...

Acontecendo Editorial Opiniãodo Leitor

by user

on
Category: Documents
8

views

Report

Comments

Transcript

Acontecendo Editorial Opiniãodo Leitor
... E AQUI ESTA' ■-.
UMA PEQUE,VA LISTA I
,
DE REÍNVíNDIEACOES Qut..?
<€
\r
7^
Acontecendo
Vamos bagunçar o coreto
J
f) %J
Editorial
COMUNIDADE E TRABALHADOR
BUSCAM SOLUÇÕES
Há uni aiut enote nwscs n J()H \ íAy IH) BMHHO "«ia 'uniiiiharidn /tnr
eiua.se todos <»» bairros que inunfeia a atenida Saiiofiemba. ••ylhendn minformações para que o leitor saiha na realidade o t/uf a'-<irite'-e em «iw
região. Por ser uma região rarente e i>opulosa, os /iro/irto maradon-s
romeçaram através da união formar sua sin-iedãde e rohrar das
autoridades competentes medidns que lhe afetam diretanunle. ••onu> >
falta de um Hospital na região, melhoria tio transporte, rwhes, eseola*,
moradiae soluções para antigos problemas. <-omo a ídutora Rio Claro.
Vamos Bagunçar o Coreto, e um concurso aberto às bandas musicais de todo ò
Estado que quiserem participar, e tem o
prazo ate dia 30 para se inscreverem.
O concurso visa levar o povo à praça
para desfrutar do romantismo das retratas, encontrar amigos, bater um papo,
cantar com a banda, participar das brincadeiras bagunçando o coreto de forma saudável e gratificante.
Esse concurso ressalta Caio Pompeu de
Toledo, secretário da Secretaria do Estado
dos negócios de Esportes e Turismo, tem
por finalidade maior que é de incentivar e
valorizar o músico brasileiro.
O secretário estadual da Cultura, Jorge
Cunha Lima, depois de historiar o papel
das bandas musicais e o processo de
deterioração provocado por um trabalho
industrial mal conduzido que as atingiu
fortemente, acha importante retomar a
prática coletiva de juntar os instrumentos
e criar os nossos sons, ritmos e harmonias. Retomar essa celebração de alegria
urbana e fazer dessa atividade um retorno
e uma revisão da prática musical e que a
banda não seja apenas uma saúde, mas a
esperança de uma sociedade que propicia
a convivência e o prazer.
Os interessados em participar poderão
procurar inscrever-se ate o próximo dia 30,
na Secretaria de Esportes e Turismo, na
Praça Antônio Prado, 9. no centro.
Empresa de Correios
Telégrafos no Sapopemba
A população do Sapopemba e vilas
adjacentes agora conta com mais um serviço público. No último dia 11 foi inaugurada a agência da Empresa Brasileira de
Correios e Telégrafos à Rua José Antônio
Fontes, 63 - Sapopemba, com horário de
funcionamento de 2a. a 6a. feiras das 8,00
às 18,00 horas e nos sábados até às 12,00
horas.
(jraças a essas mobilizações o morador (/ue e também um trabalhador
começou a discutir seus problemas e o (jue e mais importante passaram
a ter iniciativa e resolveram mudar não esperando que autoridade
nenhuma lhe dêe esmolas, mas cobrando o que lhe c de direito, h. foi
com este intuito que o JORyiL l)() RMRRO resolveu abrir a
'COLUNA DO TRABALHADOR ", que tem por objetivo enfocar os
problemas rotineiros (/ue o cercam no seu dia-a-dia, e nesse numem
Por isso eu venho protestar através do
"Jornal do Bairro" a completa desatenção
que essa área tem tido dos nossos governantes, sejam eles estaduais ou federais,
da oposição ou situação.
É um absurdo o que vem acontecendo
nesses últimos tempos, com uma série de
greves sem precedentes em todos os níveis da área educacional. Os professores
EDITORA RESPONSÁVEL: Laura Kioko Kamisaki MT. 14.291
REDATORAS: Laura Kioko Kamisaki e Solange Alves Moreira,
CHARGE: Carlos Eduardo de Souza Palma
Publicidade: Débora Camanho Romero
COLABORADORES: Elza Tieko Kamisaki, uarios A.P Tavares. Irede Cardoso. Edson Baptista Lopes, Walter do Carmc Vladimír / ntonio Rioli p Marres Barbosa
JORNAL DO BAIRRO: Publicação Página Editorial Ltda.
