...

Capítulo 1 A Evolução do Braquete Autoligado

by user

on
Category: Documents
1

views

Report

Comments

Transcript

Capítulo 1 A Evolução do Braquete Autoligado
Capítulo 1
A Evolução do Braquete Autoligado
1. Boyd Bracket (1933)
2. Ford Bracket (1933)
3. Edgelok Bracket (1972, Ormco)
4. Speed Bracket (1980, Strite Industries Ltda.)
5. Mobil Lock Bracket (1980, Forestadent)
6. Activa Bracket (1986, “A” Company)
7. Time Bracket (1995, Adenta)
8. Damon SL Bracket (1996, Ormco)
9. In-Onvation Bracket (2000, GAC)
10. Damon Bracket (2000, Ormco) Damon 3 (2004, Ormco), Damon 3 Mx (2006, Ormco)
11. Smart Clip (2005, 3M Unitek)
10
Princípios Básicos, Biomecânica e Aplicação Clínica do Sistema Damon e dos Mini-implantes Ortodônticos
Capítulo 1 | A Evolução do Braquete Autoligado
Os braquetes autoligados começaram a ser desenvolvidos nos anos 1930, no entanto, as
dificuldades em sua fabricação e as frequentes avarias impediram que se tornassem comercialmente viáveis. Apenas no início dos anos 1970, começaram a ganhar aceitação comercial.
Desde então, vários modelos foram produzidos e atualmente são usados em larga escala pelos
profissionais clínicos.
Os braquetes autoligados apresentam muitas vantagens: reduzem drasticamente o tempo gasto
pelo paciente na cadeira do profissional, já que dispensam o processo de ligadura que usa fios de
ligadura ou anéis elastoméricos; reduzem o desconforto causado ao paciente e aumentam a eficiência da mecânica deslizante pela diminuição da fricção entre o fio do arco e os braquetes.
Os braquetes autoligados são classificados como ativos e passivos, de acordo com o formato da
parte autoligada e a força empregada sobre o fio do arco.
Segue um breve panorama histórico.
1. Boyd Bracket (1933)
Sendo um braquete do tipo passivo, possui uma parede rígida externa em forma de “U”, que se
move de cima para baixo. Esse modelo nunca obteve ampla aceitação clínica (Figs. 1-1).
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-1 - Boyd Bracket
Encaixe do fio fechado
Capítulo 1 | A Evolução do Braquete Autoligado
2. Ford Bracket (1933)
Sendo um braquete do tipo passivo, possui um anel circular rotativo para criar uma parede
rígida externa. Esse modelo nunca obteve ampla aceitação clínica (Figs. 1-2).
Encaixe do fio aberto
Encaixe do fio fechado
Figs. 1-2 - Ford Bracket
3. Edgelok Bracket (1972, Ormco)
Sendo um braquete do tipo passivo, possui um componente em forma de arco na parede rígida
externa. Este foi o primeiro modelo de braquete autoligado a ser oferecido comercialmente (Figs.
1-3). No entanto, após alcançar aceitação limitada em meados dos anos 1970, a produção deste
modelo foi abandonada.
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-3 - Edgelok Bracket
Encaixe do fio fechado
11
12
Princípios Básicos, Biomecânica e Aplicação Clínica do Sistema Damon e dos Mini-implantes Ortodônticos
4. Speed Bracket (1980, Strite Industries Ltda.)
Sendo um braquete do tipo ativo, possui um grampo superelástico de níquel-titânio, formando
uma parede elástica externa. Este foi o primeiro modelo de braquete autoligado a obter ampla aceitação clínica (Figs. 1-4).
Encaixe do fio aberto
Encaixe do fio fechado
Figs. 1-4 - Speed Bracket
5. Mobil Lock Bracket (1980, Forestadent)
Sendo um braquete do tipo passivo, possui um componente circular metálico que pode ser
