• Fototipos mais altos
Cooling + Gel
• Minimiza desconforto
• Resfriamento da pele mais
eficiente
• Diminuição risco de
queimaduras
• Fototipos mais altos
• Tampona /inalação da
fumaça da queima do pelo
• Marcação para aplicação
Fatores que podem influenciar no
tratamento com LIP
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Bronzeamento
Temperatura da pele
Perfusão sanguínea
Densidade de glândulas sebáceas
Presença de folículo piloso
Firmeza da pele
Resistência individual da pele
Presença de tatuagem
Presença de nevo melanocítico
Babilas et al, 2009
Preparo do equipamento
1
2
3
MODO DE ABASTECIMENTO DO
RESERVATÓRIO DE ÁGUA
Pressione a chave ON/OFF
para a posição ON.
RESERVATÓRIO DE ÁGUA
SUBSTITUA A ÁGUA
DESMINERALIZADA
MENSALMENTE
• Digite a SENHA de segurança padrão (1234)
ou a senha atual (senha alterada).
• Password 5 vezes.
Pelo branco?
Preparo da peça de mão
1
3
2
4
0
55.0
1
3
2
4
0
45.0
1
3
2
4
0
35.0
1
3
2
4
0
45.0
Preparo do paciente para a terapia
Pré-teste
1. Área discreta com tom de pele similar à área a ser tratada
2. Aplique 1 a 2 disparos no local.
3. Observe:
• reação imediatamente após
• depois de 10 a 15 minutos
• no dia seguinte
• Indicativo de dose excessiva: presença de vermelhidão da pele
(eritema perifolicular) imediatamente depois do pulso e/ou
após 10-15 minutos e/ou escurecimento/queimadura do pelo.
Fototipo imediatamente superior ao selecionado e/ou para
remoção de pelos, aumente a espessura.
Sugestão de intervalo e quantidade de sessões
Remoção de pelos
Telangiectasias
Rejuvenescimento
Manchas
Rosácea
Acne
4 a 8 semanas
3 a 6 semanas
3 a 6 semanas
3 a 6 semanas
3 a 6 semanas
3 a 6 semanas
6a8
6a8
4a6
4a6
4a6
4a6
O número de sessões pode variar de acordo com a área e resposta ao
tratamento. Para remoção de pelos, sugere-se sessões anuais de manutenção.
1. Medicamentos e cosméticos fotossensibilizantes: corticoides de uso
tópico e interno, isotretinoína, hidroquinona, ácidos, tratamentos
com peelings químicos.
2. Dipropionato de betametasona + sulfato de gentamicina ou Paraqueimol.
Cuidados
• Risco minimizado/nunca excluído
• Proteção ocular
Avisos
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
González-Rodríguez AJ, Lorente-Gual R. Indicaciones actuales y nuevas aplicaciones de los sistemas de luz
pulsada intensa. Actas Dermosifiliogr. 2015.
Babilas P,.Schreml S, Szeimies RM, Landthaler M. Intense pulsed light (IPL): a review. Lasers Surg Med. 2010
Feb;42(2):93-104.
Fuchs, E. Scratching the surface of skin development. Nature, 2007:445, 834-842.
Kalil, Célia Luiza Petersen Vitello. Laser e outras formas de luz na dermatologia / Célia Persen Vitello Kalil. - Rio
de Janeiro: Elsevier, 2011.
Dover JS, Arndt KA. New approaches to the treatment of vascular lesions. Lasers Surg Med. 2000;26(2):158-63.
Fan X, Xing YZ, Liu LH, Liu C, Wang DD, Yang RY, Lapidoth M. Effects of 420-nm intense pulsed light in an acne
animal model. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2012 Feb 25.
Gold MH, Foster A, Biron JA. Low-Energy Intense Pulsed Light for Hair Removal at Home. J Clin Aesthet
Dermatol. 2010 Feb;3(2):48-53.
Goldberg DJ. Current trends in intense pulsed light. J Clin Aesthet Dermatol. 2012 Jun;5(6):45-53.
Hong S, Lee JR, Lim T. Pigment deposition of cosmetic contact lenses on the cornea after intense pulsed-light
treatment. Korean J Ophthalmol. 2010 Dec;24(6):367-70.
Laury D. Intense pulsed light technology and its improvement on skin aging from the patients’ perspective using
photorejuvenation parameters. Dermatol Online J. 2003 Feb;9(1):5.
Lee HI, Rho YK, Kim BJ, Kim MN. A Case of Faun Tail Naevus Treated by Intense Pulsed Light. Ann Dermatol.
2009 May;21(2):147-9.
Martin JM, Monteagudo C, Bella R, Reig I, Jordá E. Complete Regression of a Malanocytic Nevus under Intense
Pulsed Light Therapy for Axillary Hair Removal in a Cosmetic Center. Case and Review. Dermatology. 2012
March;224:193- 197.
Murray AK, Moore TL, Richards H, Ennis H, Griffiths CE, Herrick AL. Pilot study of intense pulsed light for the
treatment of systemic sclerosis-related telangiectases. Br J Dermatol. 2012 Sep;167(3):563-9. Epub 2012 Jul 25.
Osório, Nuno. Laser em dermatologia: conceitos básicos e aplicações/ Nuno Osório, Luis Antonio R. Torezan. São Paulo: Roca, 2009.
Laboratório de Avaliação por Bioinstrumentação
Pesquisa & Desenvolvimento IBRAMED
Dúvidas e sugestões
[email protected]
www.conexaocefai.com.br
www.ibramed.com.br
www.facebook.com/ibramedbrasil
Fly UP