...

M TA SENTI FELIZ DE M TER NASCIDE CABOVERDIANO1 CABO

by user

on
Category: Documents
2

views

Report

Comments

Transcript

M TA SENTI FELIZ DE M TER NASCIDE CABOVERDIANO1 CABO
M TA SENTI FELIZ DE M TER NASCIDE CABOVERDIANO1
CABO VERDE: VICISSITUDES E DESAFIOS
DE UMA NAÇÃO CRIOULA SOBERANA
E DE UM PEQUENO ESTADO AFRICANO PÓS-COLONIAL
CONFERÊNCIA INTERNACIONAL
COM O ALTO PATROCÍNIO DE SUA EXCELÊNCIA,
O SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE CABO VERDE,
DR. JORGE CARLOS FONSECA
12 DE DEZEMBRO DE 2015
Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa
Alameda da Universidade, Lisboa
INTRODUÇÃO
No âmbito do seu programa de comemoração do 40º aniversário da
independência de Cabo Verde, a Associação Caboverdeana de Lisboa vem
promovendo um Ciclo de Conferências sobre a História de Cabo Verde.
Iniciado em Maio passado, o Ciclo de Conferências visa debater as grandes
questões da História remota e recente de Cabo Verde, destinando-se ademais
à divulgação de estudos e reflexões realizados sobre o povo das ilhas,
ressaltando as contribuições mais recentes.
1
Sinto-me feliz por ter nascido cabo-verdiano, na tradução do verso constante da canção Biografia de
um Criol, de Manuel de Novas
1
Na primeira fase do Ciclo, que se prolongou até Julho do corrente ano e
culminou com a realização a 11 de Julho passado, na Fundação Calouste
Gulbenkian, da Conferência Internacional sobre a Independência de Cabo
Verde, as comunicações abarcaram o período desde o descobrimento das ilhas
até à conquista da soberania política.
Na segunda fase, que vem decorrendo desde o passado mês de Outubro e
ficará concluída neste mês de Dezembro do corrente ano, pretende-se
abranger o período pós-colonial e os desafios actualmente enfrentados por
Cabo Verde.
A segunda fase do Ciclo de Conferências culmina com a realização de uma
Conferência Internacional sobre o Cabo Verde Pós-Colonial, com o título
genérico Vicissitudes e Desafios de uma Nação Crioula Soberana e de um
Estado Insular Africano Pós-Colonial.
Com as comunicações a serem apresentadas em diferentes painéis temáticos,
pretende-se, por um lado, dissecar as diferentes vertentes da vida e da
sociedade do Cabo Verde pós-colonial e, por outro lado, ajudar na divulgação
de estudos e reflexões realizados sobre os diversos sectores da sociedade
caboverdiana resultante da conquista da soberania nacional e internacional.
A sessão de encerramento da Conferência será presidida por Sua Excelência,
o Sr. Presidente da República de Cabo Verde, Dr. Jorge Carlos Fonseca.
2
PROGRAMA
9:00h – 9:30h – Sessão de Abertura: Presidente da Associação
Caboverdeana, Vice-Presidente da Associação Caboverdeana, Representante
da Instituição Anfitriã e Embaixadora de Cabo Verde em Portugal
9:30h – 10:00h – Conferência Inaugural
Moderador – José Luís Hopffer Almada
Gabriel Fernandes - As Bases Coloniais dos (Res) sentimentos Pós-coloniais:
Educação, Cultura e Relações de Poder em Cabo Verde
10:00h – 10:50h – Política Externa/Relações Internacionais
Moderador – Daniel Pereira
Jorge Tolentino - Cabo Verde ou a Ousadia de ter Política Externa
José Ribeiro e Castro - A Parceria Especial com a União Europeia no contexto
do Triângulo Estratégico de Cabo Verde
10:50h – 11:00h – Intervalo
11:00h – 12:50h – Construção do Estado, Transição Política e Percurso
Político-Constitucional
Moderadora – Aurora Almada e Santos
Olívio Pires – O Partido Único em Cabo Verde: Contexto Histórico e Papel na
Construção do Estado
Edalina Sanches - O Bipartidarismo em Cabo Verde: Causas e Consequências
Vladimir Brito
Constitucional?
-
Forma
de
Regime,
um
Constrangimento
Jurídico-
Carlos Veiga - Desafios Cruciais a Vencer por Cabo Verde Muito Rapidamente
Arsénio
de
Pina
–
Do
Centralismo
Descentralização/Regionalização e dos Ismos
Democrático,
da
13:00h – 14:00h – Almoço
3
14:00h – 14:50h – Políticas Económicas e Desenvolvimento
Moderador – Manuel Chantre
João Estêvão - Desafios do Desenvolvimento Económico em Cabo Verde
José Luís Mascarenhas - Turismo e Desenvolvimento Sustentável
14:50h – 16:40h – Identidade, Bilinguismo e Co-oficialização da Língua
Cabo-Verdiana
Moderador – Hilarino da Luz
João Lopes Filho – O Cabo-Verdiano Perante o Outro: Questões Identitárias
Dulce Pereira - Kriolu é Txeu. Os Vários Caminhos da Independência do Caboverdiano
Hans-Peter (Lonha) Heilmair - Designar como “Língua Kabuverdianu” o Crioulo:
Um Desafio Aliciante
Ana Josefa Cardoso - A Caminho de um Bilinguismo Efetivo: Kabuverdianu Ku
Purtuges "Santadu Ku Forsa di Létra na A-B-C di Tudu Skóla"
José Luís Hopffer Almada – Bilinguismo, Diglossia e a Oficialização Plena da
Língua Caboverdiana
16:40h – 16:50h – Intervalo
16:50h – 17:40h – Inclusão Social, Diáspora e Cidadania
Moderadora - Lígia Évora
Kátia Cardoso – Sentem-se Felizes por Terem Voltado para Cabo Verde? Os
Desafios da Deportação de Cabo-verdianos
Fernanda Silva – A Diáspora: A Problemática no Ensino dos Jovens da
Segunda e da Terceira Gerações
17:40h – 18:50h – Sociedade Civil e Direitos Humanos
Moderadora – Celeste Correia
Manuel Faustino – Direitos Humanos em Cabo Verde na Perspectiva da ONG
Zé Moniz
Rony Moreira - "MAC#114: Um Momento Histórico e o Sinal do Tempo: A
Participação Democrática
4
Jacinto Santos – O Percurso do Cooperativismo na Construção do Estado
Nascente: 1975-1991 e as OSC de Fim Não Lucrativo na Satisfação das
Demandas Sociais e Económicas
18:50h – 19:50h – Sessão de Encerramento: Presidida por Sua Excelência, o
Sr. Presidente da República de Cabo Verde, Dr. Jorge Carlos Fonseca
Colaboração:
5
Fly UP