ENDEREÇO: Rua Antônio Barbieri, 110 ■ Jardim Colorado - CEP. 03387
COMPOSIÇÃO: Empresa Jornalística AFA
IMPRESSÃO: Gazeta da Lapa ■ Rua Venãncio Aires. 24 • Fone: 832-1200
CIRCULAÇÃO: J. Colorado, Santa Clara S«p> pemba. V. Diva. Vila Guarani. Vila In
vernada e Água Rasa. Tiragem: 15.000 rr.i exemplares.
2 JORNAL DOEAlfíRO
Cachimbo de Prata
Betric Paper no
E no dia 29 próximo que os fissurados
em break irão vibrar com o ritmo contagiante da moçada do Eletric Paper, no Cachimbo de Prata, às 24,30 minutos abrindo a noite com muita jinga, movimentos
sincronizados e a criatividade deste novo
estilo que se propaga pelo País.
Originário dos Estados Unidos, foram
nas ruas de New York que os jovens
negros descobriram nos sons da bateria e
baixo, um novo ritmo, irresistivelmente
dançante, em diversos países do mundo o
break (em português quebrar) agita jovens
com movimentos semelhantes de um robô
e a leveza de passos de um dançarino.
Em Vila Diva, o break também chegou e
vai ser no dia 29, não percam no Cachimbo, com Eletric Paper.
33° Aniversário
No último dia 16, a Igreja Evangélica
Batista em Vila Diva, comemorou seu 33°
aniversário, realizando o Culto de Ação de
Graças com a participação da comunidade
religiosa do bairro e adjecentes em sagração a fundação da entidade.
Ao Jornal do Bairro
A educação é um dos pilares do desenvolvimento econômico, social e cultural
de um povo. Sem um robusto investimento na educação um pais nâo pode sonhar
em ser no futuro uma Nação forte e soberana.
Expediente
A Prefeitura Municipal de São Paulo,
através de sua Comissão Municipal de
Defesa Civil está promovendo a Campanha
do Agasalho de 1984, solicitando a colaboração da população por meio de arrecadação de agasalhos, calçados, roupas de
cama, cobertores,, colchões, objetos em
geral de uso pessoal para distribuição às
famílias carentes que sofrem durante está
estação.
Em nossa região a AR. Vila Prudente,
situada à Estrada do Oratório, 172 está
recebendo as doações dos moradores locais.
Opiniãodo Leitor
Sabemos também (/ue os goremos (/ue eseolhenu <s \ão passageiros.
trocam de t em 4 anos, mas a jtopulação fira, sem/m'' esperando as
promessas que muitos ptditiros lhe fizeram...
começamos com as duas chapas (/ue estão concorrendo /mm :i direl<irta
sindicato dos metalúrgicos, />t>is sabemos ser essa região '• nada de
metalúrgicos />or todos os lados, de antemão ja dizendo (/ue i nivel de
mudança a chapa 2, ate o momento vêm afiresentuiid" maior firmeza nu*
suas idéias e tentando destronar o catiwi Joaqui •! z/io. i eleiçJo esta
marcada /tara os dias 2,,'{, I e5do tnès de julho, t/u- i-onipatihan-n,:^
i trajetória das duas cha/tas <■ no final fazendo um bálanÇo da "am/mnha.
Campanha de Agasalho/84
estão desesperados porque não tem condições mínimas de trabalho, porque é
cada vez menor a verba destinada à educação.
É necessária uma mudança de atitude
dos nossos governantes, sobre um problema nem um pouco novo (deve-se dizer que
nem nos períodos de "Grande Salto" como
os de Vargas e JK a educação teve maior
destaque), que é bastante sério e põe em
risco o próprio futuro da Nação brasileira.
Rogério Itokazu
São Paulo-Capital
Nesta Edição:
Coluna do Trabalhador
Mulher
Comunidade
Reclamação da Av. Sapopemba
Teatro
Raízes
.'
pág.
pág.
pag.
pág.
Pág.
pág.
3
3
4
ü
6
8
ASSINE JORNAL DO BAIRRO
ÍReceba em casa ou local de trabalho durante 12 meses (12) edições I
1 Aeencfia a ficha abaixo e anexe um cheque no valor de Cr$ 4.000,001
\em nome de Jornal do Bairro. Remeta tudo num envelope para a\
XRua Antônio Barbieri, 110 Jardim Colorado ■ CEP. 03387SP-SP.
