...

a revolução dos bichos

by user

on
Category: Documents
3

views

Report

Comments

Transcript

a revolução dos bichos
A REVOLUÇÃO DOS BICHOS

Rafaela Pandini Goulart
Orwell, George. A revolução dos bichos. Tradução de Heitor Aquino Ferreira. São Paulo:
Companhia das Letras, 2007. 147 p.
George Orwell pseudônimo de Eric Arthur Blair. De família inglesa, seu pai era funcionário
da administração do Império Britânico. Orwell foi jornalista, crítico e romancista, serviu ao
exército e lutou como voluntário na Guerra Civil Espanhola na milícia marxista/trotskista e
foi perseguido pelos stalinistas. O livro narra à história de animais que eram oprimidos por
seu dono. Quando um deles sonhou como todos poderiam sair da escravidão imposta pelos
humanos para serem livres somados ao sofrimento de anos e a idéias de liberdade os bichos
fazem uma revolução que os deixa livres. Os líderes começam a ter divergências ideológicas,
o ideal da revolução é deturpado, a servidão volta e os porcos passam a administrar a fazenda
e a fazer negócio com os homens. A obra é ambientada na Granja Solar, onde os bichos eram
escravizados por seu dono. Recebiam pouca comida, e trabalhavam em excesso. Certo dia
Major, um velho porco, reúne todos os animais e conta que teve um sonho em que todos os
animais seriam livres da tirania dos humanos, e o caminho para a liberdade seria uma
revolução. E ela aconteceu mais facilmente do que todos esperavam. Depois de muito mais do
que podiam suportar, expulsam seu dono Sr. Jones e todos os outros humanos da fazenda.
Dois porcos Napoleão e Bola-de-Neve assumem a liderança, dirigem e supervisionam o
trabalho dos outros, e os demais animais dão continuidade à colheita. Os dois porcos sabiam
ler e escrever, pois tinham aprendido nos livros antigos encontrados na fazenda. Foram eles
que explicaram os princípios do Animalismo em Sete Mandamentos que: 1. Qualquer coisa
que ande sobre duas pernas é inimigo. 2. O que andar sobre quatro pernas, ou tenha asas, é
amigo. 3. Nenhum animal usará roupa. 4. Nenhum animal dormirá em cama. 5. Nenhum
animal beberá álcool. 6. Nenhum animal matará outro animal. 7. Todos os animais são iguais.
Bola-de-Neve e Napoleão se destacaram como mentores sempre com discordâncias nas
resoluções. Após desentendimentos Napoleão junto com vários cães ferozes expulsam Bolade-Neve, e daquele momento em diante um único líder é proclamado. Dando início a
construção de um moinho de vento, foi um trabalho muito árduo pra os animais e
gradativamente eles perdiam a memória de como era a vida na época do Sr. Jones. O moinho
foi construído e destruído e reconstruído novamente numa tarefa ainda mais pesarosa. Como a
maioria dos animais não aprendeu a ler, os mandamentos vão sendo alterados na medida em
que Napoleão e seus assessores vão assumindo posições contrárias aos princípios da
revolução. Os porcos começam a comercializar a produção da granja, passam a morar na casa
que pertencia aos donos da fazenda, dormem em camas, usam roupas, bebem uísque e agora
se relacionam com os homens. Passaram-se anos e a granja agora prosperava e estava mais
bem organizada, entretanto foi com grande choque que os animais presenciaram os porcos
andarem sobre duas patas com chicotes nas mãos. Após esse acontecimento o último
mandamento foi reescrito “Todos os animais são iguais, mas alguns animais são mais iguais
que outros”. Uma noite, os porcos receberam os vizinhos humanos para uma reunião na casa.
Os demais animais ficaram à espreita na janela da sala de estar. Iniciou uma violenta

Acadêmica do primeiro semestre de Administração do Centro Universitário Barriga Verde - Unibave
discussão entre Napoleão e o vizinho humano. As criaturas de fora olhavam de um porco para
um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já
era impossível distinguir quem era homem, quem era porco. O livro A Revolução dos Bichos
contém 147 páginas sendo 112 que contam a história, divididas em 10 capítulos e ainda
contem um prosfácio e um apêndice. Orwell nos traz exemplos que todos conhecemos muito
bem – ganância pelo poder a qualquer custo, traição, corrupção, manipulação, solidariedade e
a sua constante ausência. O enredo foi concebido como uma crítica ao totalitarismo da era
comunista época em que o autor vivia. Mas que continua em um contexto bem atual, pois
mostra até que ponto se pode mudar a sociedade, no entanto o ser humano não muda.
Tornando-se muitas vezes espelhos daquilo que abominavam. A Revolução dos Bichos é uma
obra que deve ser lida e relida e não apenas aplicada a qualquer tipo de governo autoritário
que usa o apoio do povo para chegar ao poder e depois esquece esse mesmo povo e os trata
como meros escravos. É uma excelente leitura para todos que querem um pouco mais de
conhecimento e esclarecimento.
Fly UP