...

COMO ANDA NOSSA FELICIDADE? (1ª SÉRIE) PERSPECTIVA

by user

on
Category: Documents
10

views

Report

Comments

Transcript

COMO ANDA NOSSA FELICIDADE? (1ª SÉRIE) PERSPECTIVA
COMO ANDA NOSSA FELICIDADE? (1ª SÉRIE)
PERSPECTIVA HISTÓRICA: VALORES QUE GANHARAM IMPORTÂNCIA NAS TEORIAS
SOBRE A FELICIDADE AO LONGO DA HISTORIA.
A NOÇÃO DE AMOR AO PRÓXIMO
A Noção de Amor ao Próximo: foi deixado em segundo plano nas concepções gregas antigas acerca da
felicidade.
Nas discussões sobre a felicidade, a ideia de amor ao próximo ganhou força a partir do surgimento do
Cristianismo.
“Amar a Deus acima de todas as coisas e amar o próximo como a si mesmo.” (Matheus, Cap. 22).
A noção de amor ao próximo contribuiu para despertar a noção de Igualdade entre os seres humanos:
Deus teria criado a todos e os amaria igualmente.
Com mais amor e menos egoísmo, as pessoas deveriam se sentir mais felizes.
LIBERDADE
No período do Iluminismo (século XVIII), ganhou especial relevância o tema da liberdade em seus
diversos sentidos:
Liberdade de ser: somos diferentes, temos anseios, gostos diferentes (diferença religiosa, cultural etc.)
Liberdade de consciência.
Liberdade política.
As teorias Iluministas sobre felicidade, política e ética atribuem grande importância à ideia de liberdade.
Desde então, tornou-se impossível pensar que uma pessoa possa ser feliz sem ser livre.
BEM COMUM
A ideia de felicidade como bem comum (isto é, para toda a sociedade) já existia desde Platão (427-347
a.C.). e Aristóteles (384-322 a.C.).
Platão, na sua obra A República; e Aristóteles, na obra A Política: ações políticas devem garantir a
felicidade da sociedade, o bem comum.
Aristóteles: Política é uma extensão da Ética.
A felicidade não pode ser apenas minha, tem que ser de todos.
A INFLUÊNCIA SOCIAL DESSES FATORES
Essas noções de bem comum, liberdade e amor ao próximo se tornaram os princípios fundamentais do
mundo ocidental contemporâneo.
Essa influência pode ser percebida, por exemplo:
Declaração Universal dos Direitos Humanos (Assembleia Geral das Nações Unidas, 10 de dezembro de
1948);
Constituição Federal do Brasil (1988).
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS (1948)
Artigo I
Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e
devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.
Artigo III
Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.
CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL (1988).
Art. 3.º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
II - garantir o desenvolvimento nacional;
III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras
formas de discriminação.
SEMPRE É TEMPO DE FILOSOFAR
“Nunca se protele o filosofar quando se é jovem, nem canse de fazê-lo quando se é velho, pois que
ninguém é jamais pouco maduro nem demasiado maduro para conquistar a saúde da alma. E quem diz
que a hora de filosofar ainda não chegou ou já passou assemelha-se ao que diz que ainda não chegou ou já
passou a hora de ser feliz” (EPICURO, Antologia de Textos, 2002. p.13.).
Segundo o texto acima, que papel a filosofia pode ter na vida de uma pessoa?
De acordo com o texto, a reflexão filosófica deve ser desenvolvida durante a vida toda ou apenas em
determinada idade? Por quê?
Você concorda com a ideia expressa no texto? Justifique.
A FELICIDADE CONTEMPORÂNEA: PERSPECTIVA DE OUTRAS CIÊNCIAS
COMPONENTE FÍSICO
Estudos Neurológicos: quando experimentamos sensações e sentimentos agradáveis ou nos expressamos
de maneira positiva, como ao sorrir, a atividade de certa parte do cérebro aumenta e produz substâncias
que nos proporcionam sensação de prazer, paz, bem-estar.
Serotonina e endorfina: relacionadas com as sensações de paz, prazer e bem-estar.
Fator de predisposição genética para algumas pessoas experimentarem a vida de maneira mais positiva
que outras: gêmeos idênticos mostraram um grau de felicidade bastante similar, mesmo quando criados
em lares distintos.
Felicidade faz bem pra saúde: pessoa mais feliz tende a ser mais saudável, ter um sistema imunológico
mais forte e a viver mais.
COMPONENTE PSICOLÓGICO
Freud: os primeiros anos de vida são fundamentais para o modo como uma pessoa irá experimentar sua
existência: episódios traumáticos podem limitar suas possibilidades de desenvolver vivências felizes.
Repetição dos modelos psicológicos e de conduta presentes em seu meio familiar imprimem-se em sua
psique (mente, cérebro.)
Modelos negativos: maior possibilidade que a pessoa desenvolva uma existência infeliz.
Saber administrar os próprios pensamentos e sentimentos é fator crucial para a felicidade de um
indivíduo.
Conjunto de crenças, valores, maneiras de ver a vida influi na construção de uma existência feliz ou
infeliz.
COMPONENTE ECONÔMICO
Existe uma tendência em acreditar que a melhora no nível de renda torna uma pessoa mais feliz. Em
outras palavras, o dinheiro traria felicidade. Porém, pesquisas revelam que isso não é bem assim.
O que se sabe, sem dúvida, é que há maior dificuldade em levar uma vida digna e, portanto, feliz quando
se está na miséria. Contudo, pesquisadores têm observado que a percepção de felicidade não é
proporcional ao enriquecimento econômico das pessoas.
É o que tem ocorrido nos países ricos, onde, embora o nível de renda tenha aumentado significativamente
nos últimos 50 anos, a percepção da própria felicidade não se elevou, ou subiu menos.
O dinheiro por si só, não traz felicidade.
COMPONENTE SOCIAL
Estudos confirmam que a vida familiar, afetiva, o convívio com os amigos e a relação com a comunidade
influenciam nossa maneira de encarar o mundo, e nossa felicidade.
Infelicidade, insatisfação consigo mesmo e sua vida: comparação social.
Imitar os outros, ter o que eles têm, tentar ser mais ou melhor do que ele: infelicidade (fica triste por não
ser como ele).
“O homem é o milagre de uma única vez” (NIETZSCHE).
Não há duas pessoas iguais no mundo, nem mesmo gêmeos idênticos fisicamente, eles terão gostos,
aptidões personalidades diferentes.
Não perca seu tempo, nem desperdice seu talento querendo ser outra pessoa, seja você mesmo.
Potências, características, habilidades, talentos individuais. Desenvolva-se. Supere-se.
Fly UP