\l\lome...
'.
lEnd.
CEP.
I&WTO
Te/.
\Cidade.
Esfacto
' Data da assinatura
JUNHO DE 1984
ADUTORA RIO CLARO UMA
QUESTÃO EM DISCUSSÃO
A história de nossa região está intimamente relacionada aos graves problemas
enfrentado pela população local que a
quase três décadas aguarda a boa vontade
dos órgãos públicos para a solução do
estado precário da Av. Sapopemba e Adutora Rio Claro.
Gomo reportamos na edição n0 16, com
a matéria "MAIS UMA VEZ AV. SAPOPEMBA", demostramos através de entrevistas o descontentamento dos moradores
ao longo percurso da avenida. Constantemente focalizamos reivindicações da população e exigimos desde a primeira
edição, providências concretas e não a
demagogia e promessas que são transferidas de gestão para gestão, tornando
incompreensível o adiamento destas
obras. A alegação um tanto repetetiva, a
famosa"faita de verba" não representa um
ponto final para a, questão, mas o momento de estudo e soluções viáveis. O atual
estado de abandono representa a estagnação do desenvolvimento comercial realização de obras de saneamento básico e no
plano social o aproveitamento de áreas
desocupadas com finalidades comunitárias.
#*li
CFT
O quadro apresentado pela Sabesp
envolvia a Adutora Rio Claro em toda sua
extensão que o tornaria impossível a realização de qualquer projeto,, entretanto os
moradores frisaram que o ponto crítico é o
local de suas residências ha altura do
7.400 da Av. Sapopemba. A comissão de
estudo apresentou duas resoluções:
Comissão de moradores e a luta na Adutora
O cascalhamento da Adutora Rio Claro
de responsabilidade da Administração Regional de Vila Prudente e a Companhia de
Engenharia de Trafego, a colocação de
grade de orotecão na Av. Sapopemba.
ambos paliativos longe do obietivo principal, o fim da vala.
Por estes e outros motivos, a mobilização popular em torno da questão está
acontecendo. Foi num clima de união e
conscientização do problema que os moradores de Vila Belém realizaram no dia
15, a terceira reunião, na sede do Esporte
Clube Vila Belém, canalizando o drama
enfrentado por dezenas de famílias que
residem a margem esquerda da Av. Sapopemba, no sentido centro^bairro.
Os aborrecimentos são muitos e justificados pela falta pavimentação, Iluminação, esgoto, telefone público e ainda
marginais nas proximidades da ponte d(
madeira que serve de elo de ligação com a
avenida ou a opção de andar até uma das
extremidades para sair do outro lado do
bairro, cujos riscos são maiores durante á
noite.
Afirma o morador Virgílio dos Santos,
70 anos, dos quais 34 no local, "durante
Laura Kloko Katnisaki
No último dia 20 em audiência realizada
na Secretária das Administrações Regionais, no Ibirapuera, ás partes envolvidas
discutiram a questão. A comissão de moradores de Vila Belém acompanhado pelo
assessor da Vereadora Irede Cardoso,
Anabil Martins Diniz apresentou um dossiê completo da situação, e o relatório
emitido pela Sabesp sobre as condições
técnicas do local. A Sabesp representada
pelo Dr. Galvão e Dr. Afonso, Chefe de
gabinete do Secretário Sampaio Dória,
Paulo Guimarães, Dr. Zepo, Assessor
Chefe de Sup. de Obras e o técnico Tales
da Companhia de Engenharia de Trafégo-
Jguns dos trechos sofríveis da Adutora
todo esse tempo morando aqui, só ouvimos promessas de projetos que nunca
aconteceram", já a reclamação de Júlia
Ferreira da Silva são contra os ratos, insetos que ali proliferam devido ao entulho e
lixo despejados e recorda que até feto foi
encontrado.
AS REIVINDICAÇÕES
A comissão de moradores deseja o fim
da vala, com o aterro e a construção de
uma laje de concreto neste trecho, beneficiando milhares de pessoas que utilizam a
Av. Sapopemba, eliminando o risco de
acidentes de veículos e pessoas sujeitos a
queda no enorme buraco.