girado para criar uma parede rígida externa (Figs. 1-5). Após obter aceitação clínica bastante limitada no início dos anos 1980, este modelo foi praticamente abandonado pelo fabricante.
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-5 - Mobil Lock Bracket
Encaixe do fio fechado
Capítulo 1 | A Evolução do Braquete Autoligado
6. Activa Bracket (1986, “A” Company)
Sendo um braquete do tipo passivo, possui um componente circular metálico rotativo que
pode criar uma parede rígida externa, além de encaixe vertical auxiliar (Figs. 1-6). Após obter aceitação clínica limitada nos anos 1980, este modelo foi praticamente abandonado pelo fabricante.
Encaixe do fio aberto
Encaixe do fio fechado
Figs. 1-6 - Activa Bracket
7. Time Bracket (1995, Adenta)
Sendo um braquete do tipo ativo, possui um grampo metálico rígido arqueado, que pode ser
girado dentro do encaixe para formar uma parede rígida (Figs. 1-7).
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-7 - Time Bracket
Encaixe do fio fechado
13
14
Princípios Básicos, Biomecânica e Aplicação Clínica do Sistema Damon e dos Mini-implantes Ortodônticos
8. Damon SL Bracket (1996, Ormco)
Este é um protótipo do braquete Damon 2. Comparado ao Damon 2 ou Damon 3, seu tamanho
é grande (Figs. 1-8).
Encaixe do fio aberto
Encaixe do fio fechado
Figs. 1-8 - SL Bracket
9. In-Onvation Bracket (2000, GAC)
Sendo um braquete do tipo ativo, o grampo Elgiloy forma uma parede externa flexível. Este
bracket possui aletas para ligaduras como outros braquetes convencionais (Figs. 1-9).
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-9 - In-Onvation Bracket
Encaixe do fio fechado
Capítulo 1 | A Evolução do Braquete Autoligado
10. Damon Bracket (2000, Ormco) Damon 3 (2004, Ormco),
Damon 3 Mx (2006, Ormco)
Os braquetes Damon 2 são de metal, enquanto o Damon 3 é uma combinação de braquete
de resina e encaixe metálico, por razões estéticas. Esses braquetes possuem uma parede rígida com
uma tampa de metal retangular achatada que se movimenta de baixo para cima e são autoligados
do tipo passivo. Os braquetes Damon possuem aletas para ligaduras como outros braquetes convencionais (Figs. 1-10).
Como os braquetes Damon 3 (Figs. 1-11) e Mx (Figs. 1-12) tem o formato de losango, são mais
facilmente ligados na posição apropriada que o Damon 2. Esses braquetes usam a ferramenta de
abertura em vez do alicate universal. Os braquetes Damon 3 Mx tem um encaixe auxiliar para o
gancho gota removível.
Braquetes Damon 2, 3, 3 Mx
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-10 - Braquete Damon 2
Encaixe do fio fechado
15
16
Princípios Básicos, Biomecânica e Aplicação Clínica do Sistema Damon e dos Mini-implantes Ortodônticos
Encaixe do fio aberto
Encaixe do fio fechado
Figs. 1-11 - Braquetes Damon 3 (2004, Ormco) feitos de metal e resina
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-12 - Braquete Damon 3 Mx (2006, Ormco) feitos de metal
Encaixe do fio fechado
Capítulo 1 | A Evolução do Braquete Autoligado
11. Smart Clip (2005, 3M Unitek)
Smart Clip é o braquete de metal MBT com grampos de nitinol nos lados mesial e distal (Figs.
1-13). Este braquete possui aletas para ligaduras como outros braquetes convencionais. Instrumentos específicos são necessários para remover o fio do encaixe. Seu mecanismo autoligante não é
classificado como tipo ativo nem passivo.
Encaixe do fio aberto
Figs. 1-13 - Braquete Smart Clip e seu uso clínico
Encaixe do fio fechado
17
Fly UP