Segundo Dr. Zepo, Assessor Chefe de
Supervisão de Obras, vai realizar vistoria no local com o Administrador Regional
de Vila Prudente e o levantamento de
medidas necessárias, visto que a Prefeitura do Município de São Paulo firmou convênio que "permite a execução de vias de
acesso ao longo da faixa da Adutora (faixa
de 30m de largura, com a fiscalização e
aprovação da SABESP, e, também, a sua
urbanização, guarda econserção", conforme esclarece o relatório da SABESP.
A proposta da comissão após diversas
reuniões, visa a coleta de assinaturas para
o abaixo-assinado a ser encaminhado às
autoridades.
Os moradores manifestaram que as soluções propostas são alternativas temporárias e estão dispostos a lutarem para o
desaparecimento da vala.
76 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA
Transportemo-nos para o ano d» 1901 a
navio "Kasatu-Marú" atracado no porto da
Kobe (Japáo), tinha um destino certo: •
terra da riqueza chamada Brasil.
Oficialmente, a relação diplomática Brasil/Japão começouem1895 com aassinatura ao primeiro tratado de amizade de
comércio e navegação.
Por volta de 1906, os latifundiários
paulistas que haviam perdido a mão de
obra escrava e com o cessar da imigração
Italiana, resolveram Investir e mostrar seu
Interesse na mão de obra japonesa, pois
sabiam que eram especialistas na agricultura há mais de 2.500 anos.
Outro motivo marcante que os levou a
Investir nesse plano é, que sabiam de antemão que os japoneses eram considerados afáveis, unidos, e que não fazia parte
da cultura japonesa reivindicar, facilitando
assim o tipo de política escravaglsta um
tanto quanto disfarçada.
No dia 28 de abril de 1908, o navio
"Kasatu-Maru" recebia em seu Interior a
primeira leva de Imigrantes japoneses,
num total de 165 famílias (592 homens e
189 mulheres), a maioria da Jlha de Okinawa.
Na verdade, esses imigrantes não ti-
nham A intenção de ficar, pensavam que
aqui chegando Iriam trabalhar por mais ou
menos uns 5 anos nas fazendas de café,
ajuntariam muito dinheiro e voltariam à
Terra natal.
A viagem foi multo difícil, muitos passaram fome, adoeceram, mas mantiveramse firme pensando nas vantagens que
iriam ter.
No dia 18 de Julho de 1908, os tripulantes e passageiros do Kasatu-Maru viram
pela primeira vez as terras brasileiras. O
navio aportou em Santos e dali seriam
encaminhados diretamente às fazendas.
Talvez nenhuma das promessas foram,
cumpridas, o dinheiro que obtiveram de
seu esforço de trabalho nunca deu para
sonhar em voltar para o Japão e quase
todos acabaram ficando, assim como outras levas de Imigrantes e, apesar das
Inúmeras barreiras, como a língua por
exemplo, começaram a se integrar com a
cultura brasileira.
De lá para cá, a cultura japonesa aqui
em São Paulo tornou-se expressiva, vê-se
pelo bairro típico que é a Liberdade, mas
noje a colônia japonesa brasileira cresceu
tanto que tornou-se o locai de maior concentração depois do Japão.
S.A-M.
Mesmo estando há 76 anos no Brasil
não esquecem a tradição, e para recordar,
dia 18 de junho no bairro da Liberdade
deu-se a abertura da semana da Imigração
japonesa com a Festa das Estrelas (Tanabata) e desfile de danças folclóricas.
Essa semana teve por objetivo mostrar
um pouco mais de uma cultura um tanto
quanto desconhecida, mostrando esculturas, filmes, danças típicas, danças marciais, e filmes japoneses.
AUTO POSTO VILA DIVA LTDA
Lavagvm, Lubrificacão, troca de óleo, mini-mercado,
lava-rápido, pneus, baterias, xerox,
ptastificação, chaveiros etc.
Rapidez, padrão de atendimento e
serviços e orooutos oara o seu carro.
4 JORNAL DO BAIRRO
v
' ^popemha, 3.633 — Vila Diva
A
Al)
ATLANTIC
FONE 271-7593
JUNHO DE 1984
COZINHA
W
ACONTECE ISO TEATRO
brilho. Despeja-se a seguir em mármore
untado com manteiga. Corta-se em quadradinhos e guarda-se em lata bem fechada.
Ü
Regras básicas para a boa cozinheira
Ingredientes como farinha, açúcar, sal
e fermento, é necessário obedecer a algumas regras elementares, a saber.
Fermento e sal são geralmente medidos em colheres. Introduza a medida indicada no ingrediente até enchê-lá. Retire e nivele-a com uma faca ou espátula.
Pè-de-moleque
Se precisar medir meias-colheres, basta
repetir o processo, dividindo depois o
conteúdo no sentido longitudinal, retirando a metade.
2 xícaras de açúcar
2-colheresdesopad'água
1/2 kg de amendoim
1 lata de leite condensado
1 colher de café de bicarbonato
Levam-se ao fogo o açúcar, o amendoim e a água, mexendo-se de vez em
quando até torrar o amendoim que deverá ficar com a cor de caramelo claro.
Adicionando-se então a lata de leite condensado, o bicardonato, mexendo-se
fortemente durante 5 minutos aproximadamente.
Retira-se do fogo e continua-se a bater
por mais uns 4 minutos ou até perder o
Para medir açúcar, convém peneirá-lo
antes para dissolver os torrões porventura existentes. Depois, coloque-as na medida, sem comprimir, nivelando-o.
A farinha também é peneirada antes
de medida. Não o faça diretamente na
medida e sim num recipiente à parte. Depois, coloque a farinha já peneirada na
xícara até enchê-la, nivelando-a sem
comprimir.
^•U^CIf JORNAL DO BAIRRl
FONE: 918-2220
^
N
PANIFICADORA
3MOINHOS
t
Estr. Baneka Grancfe. 682 ^_
J. Colorado.
^
Filme Triste resgata o romantismo da
década de 60. Sua juventude cheia de
sonhos e esperanças. Os bailes, as serenatas, os grupos de amigos, a força da
paixão explodindo pura e violenta na descoberta do primeiro amor. Como pano de
fundo, o desenvolvimento de uma época
marcada por grandes conflitos e transformações: a renúncia de Jânio, a queda de
Jango e a caracterização do golpe de 1964.
Embora a peça seja muito bem montada, o grupo em si nao chega a entrar em
contato direto com os acontecimentos políticos da época. Uma montagem multo
bem feita, com 20 atores em cena que
dançam, cantam e mostram uma época e
em que o amor valia muito mais, o amor à
primeira vista, e faz com que o público relembre o seu tempo de colégio, bailes, e
sala satisfeito do espetáculo.
A produção executiva é do Grupo Pasárgada, figurinos de Valnlce Vieira, e cenário de Carlos Pazato.
TINHA QUE SER ASSIM, será exibido
em curta temporada de 4 a 8 de julho, de
YOKO YAGI CABELEIREIRA
Precisa-se
Rapaz com boa aparência
para trabalhar com vendas
Procura-se cabeleireira para trabalhar de
Av. Israel da Fonseca, 489
Sapopemba
KJK BOMBONIERB
Na KJK você encontra deliciosos
chocolates, balas e salgadinhos
Preços especiais para festas.
Aceita-se encomenda
R. Gabriel de Resende, 305 V. Invernada
sexta e sábado em Saião.
AUTO POSTO
ANDORINHA
IVIERCADINHO J. SANTO!
Completo Sortimento em Cereals,Latariais,]
Bebidas, Salgados, Doces e Miudezas
Estr. da Barreira Grande, 633
Jardim Colorado.
'"-'■>
Quitanda e Mercearia CROGIER COMéRCIO DE^S
FRIOSLTDA.
Márcia
Frutas nacionais; estrangeiras, ovos,
latarias, doces, legumes e diariamente
verduras diretamente da Chácara.
Av.Sapopemba, 6386 - Jardim Colorado
quarta a sexta às 21 horas, sábado às 20 e
22 horas e domingo às 18 e 21 horas, sendo o preço Cr$ 2.000,00.
OTEB (Teatro Espírita de Brasília), fundado há 12 anos, já se apresentou em 14
estados da Federação.
TINHA QUE SER ASSIM é a décima primeira produção do TEB, e o texto aborda
temas muito discutidos na atualidade, como o aborto e o homossexualismo.
A falta de diálogo entre pais e filhos, o
homosexualismo, o aborto, o uso de tóxicos são temas que são discutidos diariamente, mas na peça ele é visto e analisado.
O diretor do espetáculo, Carlos Tamaninl, é formado em teatro pela De Paul Unlversity de Chicago (USA), onde viveu e trabalhou durante» anos. De volta ao Brasil
foi convidado a dirigir a montagem de "Tinha que ser Assim', que retrata a vida de
um casal da classe média alta, o coronel
Frederico, imensamente apaixonado pela
mulher, Gabrlela, não admitia a Idéia de
dividir, nem mesmo com um filho, a atenção que lhe era dispensada. Assim, obriga
Gabrlela a praticar dois abortos, apesar da
consciência de que um filho era o grande
sonho da mulher.
O elenco é composto por Sandra Carvalho, Relnaldo Vieira, Eladja Rodrigues,
Carlos Tamaninl, Caléu Gulda e conta com
a participação especial do ator Adelmo
Rodrigues e da bailarina Sllvana Dal Piai.
O Teatro Arthur de Azevedo fica na Rua
Paes de Sarros, 955, Moóca, fone:
292-8007.
rILME TRISTE. Autoria e direção de
\/ladimir Capalla, está em cartaz até o dia
o
I de julho, de quarta a sábado, às 21
horas e domingo com duas sessões, às 18
e 21 horas com o preço de Cr$ 1.500.
Filme Trisle, peça que obteve grande
sucesso de público no Centro Cultural de
São Paulo e no Teatro Paulo Eiró.
VRua Padre Maurício, 237 ■ Vila Invernada.
Pães de vários tipos, doces, laticínios, bebidas e a novidade, do bairro a máquina de
churros que você encontra na Padaria 3
Moinhos.
f
4RTHI H DE AZEVEDO
Varejão de Frios e Laticínios
Rua Sabrlel de RszBnda, Ml
Wi mvarnada
S Depósito de /ifef. <fe ^
Construção S. João Batista
TiuUt ftara roniHrução <' utahanwnlo
th' sua ""w.
O seu carro merece o melhor e o Aulo
^sto Andorinha executa lavagem, troca
de óleo e outros serviços que conserva o
veículo.
Av. Sapopemba, 6.377
Jardim Colorado
Estr. Barreira Grande, 747 —
.Fone: 271-4216 — Jardim Colorado
O BOM BAHIANO
NAHA 'SAUTO PEÇASA
LTDA.
Vendas de Gás 634
Completo sortimento de Ferramentas, Materiais
Elétricos, Fogões Novos e Usados, Ferragens
Peças p/ Fogões e Aparelhos
Eletrodomésticos em Geral
Calotas, Molduras e suportes p/placas,
Tampas de Gasolina, trava de quebrá-vento,
velas, para choque e peças em geral
pára seu carro está na Naha's Auto Peças.
Estr. Barreira Brande. 834
Jd.Colorado-Antigo 628
A v. Sapopemba, SJ90 - VOa Guarani
JABARAMA COM DE BEBIDAS EM GERAL
KITT
No Jardim Colorado o mais novo depósito de bebidas
com estoque completo e variado. Veja e comprove:
1 Cerveja Antártica
Cerveja Brahma
Cerveja Malt 90
I Cerveja Kaiser
Cr$ 490,00
Cr$ 480,00
Cr$ 480,00
Cr$ 480,00
Coca-cola e Fanta litro.
Cr$ 440,001
Guaraná
Cr$ 150,00
Guaraná Caçula
Cr$ 125,00
Tubalna Simba ou Bacana—.... Cr$ 120,001
Completo estoque de medicamentos, perfumaria e acessórios.
Preços especiais
Rua Gal. Argolo. 89 - vila invernada
FONE: 216-8424
FARMÁCIA E DROGARIA
SÁO ROQUE
^i
FARMÁCIA SAO
SEBASTIÃO
PROPRIETÁRIO 0SWALD0
Completo e variado esiõnue de
medicamentos e artigos de perfumaria e
cosméticos a preços de drogaria.
Medicamentos, aplicações, perfumaria, tradição em
atendimento e confiança.
1 Farmácia dojahir, onde você Se
sente bem.
Cliente amigo: Não esqueça nunca que o sucesso
do médico e a saúde do doente dependem da consciência do farmacêutico.
Rua José Antônio Fontes. 55
Sapopemba-SãoPaulo
6 JORNAL DO BAIRRO
Estr. Barreira Branda, 883 - Jardim
Colorado
V
FONE: 216-5991
>
FLORES CLEIDE
Requinte em presentear e beleza para decorar
Buquê, ramalhete, arranjos são as
especialidades de Flores Cleide
complementado por lindos cartões.
^Av. Sapopemba, 5.395 — Vila Guaran^
Aulas de Jazz, Ginástica Estética,
Ballet Clássico e Baby Class.
Aulas para ambos os sexos
Matrirulas Abertas
Ai\ Sai>f>i>i-mha, 775 s/3 e 4 - Água Rasa
Av. Sapopemba, 6358 • Jardim Colorado
FARMÁCIA VERONEZI LTDA.
r
ACADEMIA
f
UNOGIL MODAS
>
Jeans, camisetas, blusas, vestidos e os últimos
r
STAMPING PRESENTES
PERSONALISADOS
lançamentos da moda voê encontra no Linogil.
Utilize-se do crediário de 3 vezes sem acréscimo
ou em 12 pagamentos sem entrada.
Deixe sua marca através dos detalhes pequenos, mas as fortes traços de sua personaliade. Lenços, guardanapos, lembranças
para aniversário, casamento, convites para
chá de cozinha gravadas delicadamente nos
tons azul, prata e ouro em finissimo papel
branco que ressaltará seu requinte e bom
gosto. Complementados com embalagens
para presente.
FONE: 918-6029 ou 9180386
HAMISLANDIA
ESPORTES
1
Na Vila Diva a Hamislândia Esportes
apresenta o mais completosortimentos
esportivos. As famosas grifes Adidas,
Topper, Rainha e Penalty estão a sua
espera na loja desportiva do bairro
^kv. Sapopemba, 3828 -VJaDtoi)
Av. Sapopemba, 5.411- Vila Guaram)
r^SCOLA DECORTEECOSriWA
'SÃO PAULO
Faca vnr.n niHsma seu' w^".''-- ■
in* f;imiíiáíe%
ou seja pffifissidnai flt- {.•■•<u-1-. (jsttir^
!^a Esrola San Paulo rpinstraila -f!
nfijiarlamfitn ric Fosmn Profissioi-st ■uib n" 4' 17 r
r COMÉRCIO DE TECIDOS
E RETALHOS DIVA
Atacado e Varejo
Tecidos em geral, cama, mesa e banho
Preços especiais para reoendedttres
Av. Sapopemba, 3.437 — VILA DIVA
Fone 216-6846
>
JlíN
Dtt
1 COWRADO-V DIVA-St» CIABA
^^mà
A TRADIÇÃO DA FESTA JUNINA PERDIDA
COM O PROGRESSO
igreja a sua preservação.
Como voltar não dá mais, só temos que
viver na lembrança, mas sempre esperando que algum dia o homem volte às suas
Era com ura verem nossa região, no mês
de Junho, a população se preparar para
comemorar a Festa Junina.
As mães combinavam entre si a divisão
de tarefas, preparando assim o cardápio
do evento, que era pipoca, pinhão, batata
doce, quentão e diversos tipos de doces.
Os pais por sua vez, aproveitavam qualquer final de semana para voltarem a ser
moleques, comprando as folhas de seda
para confeccionarem as bandeirinhas e os
famosos balões que iriam colorir o céu,
até se perderem com o vento...
A criançada, arranjava um tempinho para colecionar qualquer tipo de madeira
para a grande fogueira.
No final dos preparativos, fechavam-se
as ruas e a criançada, à caráter, vestidos
de caipira, cora roupinhas remendadas
cora paninhos coloridos, para os meninos, enquanto as meninas, aproveitavam
esse dia para vestirera-se como a Emília,
cora um chapéu de palha com as trancinhas postiças e aproveitarem a oportunidade de usarem a maquiagem da mamãe,
esperando ansiosas para dançar a quadrilha.
Mas tudo isso parece ura sonho remoto,
pois cora a chegada do progresso é com o
desenvolvimento da sociedade, as nuas
foram asfaltadas, as casas foram ampliadas e o quintal cada vez ficando mais
restrito, dificultando assim, qualquer tipo
de manifestação de tradição resistir cora o
tempo...
Segundo a tradição, o fato aconteceu há
muitos anos. Viviam na cidade de Jerusalém, das mulheres simples, que moravam
perto de uma outra, eram primas e se
estimavam muito.
Uma chamava-se Maria e a outra Izabel,
que ia ser mãe.
Poesia
Sofange A. Moreira
raizes.
DESAFIO
izabel combinou que quando Seu filho
nascesse, arranjaria um meio de avisar
sua prima, através de algum sinal.
Era uma noite fria e estrelada, e Izabel
teve um lindo menino, que recebeu o
nome de João.
Conforme havia combinado com Maria,
Izabel pediu que acendesse uma fogueira
perto de sua casa e que ao lado erguessem
ura mastro, que seria o sinal do nascimento da criança.
Maria, vendo o sinal, foi logo visitar sua
prima, levando-lhe palhas secas e folhas
perfumadas para o berço do recém-nascido.
Este menino nascido neste dia, seria
mais tarde o nosso querido São João, e
aquela que foi visitá-lo, a mãe do Menino
Jesus.
Esta é a história da primeira noite de
São João e desde aquela época acendemos fogueira, soltamos balões e foguetes, para comemorar o aniversário de São
João Batista, tendo sempre ao lado da
fogueira, um mastro com o desenho do
santo.
Com o tempo, estas festas se estenderam também para homenagear Santo Antônio, o santo considerado pelas moças
como o "casamenteiro", e também para
homenagear São Paulo e São Pedro.
Estas festas são chamadas juninas,
porque são festejadas no mês de junho.
São imitações de festas na roça, com
rodas, cânticos, desafios, com pessoas
vestidas a caráter, isto é, trajes caipiras.
A tradição hoje ainda perpetua, mas o
que vemos não é mais aquela alegria, pois
as crianças festejara apenas dentro das
escolas, não fazendo cora que toda a
comunidade participe e brinque, mas mesmo assim ainda podemos encontrar nos
clubes e em algum terreno da própria
Sebastião:
Ó compadre Malaquias
Me responsa sem pensa
Pruque é que ocê tem
Este chero de gambá?
Malaquias:
Eu tô cum chero danado
Ocê tem toda a razão
Pois peguei este cherinho
Do gambá do teu irmão.
Sebastião:
Se meu irmão é gambá
Tenho dele muito dó
Foi só depois que morou
Na casa da tua avó.
Malaquias:
Por favo, caro cumpadre
Não mexa com minha avó
Cuide bem de sua irmã,
Que tem uma perna só
Sebastião:
Se ela perdeu a perna
Ocê sabe, ocê viu.
Inflamo com a mordida
Que ela levo do teu tiu.
Malaquias:
Ba perdeu uma perna
E o cortado a dentadura
Pois pensou que estava mordendo
A perna de uma saracura.
Sebastião:
Compadre é bom nóis para
De por a famía no meio
Os otros podem acredita
Prá nóis ffca muito feio.
Malaquias:
Vamo para de briga
O cumpadre tem razão
Manda um abraço apertado
E um grande aperto de mão.
Alegro suas festas
MUITO, MUITO LONGE
com Jeff, o mágico e
Maria Rita F. A. Giroto
Vila Diva
Muito,
muito lonftc
hn uma ninção
que ó fvitn dv amor
(jiu' rui no rorução
Muito,
muito loiifiv
existe muita paz
onde a tristeza
é f/assada para Irás
Muito,
muito Ionize
lui uniu povsin
(flic <■ fvilu de sorriso
(/uc r feita (Ir iilefíriu
Esse luf-ar tão loiifre assim
tão loiifíe que nem se rê
pode estar muilo, muito perto
pode estar dentro de roeé
tente procurar
Muito,
muito lonffe
há um lindo bonde
onde a ternura
nunra se eseonde
Caro leitor,
O jornal do Bairro abre este espaço para sua participação. Envie-nos
sua poesia que teremos o prazer de
publicá-la. Nosso endereço é Rua
Antônio Barbieri, 110 - Cep. 03387 São Paulo SP
seus companheiros.
shows em formaturas, anipersários, hanquetfs,
espetáculos infantis efestividades diversas.
Faça sua mágica e anime criança4- e adultos,
CiÓíMCA RMOC^ Mo SKâ.
disque 918 S518 com a Márcia
ou
918-7487 com o Duarte.
©ê
[FÂTOMA
A Clínica Nossa Sra. de Fátima apresenta corpo médico
especializado e recursos
modernos para seu tratamento de saúde.
• Ciinica médica geral
• Ginecologia
• Obstetrícia
• Pediatria
• Ouvido, nariz e garqanta
• Clinica Dentária (diariamente das 8,00 às 21,00 boráèl
Horário: Das 17,00 horas às 21,00 horas, sendo aos sábados até às 12,00 horas. Consultas com hora marcada.
Av. Sapopemba, 6368-Jardim (Morado Fone:271.9436
Fly UP